Como Melhorar a Comunicação Com Alunos Utilizando Email Marketing

Uma comunicação de qualidade com alunos deve fazer parte da rotina de uma instituição de ensino, que pode utilizar diversas ferramentas para isso, tal como o email marketing.

 

Mesmo que anteriormente essa ferramenta tenha sido considerada mais um meio de fazer propaganda do que um contato pessoal, hoje o email marketing é visto como uma maneira eficiente de levar informações importantes para o seu destinatário, independentemente do segmento de uma empresa.

 

Nesse caso, uma instituição de ensino pode melhorar a comunicação interna do seu estabelecimento utilizando algumas técnicas comuns, como um aviso oral por parte dos funcionários, cartazes disponibilizados em seu display para exposição ou também com panfletagem.

 

Mas, com a notável presença da internet na rotina das pessoas, alguns desses formatos podem ser otimizados, justamente porque oferecem mais conforto para os interessados.

 

Como Melhorar a Comunicação Com Alunos Utilizando Email Marketing

 

Isso porque é muito mais rápido receber um email na sua caixa de entrada, que trate sobre um assunto relevante, do que ter que ir até um determinado local do estabelecimento para consultar se há algum tipo de informativo que seja pertinente a você.

 

Por isso, o email marketing se mostra como um formato bastante eficiente de comunicar algo importante aos interessados, fazendo com que a informação chegue de maneira rápida a quem precisa recebê-la.

 

Email Marketing: Para Que Utilizá-lo?

De início, para que uma instituição possa se comunicar efetivamente com seus alunos por meio do email marketing, ela precisa que o cadastro deles esteja atualizado.

 

Depois, essa ferramenta precisa ser bem estruturada para que seja eficiente, de modo que o email não seja utilizado apenas como meio de realizar propagandas, mas como uma forma de levar informações importantes para os alunos.

 

Desse modo, uma instituição pode utilizar o email marketing para:

  • Enviar informações pontuais de maneira individual;
  • Divulgar alguns cursos interessantes aos alunos;
  • Informar sobre eventos dentro do estabelecimento;
  • Comunicar sobre reuniões que acontecerão no local, etc.

 

Uma instituição pode utilizar o email marketing para se comunicar individualmente com cada um de seus alunos, mesmo que uma determinada informação seja de interesse geral.

 

O envio do boletim pertinente à atividade de cada aluno é um exemplo disso, já que todos eles receberão o mesmo conteúdo de maneira personalizada.

 

Outra maneira de utilizar o email marketing é informar aos alunos sobre um curso interessante que será promovido na instituição, informando sobre data, local, horário e outros detalhes.

 

Além disso, é importante comunicar restrições, tal como o uso de controle de acesso para eventos que liberam apenas a entrada de alunos matriculados na instituição.

 

É também possível utilizar email marketing para comunicar sobre eventos gerais. Nesse caso, pode-se utilizar até mesmo a lista de leads que demonstraram interesse em receber informações sobre a instituição, mesmo que eles ainda não sejam alunos.

 

Esses eventos podem ser importantes para trazer pessoas interessadas em conhecer a estrutura do local.

 

Nesse caso, pode ser importante investir em uma montagem de stands para feiras, já que é possível disponibilizar pequenos balcões de informação dentro do estabelecimento, facilitando o atendimento simultâneo dos visitantes.

 

Se a estrutura do evento ainda comportar apresentações, pode-se ainda investir em outros elementos, que certamente vão demonstrar a preocupação da instituição em oferecer o que há de melhor em termos de tecnologia e ensino para os seus alunos.

 

Assim, para a montagem de um palco, pode-se realizar uma locação de iluminação para festa, de modo que o cenário seja completo e bem montado. Assim, durante uma apresentação ao público, é possível proporcionar um evento de qualidade.

 

Pelo email marketing, também é possível levar informações sobre procedimentos internos da instituição, tal como as reuniões e conferências próprios desse tipo de estabelecimento.

 

Desse modo, os alunos dos cursos de tecnologia, por exemplo, que interessados em saber mais sobre a implementação de uma impressora 3d grande porte na instituição, podem participar desse momento e interagir de maneira construtiva com os responsáveis.

 

Nesse cenário, é possível perceber que o email marketing é uma maneira bastante produtiva de levar ao conhecimento dos alunos alguns dos processos internos de grande importância dentro da instituição, fazendo com que eles estejam sempre informados sobre os elementos estruturais do local, além de tornar conhecidas as suas novidades.

 

Como Elaborar Um Bom Email Marketing?

Dada a importância dessa ferramenta de comunicação, é preciso conhecer as principais estratégias para criar um email marketing atrativo e eficaz para os seus alunos.

 

Para isso, podem ser utilizados elementos como:

  • Produção de conteúdo informativo relevante;
  • Formato agradável e estrutura simplificada;
  • Aplicação de Call to Action na estrutura do email;
  • Utilizar uma linguagem adequada para o assunto, etc.

 

O Conteúdo De Um Email Marketing Deve Ser Relevante

Recebemos, diariamente, uma série de emails marketing em nossa caixa de entrada, que oferecem conteúdos diversos e muitas vezes desinteressantes.

 

Por isso, uma instituição deve abordar assuntos relevantes e informativos aos seus alunos, justamente para que ela se não torne apenas mais uma das empresas que utilizam o email marketing com a finalidade de publicidade para o seu público.

 

Nesse caso, um email marketing significativo pode tratar de vários assuntos, que vão desde a implementação de novos equipamentos em seu estabelecimento, até uma parceria com uma gráfica para impressão de livros próxima da instituição, que vai oferecer descontos em impressões e cópias para os alunos.

 

Investir Em Um Formato Simples e De Leitura Agradável

Grande parte dos alunos aproveita os seus intervalos para abrir emails e mensagens importantes da instituição. Por isso, é preciso investir em uma estrutura compacta e direta, que proporcione uma leitura agradável aos destinatários do email.

 

Como exemplo, pode-se utilizar algumas imagens ou até mesmo vídeos, que levem o conteúdo de maneira simplificada aos alunos, explicando de maneira mais concreta sobre um determinado assunto ao mesmo tempo em que prende a sua atenção.

 

Essa é uma técnica interessante, que torna um texto mais atrativo. Uma gráfica que deseje vender cartão de visita alto relevo, por exemplo, certamente precisará de um conteúdo mais visível para que seus clientes entendam como o produto oferece o efeito mencionado.

 

É por isso que essas ferramentas podem fazer parte de um email marketing mais eficiente para que a instituição se comunique de forma acessível com seus alunos.

 

Além disso, ainda pode-se utilizar tópicos e subtítulos para tornar a leitura mais prazerosa, investindo em técnicas de escrita para esse formato de comunicação.

 

Chamando Os Alunos Para Uma Participação Mais Ativa

O email marketing pode ser um grande auxílio para ajudar a engajar mais os alunos, para que eles participem de várias ações e interajam de maneira efetiva com os contatos realizados pela instituição.

