Browse By

O Que é Marketing Jurídico e Como Fazer?

Por mais que apresente distinções quando comparado com outros setores, o marketing jurídico conta com um grande potencial para o sucesso de empresas da área.

 

Afinal, as táticas comerciais são importantes para que as empresas sobrevivam e se destaquem no mercado, o que envolve desde o trabalho das relações com os clientes até métodos para fortalecer a imagem da marca.

 

Nesse cenário, é válido considerar que a popularização da internet tem grande influência na tecnologia e comunicação, o que faz com que os consumidores tenham uma relação diferente com o mercado, principalmente com uma presença online mais evidente.

 

Sendo assim, seja em relação a cliente em potencial de uma empresa que atua com laudo de vistoria para transferência ou em outro setor, estar nos canais certos para alcançá-lo é fundamental.

 

O Que é Marketing Jurídico e Como Fazer?

Imagem de jessica45 por Pixabay

 

No entanto, ao se tratar do marketing nesse segmento, assim como na área da medicina, há uma série de normas a serem adotadas. Um dos motivos apontados é para que a credibilidade e a ética sejam preservadas.

 

Os Benefícios Do Marketing Jurídico

O fato de existirem restrições não aponta um menor valor para o marketing no setor, especialmente por ser uma maneira de alcançar autoridade e um diferencial competitivo.

 

Por isso, o posicionamento no mercado tem um grande potencial para a atração de mais clientes, que naturalmente buscam uma empresa de advocacia que transmita confiança.

 

Além desses fatores, é válido considerar que com o trabalho das ferramentas certas, há possibilidade de gerar valor em canais diferentes, assim como as recomendações podem espalhar de um modo mais produtivo.

 

Esse é o exemplo de uma empresa que atua com gerador para alugar e necessita de um profissional dessa área para lidar com questões burocráticas da empresa.

 

A partir da imagem estruturada junto ao cliente, é possível obter avaliações positivas e ser indicada.

 

Há ainda outro ponto a ser considerado. A partir do momento em que uma empresa jurídica contrata profissionais de marketing, há maiores chances de alcançar às estratégias e os clientes com mais tranquilidade.

 

Afinal, esse setor será o responsável por analisar qual a linha de plano mais compatível com o negócio , pela execução e, naturalmente, pelas etapas de averiguação de resultados.

 

Vale mencionar que a última etapa, de análise de resultados, é crucial para identificar a performance das táticas de marketing.

 

O Que Exige Cuidado No Marketing Jurídico?

Para que o marketing jurídico seja realizado de forma eficaz e, de fato, seus objetivos e vantagens sejam atingidos, há necessidade de que os profissionais tenham cautela com as limitações legais.

 

É preciso que exista clareza, principalmente em relação ao caráter informativo das táticas. Essa questão é algo indicado pelo artigo 39, integrante do Capítulo VIII do Código de Ética e Disciplina da OAB, da seguinte maneira:
“A publicidade profissional do advogado têm caráter meramente informativo e deve primar pela discrição e sobriedade, não podendo configurar captação de clientela ou mercantilização da profissão.”

 

Além dessa questão, outros pontos abordam a restrição a respeito de se referir de forma direta ou indireta a uma função pública que tenha executado, assim como expressões persuasivas na oferta de atividades.

 

Na verdade, o cuidado com o caráter das informações transmitidas está associado a uma série de elementos.

 

Para se ter uma ideia, não é permitido mencionar um título acadêmico não reconhecido ou apresentar características estruturais da empresa.

 

Quando se trata da publicidade associada aos outros setores, por exemplo, setores que trabalham com automóveis que divulgam laudo veicular preço, há uma flexibilidade diferenciada em relação ao meio jurídico.

 

Ainda mais, conforme o Código de Ética e Disciplina são vedadas publicidades associadas aos seguintes canais:

  • Televisão;
  • Cinema;
  • Rádio;
  • Outdoors;
  • Inscrições em espaços públicos.

 

Dessa forma, o e-mail é um dos poucos dados que podem ser apresentados de forma livre nesses meios. As informações que acompanham os e-mails devem ser cautelosamente selecionadas para que não transmitam a ideia de mercantilização do serviço.

 

As Possibilidades No Marketing Jurídico

Se por um lado existem as restrições anteriormente abordadas, por outro, é interessante citar uma série de possibilidades a serem exploradas no marketing jurídico, com ênfase na produção de conteúdo relevante.

 

Antes de apresentar de uma forma mais ampla tais alternativas, é interessante citar algumas das ações permitidas para as empresas do setor:

  • Estruturar um site;
  • Apresentar o horário de atendimento;
  • Divulgar formas de contato;
  • Informar especialização;
  • Indicar número de inscrição dos advogados.

