Browse By

Como Utilizar o Mesmo Conteúdo em Redes Sociais Diferentes?

É notável o avanço das redes sociais nos últimos anos. Hoje em dia, é difícil não conhecer pelo menos uma plataforma, seja para o compartilhamento de assuntos pessoais, para campanhas de marketing ou para traçar uma comunicação com outros usuários.

 

De acordo com um estudo divulgado pela Cuponation, até o ano de 2023, as redes sociais no Brasil devem crescer mais de 20%, chegando a mais de 114 milhões de usuários ativos no Facebook, Instagram e outros serviços.

 

Dessa forma, o nosso país ocuparia o quarto lugar no ranking entre as nações que mais usam as redes, perdendo para a China (799,6 milhões de usuários), Índia (447,9 milhões) e Estados Unidos (257,4 milhões).

 

Neste cenário altamente midiatizado pelas redes sociais, as estratégias de marketing voltam-se cada vez mais para essas plataformas.

 

Foto de Lisa Fotios no Pexels

 

Inclusive, grande parte das mídias já contam com ferramentas personalizadas para o ramo dos negócios. No entanto, é preciso considerar as especificidades de cada rede social.

 

Afinal de contas, se uma empresa decide divulgar flyers academia no Facebook, provavelmente o material terá uma conformação, respeitando as regras do canal e, portanto, diferenciando-se do que é publicado no Instagram, por exemplo.

 

No entanto, seria possível utilizar o mesmo conteúdo em redes sociais diferentes?

 

O artigo de hoje pretende responder a esta questão e trazer algumas dicas de como trabalhar o marketing nas redes sociais.

 

Já adiantamos: isso não quer dizer facilitar o processo de criação!

 

Qual Tipo de Conteúdo Postar em Cada Rede?

Um dos aspectos que os negócios precisam ter em mente na hora de apostar no marketing em redes sociais é que essas plataformas atuam muito bem para a comunicação rápida, objetiva e pessoal com os clientes e leads (potenciais clientes).

 

Muito disso, deve-se à agilidade de compartilhamento e o grande alcance da informação. Quando se publica um banner para academia em uma fanpage, por exemplo, o conteúdo tem potencial para se tornar viral.

 

No entanto, é preciso considerar que cada rede tem a sua especificação, bem como um público-alvo diverso.

 

Sendo assim, nem sempre o mesmo material é aproveitável para todos os canais. Abaixo, confira algumas dicas.

 

1 – Facebook

O Facebook é a rede social mais popular da atualidade e, por conta disso, 92% dos empreendimentos já possui uma conta corporativa na plataforma.

 

Ao mesmo tempo em que 70% dos usuários seguem, no mínimo, uma página de negócios, resultando em cerca de 645 milhões de visualizações e 13 milhões de comentários.

 

Uma das grandes vantagens do Facebook é que ele aceita praticamente todos os tipos de conteúdos.

 

Assim, uma empresa de segurança para festas, por exemplo, pode compartilhar materiais escritos, audiovisuais, compartilhamento de links, imagens e, até mesmo, ativos de marketing.

 

Além do mais, devido à popularidade da rede, as chances de atingir o seu público-alvo é muito grande.

 

No entanto, a interação social é um dos aspectos mais valorizados no Facebook. Por conta disso, é importante criar conteúdos que gerem engajamento. Veja alguns exemplos:

  • Enquetes;
  • Jogos interativos;
  • Questionários;
  • Hiperlinks;
  • Envio de mensagens instantâneas.

 

Recomenda-se focar também em notícias gerais sobre o mercado e conteúdos de entretenimento, bem como evitar assuntos polêmicos para diminuir os riscos de discussões acaloradas, que podem prejudicar a imagem da sua empresa.

 

2 – Instagram

O Instagram é uma das redes sociais que mais cresce no mundo, devido ao seu apelo imagético.

 

De maneira geral, a plataforma é baseada no compartilhamento de imagens e vídeos, com índices de engajamento bem elevados.

 

Por isso, uma dica para obter sucesso com os conteúdos de marketing no Instagram é investir em boas produções fotográficas e audiovisuais, com qualidade estética.

 

Por exemplo, uma empresa especializada na confecção de adesivos personalizados pode tirar fotos de seus produtos, tratar as imagens e publicá-las no Instagram, com ajuda da tag de preços, que marca a foto com o valor e o nome do produto.

 

Dessa forma, os usuários podem comprar as mercadorias diretamente pelo Instagram, algo extremamente proveitoso para as empresas que desejam aumentar as vendas, a partir da redução da jornada de compra.

 

Outro conteúdo interessante para o Instagram é tratar dos “bastidores” do seu negócio.

 

O recurso do Stories, por exemplo, pode ser usado para trazer assuntos sobre o dia a dia da empresa, bem como enquetes, avisos rápidos e abertura de perguntas para o público.

 

3 – Tik Tok

O Tik Tok é considerado a rede social do momento, devido à sua popularidade que se deu de forma rápida.