 

Para isso, é possível utilizar uma ferramenta chamada Call to Action, que tem por objetivo fazer com que o leitor daquele conteúdo realize uma ação de acordo com o que foi oferecido no email.

 

Ao promover uma série de atividades esportivas coletivas dentro do estabelecimento, pode ser interessante realizar alguns contatos com os alunos via email marketing, para que eles possam ser informados sobre esses eventos, e chamá-los para realizarem a inscrição por meio de um link enviado no corpo do texto.

 

Ou também enviar um determinado material para os alunos, chamando-os para realizar o download utilizando expressões como “Clique aqui”, ou “Baixe agora”, que façam o aluno acessar um link enviado no email.

 

Essa estratégia é amplamente utilizada em email marketing pois é capaz de engajar grande parte dos leitores a realizar uma ação que traz benefícios, tanto para a instituição em si, quanto para os alunos.

 

Utilizar Uma Linguagem Adequada Para Comunicação Com o Público Leitor

Uma comunicação eficiente envolve conhecimento sobre quem é o seu público, já que o tipo de linguagem utilizada dentro de um email marketing deve estar de acordo com o destinatário.

 

Nesse caso, pode fazer muito mais sentido escrever um texto com uma abordagem mais leve, quando o assunto é informal, enquanto é necessário utilizar uma escrita mais teórica quando for preciso abordar um mais técnico.

 

Essas estratégias visam fazer com que o leitor compreenda o que está sendo dito, para que o conteúdo seja absorvido de maneira integral.

 

Além disso, é muito mais eficiente adaptar a linguagem de um texto para a persona da empresa.

 

Ou seja, uma instituição precisará utilizar um formato de comunicação mais interativo e descolado com seus alunos, pois a faixa etária dos estudantes comporta esse tipo de contato.

 

Já para se comunicar com os professores da instituição, por exemplo, certamente uma abordagem formal fará mais sentido.

 

Sendo assim, o email marketing se mostra como uma das melhores estratégias de comunicação para qualquer tipo de empresa, e em especial para aquelas que precisam estabelecer um contato mais próximo com o seu público, como no caso das instituições de ensino.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Como Converter Clientes Utilizando Landing Pages

Nenhum empresário pode ignorar as mudanças que ocorreram na transição entre o marketing offline e o online. No universo deste último, há várias estratégias a serem levadas em conta, mas certamente a da Landing Page é uma das mais promissoras.

 

Essas páginas de destino (tradução literal de landing pages), são muito mais do que uma simples sessão destacada do site. Ou ainda, muito mais do que uma página de promoções e vendas, ao contrário do que alguns pensam.

 

Seu foco é um call to action, ou seja, um chamado para ação. Seja ele qual for: pode ser uma simples curtida, um compartilhamento, o preenchimento de um formulário para captação de lead. Assim como pode ser, de fato, a consumação de uma venda.

 

A estratégia das landing pages se cruzam com vários conceitos de marketing digital.

 

Como Converter Clientes Utilizando Landing Pages

 

Especialmente com o de marketing de conteúdo, inbound marketing, funil de vendas, lead e jornada da compra, conforme veremos.

 

Afinal, o foco dessas páginas é justamente fazer o cliente avançar pelo funil. O incrível é que elas podem ser utilizadas em qualquer etapa da jornada e do processo.

 

Então, se você quer ficar por dentro das maiores técnicas que giram em torno dessa estratégia incrível, e descobrir como converter mais clientes, e de modo mais rápido, siga conosco na leitura deste artigo.

 

Conceitos Básicos Para Dominar As Landing Pages

Como dito acima, hoje o mercado da publicidade está dividido entre o marketing offline de um lado, e o marketing online do outro.

 

É verdade que algumas empresas trabalham ambas as modalidades ao mesmo tempo. De fato, um fornecedor de grama esmeralda (que é uma solução um pouco diferenciada), pode divulgar seu produto tanto pela internet quanto por panfletos, rádios, outdoors e afins.

 

Também assim, não é o fato de estar na internet ou fora dela que determina a linguagem utilizada. Na verdade, aí é que está o ponto: a linguagem antiga da publicidade apelativa, que só sabia focar no produto e na marca, é que tem caído cada vez mais em desuso.

 

Entrando em cena assim os princípios que são bases para aprendermos utilizar as páginas de destino com a máxima assertividade, sendo eles:

  • O de marketing de conteúdo;
  • O de inbound marketing;
  • O de funil de vendas;
  • O de jornada da compra;
  • O da evolução de um lead.

 

O lead nada mais é que um contato de uma pessoa que tem potencial, perfil para vir a ser seu cliente. Este é o grande ponto de mudança na ótica da nova linguagem de marketing.

 

Hoje uma empresa que anuncia seus serviços de iluminação para piscina de fibra, por exemplo, e não quer utilizar a linguagem antiga, não apelará toda hora para fatores como preço, prazo e promoções.

 

Ela precisa gerar conteúdos de qualidade que agreguem valor ao conhecimento do público, seja a respeito da solução oferecida, seja sobre conhecimentos gerais.

 

Chegando então ao chamado inbound e o marketing de conteúdo, nos quais as landing pages se incluem.

 

O funil de vendas nada mais é que as etapas que essa comunicação pode assumir, de modo a transformar um lead em cliente, com uma relação que vai muito além da publicidade que costumava massificar as pessoas e tratá-las como meros números.

 

A Primeira e Principal Das Dicas Para Converter

O call to action mencionado acima, também chamado simplesmente de CTA, tem uma finalidade simples, embora seu intuito seja um pouco mais complexo.

 

O surgimento das landing pages tem uma razão de ser bem interessante: existem websites, blogs e portais que conseguem atrair a atenção de muitos visitantes e leitores, mas não conseguem convertê-los em clientes ou mesmo em leads.

 

Talvez o site da sua indústria tenha os melhores materiais sobre transportador helicoidal (equipamento focado no transporte de granulados, pastas e pós), mas não saiba fazer CTA, como o de chamar o cliente para preencher um formulário, por exemplo.

 

Assim, o foco principal das landing pages é criar uma página que tenha poucas distrações, extraindo menus, banners e textos em excesso.

 

Contudo, isso deve ser feito sem que ela deixe de ser interessante, sem que deixe de ser um marketing de conteúdo.

 

Seguindo a mesma lógica, além de ela ir direto ao ponto, também deve prometer algo que tenha valor real para seus visitantes. Se o assunto é modernização de equipamentos, upgrades e retrofit de máquinas, disponibilize apenas parte do material na landing pages.

 

O fundamental da informação pode estar em um e-book mais completo. Assim, a estratégia amarra todas suas pontas.

 

Ao ver um bom conteúdo introdutório o visitante provavelmente irá querer o material mais completo, e para tanto você pede os dados de contato dele.

 

Pronto, ao fazer isso você já começou a converter seus visitantes e leitores em leads.

 

Como Qualificação e Segmentação Ajudam a Converter?