 

É interessante que cada informação ou canal explorado conte com clareza e compatibilidade com a atuação do profissional, principalmente no tipo de abordagem.

 

Por exemplo, um potencial cliente que busca auxílio da área para investigação de passivo ambiental, terá mais chances de solicitar o serviço caso se depare com uma linguagem adequada e que transmita credibilidade.

 

Vale mencionar neste ponto que o tipo de serviço mencionado locais com suspeita de contaminação. Por esse motivo, é preciso trazer conteúdos que abordem as formas de lidar com isso.

 

Já em relação ao uso de plataformas como sites e redes sociais, por se tratar de um setor classificado como tradicional, é muito comum que muita dúvidas apareçam. No entanto, podem ser canais decisivos para atração e envolvimento de clientes.

 

A seguir, confira como esses meios podem ser utilizados nessa área:

1. Redes Sociais

Quando se fala do uso estratégico de redes sociais, diversos segmentos podem apostar nesse meio, como um empreendimento de construção de mezanino de aço até instituições de ensino.

 

No cenário geral, as possibilidades são variadas, como anúncios patrocinados, enquetes, vídeos, imagens, textos, transmissões ao vivo, entre outras.

 

Por outro lado, ao se tratar do meio jurídico, o ideal é que os esforços sejam direcionados para a relação da empresa com a audiência.

 

Dessa forma, é válido citar que não basta criar um perfil, é preciso se ater ao modo de atuação mais adequado.

 

Nesse caso, a atuação pode corresponder a uma abordagem compatível com o público e o investimento em um conteúdo de qualidade.

 

Mais uma questão a ser considerada nas estratégias de redes sociais, como nas demais abordadas, é a necessidade de identificar quais são as principais características da audiência.

 

Possivelmente, profissionais da área que atendem laboratórios que realizam processos como exame toxicológico admissional clt, apresentam distinções na abordagem e até mesmo plataformas mais usadas para alcançar públicos de outros segmentos.

 

Para contribuir com o engajamento, é interessante que exista uma frequência bem definida de publicações, em especial, para não transmitir uma imagem de negligência para o público.

 

2. Sites

Hoje em dia, ter um site é um dos pontos básicos para toda empresa que deseja ter uma boa presença online.

 

No entanto, da mesma forma que as redes sociais, não basta criar, é preciso empregar estratégias para obter resultados positivos.

 

Essa é uma das plataformas de maior destaque para obter informações sobre os profissionais, valores da empresa, entre outros aspectos que podem ser decisivos para que o cliente em potencial adquira maior confiança.

 

Também é interessante analisar o fato de que o acesso ao site da empresa, assim como de redes sociais e diversas plataformas, é cada vez mais realizado por dispositivos móveis – o que envolve diferentes telas.

 

Nessa situação, é possível imaginar o caso de uma empresa que comercializa transformador trifásico e necessita de um advogado trabalhista, sem dúvidas, é preciso ter consciência de que a busca pode partir de diversos aparelhos.

 

Certamente, essa é uma das características dos novos modos de consumo e que torna fundamental a preocupação com plataformas responsivas.

 

Esse tipo de adaptação preza que as páginas de blogs e sites possam ser utilizadas com praticidade em telas variadas, o que evita grandes frustrações do usuário e o abandono da plataforma.

 

Leia também o nosso post Saiba Como Utilizar o Facebook Ads Para Impulsionar Seu Negócio

 

3. Blog

O ideal é que o blog seja atrelado ao site e que apresente artigos jurídicos e materiais úteis da área, assim como curiosidades e demais alternativas que possam fazer a diferença para o tipo de audiência atendida.

 

Por exemplo, se um escritório atua com direito ambiental, o mais comum é que em seu blog o conteúdo seja predominante de artigos para a audiência dessa área.

 

Já em situações de escritórios que atuam em diversas áreas, desde um possível cliente de um empreendimento que oferece soluções para regularizar CNH vencida e enfrenta questões trabalhistas até indivíduos com processos familiares podem usufruir do conteúdo.

 

Fatores como esses reforçam a importância de conhecer o público-alvo da empresa e atuar de modo compatível para que, de fato, o direcionamento tenha um resultado eficaz.

 

Em outras palavras, um direcionamento inadequado pode comprometer os resultados das estratégias.

 

Além disso, é válido priorizar um visual agradável em cada canal trabalhado para que exista harmonia entre a atratividade e a qualidade dos materiais, o que potencializa a percepção positiva dos clientes.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 − dois =

0