 

Mais nova que as duas redes anteriores, a plataforma concentra-se basicamente na produção de vídeos editados curtos, com potencial viral.

 

No entanto, o público do Tik Tok é formado majoritariamente por jovens de 16 a 25 anos, não sendo uma rede social interessante para empresas que tratam de assuntos voltado a um público adulto.

 

Por exemplo, uma empresa de segurança bancária pode não obter resultados tão favoráveis assim, enquanto uma loja de roupas alternativas pode conquistar vários leads com o Tik Tok.

 

4 – LinkedIn

O LinkedIn tem a fama de ser a maior rede social profissional do mundo. Frequentemente usada para networking e para divulgação de vagas de emprego, a sua lógica de marketing é semelhante ao Facebook, com a criação de uma página corporativa.

 

Contudo, o foco do conteúdo deve ser educacional, com o compartilhamento de materiais mais “sérios” sobre mercado, nicho de atuação, produtos e serviços.

 

Por exemplo, a fanpage do LinkedIn pode ser usada para compartilhar um blog post sobre as características de um laudo periculosidade inflamáveis, com uma linguagem mais formal, enquanto o Facebook permite uma liberdade maior na abordagem da audiência.

 

Como Usar o Mesmo Conteúdo em Diferentes Redes Sociais?

As redes sociais acima são apenas algumas amostras de plataformas que poderão ser aplicadas nas técnicas de marketing.

 

As empresas têm a oportunidade de investir em uma grande diversidade de canais, como o YouTube, Twitter, Pinterest, entre outros.

 

Para escolher em qual delas divulgar, vale a pena fazer uma pesquisa de mercado e, é claro, verificar a disponibilidade de investimento. Afinal de contas, de nada adianta criar uma conta comercial para todas as redes, se não há tempo de alimentá-las com conteúdo.

 

Quem deseja otimizar essa tarefa, bem como divulgar o mesmo material em mais de uma rede, pode lançar à mão de algumas estratégias. São elas:

 

1 – Tenha um Cronograma de Postagens

O cronograma de postagens é fundamental para organização melhor as publicações, evitando que os conteúdos fiquem sobrepostos ou esquecidos.

 

Durante esse planejamento, vale a pena calcular o tempo necessário para produzir conteúdos personalizados para cada rede.

 

2 – Integre as Plataformas

Algumas redes sociais, como é o caso do Instagram e do Facebook, permitem a integração simultânea de postagens.

 

Quer dizer que ao postar uma foto de um banner para assinatura no Instagram, o conteúdo é publicado automaticamente no Facebook da empresa.

 

Isso ajuda a aumentar o compartilhamento do material, além de otimizar o tempo, já que não é preciso produzir uma peça nova para cada uma das redes.

 

Além disso, para quem deseja investir em anúncios patrocinados (pagos), o Facebook conta com uma ferramenta conhecida como “Gerenciador de Anúncios”.

 

Por lá, é possível escolher o tipo de propaganda, bem como a rede social onde ela será divulgada, incluindo as mídias integradas, como o Instagram.

 

3 – Mude as Dimensões das Imagens

Muitas vezes, o que muda de uma rede para a outra é apenas as dimensões das imagens.

 

Por esse motivo, ao criar um anúncio sobre sinalização horizontal preta, por exemplo, busque conhecer as especificações de cada canal e aproveite a arte, só alterando o tamanho.

 

4 – Adapte o Texto

A empresa pode ter um texto-base e, a partir dele, fazer as mudanças necessárias para cada uma das redes.

 

Por exemplo, o LinkedIn tem um limite de 1.300 caracteres para textos publicados no feed de notícias, o Instagram permite legendas de até 2.200 caracteres, enquanto o Facebook suporta textos mais longos.

 

Assim, verifique as particularidades de cada canal e, se necessário, também faça pequenas mudanças na linguagem (mas, sem perder a essência do conteúdo).

Leia também o nosso post Como Prospectar Novos Clientes Via Instagram e Facebook

Conclusão

O marketing nas redes sociais é uma das principais estratégias de divulgação digital, devido a popularidade desses canais, bem como a facilidade de compartilhamento de conteúdo.

 

Com um grande alcance, as redes são capazes de aumentar o reconhecimento da sua empresa no mercado, melhorar o tráfego orgânico e, além disso, contribuir com a reputação do seu negócio, gerando mais vendas.

 

Fora isso, vale dizer que a criação de perfis corporativos é gratuita na maioria das redes sociais, por isso, é uma estratégia com ROI (Retorno sobre Investimento) muito positivo.

 

Por esse motivo, estar nas redes sociais é sinônimo de alcançar notoriedade com o planejamento em marketing digital, além de conquistar excelentes resultados em um curto período de tempo.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

One thought on “Como Utilizar o Mesmo Conteúdo em Redes Sociais Diferentes?”

  1. Pingback: Entenda o Quanto é Importante Otimizar o Site - Blog da Agência7 Soluções WEB
  2. Trackback: Entenda o Quanto é Importante Otimizar o Site - Blog da Agência7 Soluções WEB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze + sete =