Para que o valor do banco de leads seja reconhecido é preciso compreendermos a mudança de paradigma mencionada acima: hoje grande parte do público mudou e já não aceita ser tratado de modo despersonalizado.

 

Diante disso, os leads assumem o papel e a importância dos próprios clientes. É neles que reside o potencial de crescimento da empresa.

 

De fato, há sites que captam dezenas de milhares de leads por mês, e depositam todas suas estratégias nisso.

 

Dada essa importância crescente, nos últimos anos surgiram várias ideias em torno desse conceito inovador. As principais são as de lead scoring e de qualificação de leads, cuja ideia central consiste em segmentar os contatos conforme o nível de interesse deles.

 

Graças a essas estratégias é que as landing pages podem se tornar muito mais eficientes, e converterem muito mais do que se fosse para o trabalho ser feito às cegas.

 

Assim, dependendo da interação que um leitor ou lead faz em uma landing page sobre instalação de DPS, que são os Dispositivos de Proteção contra Surtos (elétricos), é possível saber qual o interesse dele, e em que momento será conveniente abordá-lo comercialmente.

 

O scoring nada mais é que a “pontuação” do lead. É preciso ter esse controle para saber o momento exato de fazer cada tipo de abordagem.

 

A qualificação, por sua vez, deve ser feita pelo próprio marketing da empresa, traçando as estratégias ideais para cada conversão.

 

Geralmente o funil de marketing digital é escalonado assim:

  • Visitantes e público geral;
  • Leads e contatos informados;
  • Prospects já qualificados;
  • Suspects (não estão no momento de compra);
  • Oportunidades a serem convertidas;
  • Clientes ou leads já convertidos.

 

Deixar de respeitar essas etapas durante a comunicação com os visitantes/leads, é um dos principais motivos para não conseguir a tão almejada e necessária conversão.

 

Por isso, é fundamental ter um banco de leads organizado e segmentado conforme as etapas de cada contato, e em conformidade com as estratégias das landing pages.

 

A Importância De Saber Criar Uma Oferta Irresistível

Quando falamos acima sobre a diferença entre a velha e a nova linguagem, sobre os clientes que já não querem ser atraídos por promoções, preços e prazos, isso não quer dizer que as pessoas não busquem as melhores vantagens de mercado.

 

De fato, uma dica fundamental para que sua landing page converta é que ela tenha uma boa oferta. Ou seja, que ela ofereça algo que realmente interessa ao seu público.

 

Se a sua página sobre terraplanagem de terreno oferece um serviço que pode ser encontrado em qualquer blog, é pouco provável que o visitante queira pagar por isso.

 

Neste caso, você o fez passar pelas etapas do funil, mas não poderá entregar o que prometeu.

 

Portanto, uma boa estratégia de landing page não exime a empresa de ter os elementos comerciais básicos do mercado: uma boa solução, diferenciais competitivos, suporte e atendimento, reputação positiva no mercado e nas plataformas de qualificação de empresas.

 

O que as landing pages trazem, sem dúvida, é uma vantagem incrível em termos de CAC, ou seja, de Custo de Aquisição por Cliente.

 

Com elas, não é necessário malgastar um tempo enorme indo atrás dos interessados, pois, eles irão buscar por você.
Abaixo veremos como isso pode ser feito de modo ainda mais eficiente.

 

Como Aumentar o Tráfego Das Suas Landing Pages?

Se a landing page é uma página, ela pode ser promovida e divulgada tal como qualquer outro conteúdo digital de um website, não é mesmo?

 

Inclusive, os motores de busca da atualidade lidam justamente com páginas, e não com websites inteiros. Isso quer dizer que uma empresa pode ter uma ou mais páginas bem ranqueadas, e outras não.

 

A dica fundamental aqui é a palavra-chave e a formulação. Se o seu material é sobre nobreak para ar condicionado, por quê não fazer o SEO da página e garantir que sempre que o cliente escrever esse termo nos buscadores você aparecerá com destaque?

 

Em português a sigla SEO (Search Engine Optimization) significa, justamente, Otimização para Motores de Busca.
E o mais interessante é que algumas das exigências de ranqueamento servem para tornar seu material naturalmente melhor.

 

Os sites melhor colocados são os que têm melhor conteúdo e melhor formatação. Assim, mais do que simplesmente repetir uma palavra-chave como “mezanino industrial“, é importante investir no título, na descrição, no uso de imagens e de tópicos.

 

Ao garantir a divulgação da página, a qualidade do seu conteúdo, e a compreensão dos conceitos desenvolvidos acima, certamente você fará suas landing pages converterem muito mais clientes, aumentando incrivelmente os resultados da sua empresa.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

E-mail Marketing Para Autopeças Varejistas

Você já ouviu falar nas vantagens que o e-mail marketing traz para uma empresa? Em qualquer tipo de área ele pode ser considerado fundamental, assim como no segmento de autopeças.

 

Afinal, o setor é responsável por fornecer componentes essenciais para os mais diversos tipos de veículos, possuindo uma importância fundamental no cenário econômico nacional.

 

Além disso, segundo dados abordados no Desempenho do Setor de Autopeças 2019, realizado pelo Sindipeças (Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores), o setor emprega cerca de 175 mil pessoas em todo o Brasil.

 

Por isso, as empresas que atuam nessa área possuem um grande potencial de crescimento, além de serem responsáveis por movimentar de maneira expressiva a economia de vários locais.

 

E-mail Marketing Para Autopeças Varejistas

 

O setor de autopeças possui quatro tipos principais de segmento de vendas, sendo eles:

  • O segmento das fabricantes de autopeças;
  • O segmento de reposições;
  • O segmento de exportação dos produtos;
  • O segmento intrassetorial.

 

O e-mail marketing certamente faz diferença em todos eles, sendo responsável por tornar a comunicação de uma empresa com os seus clientes muito mais dinâmica e eficiente, sejam eles outros estabelecimentos ou mesmo o consumidor final.

 

Neste artigo, abordaremos a importância do e-mail marketing como uma ferramenta eficiente dentro do comércio varejista de autopeças, revelando como ele pode ser responsável por trazer mais clientes, melhorando os resultados de vários negócios.

 

O Que é o E-mail Marketing?

Se você conhece as principais estratégias de marketing digital, provavelmente sabe que o e-mail marketing é uma das mais eficientes.

 

Ele é o responsável por criar uma comunicação mais próximas com os seus clientes, por meio do envio de um conteúdo que aborda diferentes tipos de estratégia.

 

Uma informação válida sobre o tema é que, apesar do e-mail ter sido considerado um tipo de publicidade incômoda por algum tempo, hoje a sua importância é reconhecida de maneira expressiva em qualquer segmento de atuação.

 

O motivo principal disso é que, atualmente, o e-mail marketing utiliza abordagens muito mais eficazes e interessantes, que atraem a atenção do cliente para o que aquele material tem a dizer.

 

Se anteriormente as empresas apostavam no disparo constante de e-mails para serem vistas, hoje elas elaboram um conteúdo com maior qualidade e informações valiosas, o que faz com que seus destinatários queiram lê-lo.

 

Assim, ao receber um e-mail que aborde as qualidades do uso de um sombrite para estacionamento para proteger a pintura do seu automóvel, você percebe que ele traz referências que tornam o conteúdo relevante, e deseja abri-lo.

 

Por isso, o e-mail marketing é considerado uma das ferramentas mais eficientes de marketing digital, e pode ser utilizado de maneira bastante assertiva para conquistar cada vez mais clientes interessados na compra de autopeças.

 

Quais São As Principais Possibilidades e Os Desafios Dessa Ferramenta?

O uso do e-mail marketing no comércio varejista de autopeças pode abordar diferentes possibilidades.

 

Uma delas trata do envio de promoções que a sua loja esteja fazendo no momento. Assim, você pode enviar um e-mail que oferece um produto de grande procura do público que acompanha o seu segmento, tal como som automotivo com TV digital, por um preço mais atrativo.

 

Se o cliente já estava interessado em adquirir um equipamento de áudio para o seu veículo, ele certamente optará por realizar a compra, justamente porque o e-mail foi enviado para a caixa de entrada dele, despertando o interesse.

 

Outra possibilidade do uso do e-mail marketing no varejo de autopeças pode ser para transmitir um conteúdo de grande relevância aos motoristas, tal como a periodicidade ideal de se realizar a manutenção dos freios automotivos.

 

Isso, porque os elementos utilizados na sua composição se desgastam com o uso constante, e precisam ser substituídos para devolver a eficiência do sistema de frenagem do carro, como é o caso das pastilhas de freio.

 

Mesmo em datas comemorativas, o e-mail marketing pode ser enviado para os clientes, de modo a investir em um contato mais próximo.

 

Pode-se também utilizar a estratégia de oferecer um presente em decorrência da comemoração, ofertando o serviço de retifica de disco de freio em uma empresa parceira como brinde, caso o cliente realize a compra de uma peça no seu estabelecimento.

 

Assim como existem diversas possibilidades de uso do e-mail marketing, há também desafios para serem superados, que podem trazer um retorno maior da ferramenta.

 

O mais importante é, sem dúvida, atrair o leitor pelo título. O título é a porta de entrada de qualquer e-mail, por isso ele deve ser elaborado de uma forma breve e impactante, despertando a curiosidade do cliente.

 

Superado esse primeiro ponto, há o desafio de prender a atenção do leitor no conteúdo enviado e, por isso, o corpo do e-mail deve ser bem elaborado, apresentando um layout interessante e um texto bem desenvolvido.

 

Assim, ao enviar um e-mail abordando as vantagens da instalação de uma injeção eletrônica programável, pode ser interessante investir em fotos na produção do conteúdo, mostrando diferentes modelos e, também, em um link de vídeo que mostre o funcionamento do equipamento.

 

Essa estratégia pode resultar no aumento das vendas do seu comércio varejista de autopeças, já que o e-mail pode levar o cliente até a sua loja virtual, por exemplo.

 

Outro desafio do e-mail marketing é o fazer com que a aplicação do CTA (Call to Action) seja levado em consideração pelo leitor.

 

Ao utilizar expressões que chamem o cliente a realizar uma ação, é preciso que o desenvolvimento do conteúdo seja feito de maneira interessante, para que ele resulte em um ato.

 

Isso é importante tanto para uma loja de autopeças quanto para uma oficina de pintura automotiva, que podem disponibilizar ao final do e-mail o link da página do seu site para que o cliente conheça sua estrutura e produtos/serviços.

 

Esses desafios podem ser mais facilmente superados com o desenvolvimento de um bom texto, de modo que o e-mail marketing utilizado para alavancar suas vendas de autopeças possa alcançar cada vez mais clientes.

 

Como Tornar a Ação De E-mail Marketing Mais Eficiente?

Depois de abordar as possibilidades e desafios, é preciso investir em estratégias que vão tornar o envio de e-mail marketing mais eficiente.

 

Para isso, é preciso:

  • Conhecer o público-alvo do seu negócio;
  • Definir o objetivo e a meta do envio de e-mail;
  • Planejar a frequência de envio;
  • Investir em relacionamento com o cliente.

 

Conhecer o público-alvo do seu negócio é essencial para que o envio de e-mails possa ser mais assertivo e direto.

 

Afinal, se você produz um conteúdo sobre o processo de transferência de um veículo, mencionando etapas como a vistoria veicular, decalque do chassi e preenchimento de formulários, esse artigo precisa chegar para as pessoas que se interessam por esse tema.

 

Além disso, é preciso definir as metas e o objetivo do envio do e-mail marketing. Você deseja promover as vendas de um novo item? Oferecer conteúdos sobre manutenção e reposição de peças nos veículos? Comunicar sobre assuntos relacionados ao seu varejo?

 

Questões assim devem ser respondidas para que o e-mail possa ser elaborado de forma mais direta, de modo que quando ele for enviado aos seus consumidores, o retorno dessa ação seja positivo.

 

Depois de estabelecer os objetivos, é preciso planejar a frequência do envio de e-mail marketing para seus clientes. Esse ponto é essencial para que o público seja impactado da forma mais adequada.

 

Isso, porque a quantidade de e-mails enviados precisa ser balanceada, para que o contato da sua loja com os clientes seja benéfico para ambos os lados.

 

O e-mail marketing ainda pode ser utilizado como uma ação eficiente de relacionamento com os clientes. Afinal, ele possibilita ações que podem fornecer vantagens para o seu público.

 

Ao enviar um e-mail com uma campanha de desconto para a compra de um conjunto de pneus, por exemplo, você pode oferecer um benefício ao comprador: ao adquirir o kit, ele ganha a montagem de pneus novos, que pode ser realizada em uma empresa parceira da sua loja.

 

Por isso, campanhas de e-mail marketing podem gerar bons resultados, fazendo com que seus clientes aproveitem para realizar uma compra de autopeças, que já estava adiando há algum tempo, para aproveitar as vantagens oferecidas pela sua loja.

 

Investir nesse relacionamento com o cliente pode ser essencial para fidelizá-lo, garantindo que ele sempre retorne à loja para efetuar novas aquisições para o seu veículo.

 

Nesse cenário, é possível perceber o quanto o e-mail marketing pode trazer benefícios para a sua loja de autopeças, já que ele pode tornar a sua empresa muito mais próxima dos seus clientes, ao mesmo tempo em que ele se mostra uma ferramenta capaz de multiplicar os resultados do seu negócio.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Como Implementar Automação de Marketing Na Sua Empresa

A automação de marketing é extremamente importante no marketing digital, pois ajuda as empresas a atingirem potenciais clientes em grande escala e com personalização.

 

Isso é fundamental, porque a internet concentra um público imenso, que pode ser alcançado com uma grande diversidade de tipos de estratégias, desde que todas elas sejam realizadas adequadamente.

 

A automação de marketing é a ferramenta perfeita para esse desafio, auxiliando tanto os pequenos empreendedores quanto os grandes empresários, em diversos segmentos de atuação.

 

Como Implementar Automação de Marketing Na Sua Empresa

 

O Que é a Automação De Marketing?

O termo automação de marketing se refere à prática de usar softwares e outras tecnologias para ações em larga escala, possibilitando melhores resultados para as campanhas.

 

As ferramentas identificam, acompanham e facilitam ações personalizadas com o público dos empreendimentos, contribuindo para o relacionamento e, consequentemente, gerando mais vendas.

 

Para entender a importância da automação, basta pensar na rotina dos profissionais de marketing e nas tarefas que eles precisam realizar frequentemente para promover serviços como a locação de caçamba de entulho, por exemplo. Dentre elas, destacam-se:

  • Publicar conteúdos nos blogs das empresas, para atrair visitantes;
  • Divulgar as postagens nas redes sociais, gerenciando o engajamento;
  • Gerar contatos para vendas, com formulários em campanhas por email;
  • Produzir postagens, e-books, planilhas, webinars, formulários, entre outros;
  • Avaliar as respostas de formulários, qualificando potenciais clientes;
  • Produzir conteúdos para nutrição dos contatos para as compras;
  • Mensurar resultados das campanhas de marketing, focando em melhorias.

 

Portanto, são muitas atividades importantes para uma campanha de Marketing Digital de sucesso e, quanto mais a empresa crescer e se desenvolver em seu mercado de atuação, mais contatos são gerados e precisam se trabalhados.

 

Por isso, as equipes de marketing contam com ferramentas de automação, que reduzem o trabalho manual e ajudam a aumentar a eficiência no dia a dia.

 

Diminuindo o tempo gasto com as tarefas sem prejudicar a qualidade do atendimento aos clientes e potenciais clientes.

 

Na prática, pode-se dizer que as ferramentas de automação de marketing ajudam na:

  • Administração das redes sociais das empresas;
  • Estratégias de e-mail marketing;
  • Geração e gerenciamento de leads (potenciais clientes, contatos de e-mail);
  • Análise e acompanhamento das métricas geradas nos processos.

 

Quais Os Benefícios da Automação de Marketing?

A automação de marketing é essencial para as empresas maiores e mais consolidadas, que lidam com uma grande quantidade de contatos e utilizam as ferramentas para facilitar o dia a dia dos profissionais e ainda melhorar o gerenciamento das atividades.

 

É normal que os empreendedores de negócios menores tenham dúvidas sobre as vantagens de implementar a automação de marketing, relutantes em automatizar as tarefas com listas de contatos menores.

 

Entretanto, é válido considerar as possibilidades que a tecnologia oferece, como:

 

Maior Geração de Leads

O lead é um contato que demonstra interesse em comprar um produto ou serviço oferecido pela empresa.

 

Ele é identificado no momento de fornecimento de informações pessoais, como e-mail, nome, idade, endereço, entre outros. Em troca do acesso a materiais ricos, como e-books, planilhas, webinars.

 

O preenchimento de formulários e download de conteúdos acontece nos sites das empresas.

 

Quando uma especializada na produção de compactador de solo elétrico, para exemplificar, já conhece bem a jornada dos seus clientes, encontra mais facilidade para produzir os materiais ricos que servem de iscas.

 

A automação de marketing ajuda as empresas a conhecerem melhor o seu público, o que é primordial na produção de conteúdos para atraí-lo e capturar mais leads.

 

Mais Oportunidades De Vendas

Um contato pode não ter interesse em adquirir itens para a manutenção de piscinas no futuro mas, se a empresa mantém o contato, quando ele precisar de dispositivo de retorno para piscina de alvenaria, ou outros equipamentos, se lembrará da marca.

 

Por isso, o ideal é que as empresas se mantenham presentes na vida dos seus contatos, nutrindo o relacionamento com materiais relevantes e educativos, que certamente serão úteis no momento da compra de um produto ou contratação de um serviço.

 

A automação de marketing possibilita o acompanhamento dos leads uma maneira personalizada, aumentando as oportunidades de negócios para as equipes de vendas.

 

Redução Do Ciclo De Vendas

Com essa ferramenta de automação, um empreendimento especializado no georreferenciamento com drone, por exemplo.

 

Assim como outros tipos de serviços, pode acompanhar, gerir e nutrir contatos mais facilmente, deixando o processo de vendas mais simples e fluido.

 

Em outras palavras, a companhia pode aproveitar o fato de que futuros clientes gastarão menos tempo na decisão até a compra, com argumentos menos resistentes, já que estarão mais bem informados.

 

Redução Do CAC

O CAC (Cost to Acquire Customers, ou custo de aquisição do cliente) é uma métrica que indica o recurso gasto para a conquista de um novo consumidor.

 

Para se ter uma ideia, uma empresa pode até fazer uma ação com ótimos resultados em vendas, mas se for necessário muito tempo para a gestão, gasto com atividades manuais, fica difícil aumentar o impacto ou a quantidade de campanhas de marketing.

 

As ferramentas de automação otimizam tarefas fatigantes e processuais, fazendo com que as informações geradas sejam processadas com mais qualidade.

 

Com um CAC menor, os profissionais de marketing podem ampliar os esforços, atingir mais pessoas e atrair mais clientes com o mesmo investimento.

 

3 Etapas Para a Implantação De Um Sistema de Automação de Marketing

Tendo em mente a jornada que os clientes percorrem desde o momento em que conhecem as empresas até a contratação de serviços como a manutenção fogão industrial.

 

Os sistemas de automação de marketing permitem a análise das ações mais eficazes para a conversão dos consumidores.

 

A interação inteligente e personalizada reflete na conquista e fidelização, com a entrega das mensagens mais adequadas para o momento de cada contato.

 

Contudo, isso depende principalmente de 3 etapas na implantação de um sistema de automação de marketing nas empresas. São elas:

 

1. Definição Da Estratégia Do Sistema De Automação

Assim como toda ação de marketing, a implementação de um sistema de automação deve ser feita com muito planejamento, com etapas pré-estabelecidas.

 

De uma maneira geral, não é recomendada automatização de uma tarefa que não é dominada pela equipe de marketing em seu modo manual.

 

Entretanto, é muito importante conhecer bem o público, suas principais dúvidas e necessidades e as principais fases que ele percorre até a compra de bateria selada para nobreak ou outros produtos.

 

As campanhas devem ser definidas sempre com o objetivo de educar o lead. Elas devem ser testadas e ajustadas, instigando a atuação do público.

 

2. Compreensão Do Público e Ações Personalizadas

Para o sucesso das ações de marketing, a empresa deve saber responder quem é o seu público-alvo, como ele se comporta, quais os seus hábitos e as principais dúvidas no funcionamento de fonte de alimentação estabilizada, por exemplo.

 

As informações ajudarão a empresa a investir na linguagem e ações mais adequadas para se aproximar do público.

 

A atenção deve ser dada ao oferecimento de ações que mostrem ao cliente que ele não é apenas mais um, com as customizações de mensagens.

 

3. Produção De Conteúdo Relevante e Atraente

Atualmente as pessoas encontram uma infinidade de materiais disponíveis na internet, mas podem ter dificuldades em tirar uma dúvida ou buscar uma empresa confiável para a produção de porta de aço automatizada, por exemplo.

 

Nesse sentido, o conteúdo relevante e atraente é de extrema importância, porque ajuda a estabelecer uma relação de confiança com o público.

 

Em conjunto com as ferramentas de automação de marketing, é possível oferecer um material capaz de traduzir as respostas desejadas pela audiência.

 

Mais Dicas Para a Implementação da Automação de Marketing

Outras dicas que podem ajudar a garantir o sucesso da automação são:

  • Ter processos e objetivos bem claros, com planejamento estratégico;
  • Manter um acompanhamento próximo das ações automatizadas;
  • Não generalizar, evitando ações em massa, investindo em segmentação;
  • Cuidar do relacionamento com os clientes atuais;
  • Fazer revisões e contínuas melhorias nas estratégias de marketing;
  • Manter a organização, definindo padrões para as ações.

 

Já com relação à escolha da ferramenta de automação, é válido destacar a importância de pesquisar muito e testar as opções que pareçam mais adequadas, em busca da melhor escolha para a empresa.

 

A avaliação deve levar em conta as funcionalidades, facilidade para o uso, possibilidades de customização e personalização, integração com outras ferramentas e a qualidade dos relatórios gerados para análise.

 

Além disso, recomenda-se a escolha de uma ferramenta que ofereça suporte especializado e treinamentos. Eles podem não parecer muito relevantes no início, mas são essenciais para o aproveitamento de todos as funções do software.

 

Ao final, a automação de marketing possibilita às empresas a atuação de maneira personalizada em grande escala.

 

Uma empresa que domina os próprios processos de marketing pode se beneficiar do investimento nessa ferramenta, com ações planejadas, aumentando a frequência, alcance e intensidade das ações de divulgação.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Ebook Gratuito Como Iniciar No Marketing Digital

Resumidamente, o Marketing Digital é o conjunto de estratégias que um empreendimento pode adotar para ganhar visibilidade na internet, gerar mais conversões e ter um bom retorno sobre o investimento (ROI) feito em suas ações digitais.

 

O marketing digital é uma forma de promover produtos, serviços ou marcas utilizando o poder das mídias digitais e contando com o suporte da tecnologia.

 

Ebook Gratuito Como Iniciar No Marketing Digital
Photo by Charles 🇵🇭 on Unsplash

 

É o que acontece, por exemplo, quando você pesquisa determinado termo no Google e, minutos depois, é impactado por um anúncio do Facebook referente à mesma busca.

 

Baixar Ebook Gratuito

 

CONHEÇA OS CANAIS DE MARKETING DIGITAL

Em meio a tantas possibilidades existentes na internet, a única coisa capaz de definir se determinado canal é melhor ou pior do que outro é o objetivo da campanha.

 

Por que investir em Marketing de Relacionamento?

Ao investir no Marketing de Relacionamento, você obterá como resultado a fidelização de clientes, aumentando assim o alcance da marca.

 

O que é Automação de Marketing?

Quando falamos em Automação de Marketing, nós estamos falando no conjunto de plataformas que irão ajudar a equipe de marketing a automatizar processos e otimizar o seu tempo.

 

Por que investir em Automação de Marketing?

Qualquer empresa que quer crescer através do Marketing Digital, mais cedo ou mais tarde, sentirá a necessidade de investir em uma plataforma de automação de marketing.

 

Para baixar o seu ebook Gratuito Como Iniciar No Marketing Digital, clique no botão abaixo:

Baixar Ebook Gratuito

Como o Email Marketing Pode Ajudar Na Comunicação Interna Da Sua Empresa

O email marketing é uma estratégia de comunicação bastante eficiente, afinal ele permite que um conteúdo seja enviado para quantas pessoas for preciso, em um curto período de tempo.

 

Além disso, é uma ferramenta importante para que todos os funcionários de uma organização estejam sempre por dentro dos pontos importantes da rotina produtiva, ao mesmo tempo em que aproxima cada uma das áreas internas de um estabelecimento.

 

Já é sabido que, para que os funcionários se sintam devidamente inseridos dentro da rotina de uma empresa, é preciso que eles estejam sempre atualizados sobre novas estratégias, além de reforçar os valores e a missão daquele local.

 

Como o Email Marketing Pode Ajudar Na Comunicação Interna Da Sua Empresa
Photo by Web Hosting on Unsplash

 

Por isso, é importante que as empresas invistam cada vez mais em maneiras eficientes de comunicação interna, já que os funcionários são fundamentais dentro do estabelecimento: eles tornam possíveis grande parte das atividades, e fazem com que elas sejam sempre bem executadas.

 

O Que é Email Marketing?

O email marketing existe para facilitar a comunicação de uma empresa com o público externo, aqueles que geralmente são os clientes, ou público interno, os colaboradores da empresa.

 

Essa ferramenta possui diferentes funcionalidades, que pode ser desde a propaganda de um dispensador de senha bico de pato, até o envio de conteúdos de grande relevância, que podem servir para informar os destinatários sobre um determinado assunto.

 

Porém, apesar de muitas empresas apostarem nesse formato apenas para disparo de emails para seus clientes, hoje o email marketing pode ser utilizado em uma estratégia de comunicação com os funcionários de um estabelecimento, facilitando o compartilhamento de conteúdos e mantendo os colaboradores informados sobre vários pontos estratégicos, tais como:

  • Cursos;
  • Eventos;
  • Novidades;
  • Campanhas;
  • Atividades corporativas, etc.

 

Por isso, o email marketing se mostra uma maneira prática de divulgar informações importantes para todos os colaboradores, mantendo-os sempre informados.

 

Estratégias De Uso Do Email Marketing

Justamente por ser um formato bastante prático, é preciso utilizá-lo de maneira estratégica, para que o conteúdo enviado sirva de suporte para a comunicação interna.

 

Tendo em vista algumas das principais necessidades internas de uma empresa, abaixo serão abordados alguns dos pontos principais em que o email marketing pode auxiliar de maneira interessante.

 

Para Divulgação De Um Evento Interno

Muitas empresas realizam, periodicamente, treinamentos e palestras para que a performance da equipe seja melhorada.

 

Isso inclui desde treinamentos motivacionais até os teóricos, que servem muitas vezes para realizar um aprimoramento das funções exercidas pela equipe.

 

Uma organização que trabalhe com equipamentos de energia solar pode, por exemplo, oferecer cursos e palestras de instalação e manutenção de Gerador de energia solar residencial para sua equipe de técnicos, de maneira a capacitar os funcionários a realizar novos serviços.

 

Por meio do email marketing, então, esses funcionários podem ser avisados sobre datas e horário de realização do treinamento, fazendo com que se programem para estar no evento, além de receberem conteúdos programáticos do que será ensinado.

 

Para Apresentar As Novidades Da Empresa

Uma empresa que se preocupa sempre em oferecer novidades ao seu público precisa manter os seus funcionários informados para que eles possam prestar um atendimento qualificado aos seus clientes.

 

Uma clínica de estética que decide investir em novos tratamentos para atender ao seu público pode utilizar o email marketing para comunicar aos seus funcionários informações importantes, como os novos métodos de tratamento para flacidez no rosto, por exemplo.

 

Assim, cada funcionário que atender um cliente ou um possível cliente na clínica, poderá apresentar informações importantes sobre cada um dos procedimentos estéticos oferecidos ali.

 

Isso não só transmite maior segurança ao cliente, como também ajuda o funcionário a melhorar o seu trabalho, de modo a saber responder perguntas sobre Abdominoplastia masculina ou sobre outros processos de beleza.

 

Para Informar Sobre Uma Campanha

Muitas empresas hoje realizam campanhas beneficentes, em que se comprometem a auxiliar determinadas instituições em alguns períodos do ano, arrecadando produtos diversos para encaminhá-los aos mais necessitados.

 

Por meio do email marketing, é possível comunicar aos funcionários sobre essas ações, que podem ser importantes para que eles instruam seus clientes e colegas a realizar uma contribuição.

 

Para Informar Sobre Atividades Corporativas

As atividades corporativas fazem parte da rotina de muitas empresas. Sejam reuniões ou sejam comemorações especiais, é preciso que os funcionários sejam informados com antecedência para que possam participar.

 

Se aquela mesma clínica pretende ampliar a sua oferta de serviços, incluindo procedimentos como Drenagem linfática na barriga, por exemplo, é importante realizar uma reunião com seus funcionários para informar essas novas atividades, podendo utilizar o email marketing para divulgar essa reunião.

 

Depois, é possível enviar todas as pautas levantadas durante a reunião utilizando essa mesma ferramenta de comunicação, possibilitando que os colaboradores acessem facilmente o conteúdo que foi debatido.

 

Para Apresentar Novos Produtos

Quando uma empresa decide ampliar o seu catálogo de produtos, ela pode comunicar aos seus funcionários sobre as novidades por email marketing.

 

Assim, ao incluir um novo modelo de Forro de pvc imitando madeira em seu portfólio, a empresa comunica mais facilmente aos seus colaboradores sobre o novo produto, de modo que eles possam apresentar uma nova opção para os clientes interessados na compra do item.

 

Para Receber Feedbacks Internos

Uma maneira muito interessante de utilizar o email marketing internamente é para realizar pesquisas com os funcionários, enviando uma enquete ou formulário que permita a interação dos colaboradores.

 

Isso faz com que os funcionários possam comunicar eventuais dificuldades ou falta de ferramentas que possam ser necessário para suas atividades. Ou mesmo para solicitações variadas, além de fornecer feedbacks positivos sobre processos internos do local.

 

Desse modo, é possível melhorar o ambiente interno de uma empresa com facilidade, pois uma das principais características de um estabelecimento de sucesso se refere à qualidade da comunicação entre os gestores e seus funcionários, e à capacidade de acolher críticas e melhorar processos.

 

Para Esclarecer Informações

É comum ocorrer troca de informações equivocadas dentro de um local de trabalho, principalmente quando essas notícias circulam sem um comunicado oficial.

 

Nesse sentido, o email marketing pode auxiliar no esclarecimento de pontos que foram transmitidos de maneira duvidosa, que podem gerar desconforto ou dúvida no ambiente de trabalho.

 

A Importância De Investir Na Comunicação Interna Da Empresa

Toda empresa precisa investir em comunicação interna, pois ela influencia diretamente nos resultados oferecidos por seus colaboradores.

 

Uma comunicação interna eficiente oferece benefícios como:

  • Fazer o funcionário se sentir parte da empresa;
  • Aumentar a produtividade e eficiência;
  • Melhorar a participação dos funcionários;
  • Criar uma boa impressão sobre a empresa.

 

Apesar de muitas empresas ainda não considerarem a importância da comunicação interna, a grande maioria já percebeu o valor de se investir nesse elemento.

 

Isso porque uma comunicação mais clara faz com que o funcionário se sinta parte da empresa, aumentando a sua produtividade por se sentir bem acolhido dentro do seu local de trabalho.

 

Além disso, o funcionário se sente mais inclinado a oferecer sua mão de obra com maior empenho, entregando resultados mais aperfeiçoados e completos.

 

Esse conjunto de fatores faz com que a empresa demonstre uma preocupação com o seu quadro de funcionários, o que faz com que eles retribuam de maneira mais espontânea e eficiente.

 

Esse tipo de atitude deve ser tomada por empresas de qualquer segmento, sejam elas especializadas em aluguel de caçamba entulho, ou sejam elas especializadas em procedimentos de beleza.

 

Isso porque uma característica fundamental das empresas que se preocupam com seus funcionários envolve principalmente as maneiras com que ela resolve as dificuldades internas de funcionamento, e em como ela se propõe a ouvir as queixas de seus colaboradores, que podem envolver o veículo responsável pelo transporte da caçamba de entulho ou sobre um procedimento de locação que precisa ser modificado.

 

Nesse sentido, para complementar os resultados de uma pesquisa de comunicação interna, podem ser realizados eventos para confraternização entre os setores da empresa, que permitem um maior entrosamento dos funcionários, trazendo momentos de descontração para o ambiente.

 

Outra maneira de retribuir a confiança dos colaboradores é reconhecer o trabalho realizado por eles, seja por meio de premiações e bônus ou seja por meio de reconhecimento público, que pode ser feito tanto por email marketing, divulgando os resultados que a comunicação interna alcançou, quanto individualmente.

 

Depois de um período investindo na comunicação interna de uma empresa, é possível perceber os resultados de maneira muito satisfatória, melhorando não apenas os processos internos do local, como também tornando a rotina muito mais produtiva e agradável para todos.

 

Por isso, o email marketing se mostra uma ferramenta bastante interessante no que diz respeito à comunicação interna de uma empresa, assim como outros elementos que fazem com que os funcionários interajam de maneira mais ativa e engajada dentro do local.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

O E-mail Como Ferramenta Estratégica Para Endomarketing

Hoje em dia um empreendedor, gestor ou líder de equipes já não pode ignorar a importância do endomarketing.

 

De fato, a tendência universal das empresas e marcas é a de gerar experiências cada vez melhores para os seus clientes, na certeza de que se isso não for feito a concorrência certamente acabará com o seu negócio.

 

É nesse cenário que surge o termo “cliente interno”. Ou seja, não faz sentido e nem seria sustentável tentar fazer o público comprar um produto/solução, se as próprias pessoas envolvidas naquele processo corporativo desprezam a proposta.

 

 

Imagine uma pessoa que trabalha em uma empresa de telefonia, mas indica outra marca para todo mundo que conhece; ou uma que vende vestuário, porém jamais utiliza as roupas daquela marca fora do horário de trabalho.

 

Esse tipo de situação já serviu até de mote para a guerra publicitária, quando a segunda maior empresa de refrigerantes do mundo fotografou o motorista de um caminhão da principal concorrente bebendo o seu refrigerante ao volante.

 

Você deve estar se pergunta: mas será que há como evitar esse tipo de situação? Obviamente, situações como a descrita acima são incontroláveis. Porém, a verdade é que é possível, sim, não apenas mensurar a satisfação dos colaboradores de uma empresa, como aumentá-la e transformá-la em engajamento.

 

Neste artigo descreveremos como isso pode ser feito. E, o que é melhor, por meio de uma das ferramentas mais simples do universo da comunicação, que já está ao alcance de qualquer empresa ou líder de equipe: os e-mails.

 

Quais Setores Incluir Na Estratégia?

O primeiro ponto a destacar aqui é que o endomarketing não é importante apenas para as grandes indústrias ou empresas internacionais, mas para qualquer formato de negócio. Especialmente se o seu foco é o crescimento, ainda que você tenha começado pequeno.

 

Afinal, imagine se seu funcionário trabalha contigo na sua empresa de festas e eventos, e depois você descobre que ele contratou outra empresa para locação de tenda transparente casamento para a celebração da filha dele. Seria péssimo, com certeza.

 

A parte difícil de aceitar é que em 99% dos casos em que esse tipo de coisa ocorre a culpa é da empresa, e não dos funcionários ou colaboradores. Este, aliás, é o primeiro passo para o empresário ou gestor aceitar a realidade e importância desse tema.

 

O próximo passo é entender que união se faz por meio de união: ou seja, não é pensando sozinho na sua própria sala que o líder conseguirá ter boas ideias e soluções de como engajar a equipe, e como levar um time da situação de desânimo e desunião para a de motivação e harmonia que a empresa merece/precisa.

 

Isso é ainda mais urgente no caso de grandes indústrias. Uma fábrica que atue na frente de produtos complexos como um Secador de ar comprimido por refrigeração, por exemplo, precisa de um alinhamento que vai desde a diretoria e os engenheiros, até os trabalhadores braçais.

 

Por isso mesmo, alinhar toda a comunicação interna, indo desde o RH (Recursos Humanos), passando pelo DP (Departamento Pessoal) até o próprio Marketing é a primeira iniciativa acertada que um bom líder pode cometer.

 

O Papel Atual Das Tecnologias Digitais

Mais do que o bom e velho “Missão, Visão e Valores”, que hoje em dia qualquer site ostenta com muito orgulho, nós vivemos a época das culturas corporativas/organizacionais. Ou seja, a época em que é preciso ir muito além de teorias e palavras vazias.

 

Naturalmente, a comunicação interna das empresas sempre existiu. Porém, no início elas eram feitas de modo físico, por meio de murais, revistas, boletins ou mesmo caixas de sugestões. E raramente as empresas promoviam palestras, cursos e eventos.

 

Então, eram poucos os modos que os funcionários tinham de expressar qual a sensação deles a respeito da rotina, da liderança, da comunicação entre os setores, das políticas da empresa, etc.

 

Aliás, as companhias que contavam com esse tipo de recurso estavam adiantadas: algumas não tinham nem mesmo isso, e dependiam do feedback pessoal, mesmo sendo evidente que esse tipo de recurso costuma inibir a maioria das pessoas.

 

Uma clínica estética, por exemplo, que presta serviços como Abdominoplastia masculina, lipoaspiração, mastopexia e demais serviços afins, é um bom exemplo para ilustrar como várias questões de hierarquia podem tornar a comunicação complicada.

 

Certamente, em um ambiente assim, uma enfermeira poderia encontrar grande barreira em trazer à tona algum feedback negativo sobre o médico cirurgião, por exemplo. A notícia boa é que nas últimas décadas os recursos digitais evoluíram e muito, sobretudo no sentido de auxiliar as iniciativas de pesquisa organizacional.

 

Afinal de contas, é entre aqueles que vivem a rotina de trabalho, seja a de uma clínica que faz tratamento para flacidez na barriga ou a de uma indústria de compressores de ar, que está a matéria-prima do endomarketing.

 

As 4 Regras De Ouro De Uma Campanha Infalível

Como vimos, uma das principais vantagens do e-mail é, justamente, o sigilo que a mensagem pode ter. Hoje existem ferramentas que permitem aos colaboradores tratarem de detalhes do seu setor sem precisarem se identificar.
Para que esse objetivo se realize, no entanto, é preciso cumprir alguns requisitos e não deixar de praticar algumas dicas que são tão simples quanto essenciais.

 

As principais delas dizem respeito aos seguintes pontos:

  1. A linguagem do texto;
  2. O poder da interação;
  3. A quantidade de e-mails;
  4. Conteúdos responsivos, etc.

 

1) Abordando Questões Delicadas

Como todo mundo costuma checar e-mails diariamente, não há grandes motivos para esse tipo de comunicação ser difícil. Porém, a linguagem que será empregada na mensagem é o primeiro grande cuidado a ser tomado.

Não pense, porém, que isso tem a ver apenas com uma linguagem acessível, sem muitos termos técnicos ou perguntas complexas. É evidente que o RH não pode utilizar-se de termos nichados do seu setor, que outros departamentos não iriam entender.

 

O fato é que o texto precisa ser capaz de se mostrar relevante e gerar uma interação ao mesmo tempo descontraída e comprometida, sob risco de o colaborador ficar na dúvida das reais intenções do e-mail, e não responder às perguntas.

 

Se uma empresa de viação rodoviária que faz traslado para viracopos e demais aeroportos quiser saber sobre questões técnicas a respeito dos ônibus que circulam dia e noite, algumas das quais costumam envolver legislação vigente e assuntos federais, é bem possível que um motorista se sinta, a princípio, desconfortável em “falar”.

 

A linguagem empregada é o que o colocará em situação relaxada e positiva.

 

2) Como Interagir De Modo Assertivo

Além da própria linguagem empregada, é preciso que o RH saiba explorar a interação com os funcionários que forem selecionados para participar da rodada de pesquisa.

 

Por exemplo, se uma oficina trabalha com central multimídia android auto e demais artigos típicos, é bem provável que a maioria dos seus funcionários seja composta de jovens e adolescentes.

 

Ora, não é segredo para ninguém como essa geração é inteirada com assuntos de redes sociais e internet em geral. Portanto, um quiz mais dinâmico e que interaja com cada funcionário como se ele fosse único, certamente trará melhores resultados.

 

Mais do que falar da rotina de trabalho: é possível pedir a opinião deles em relação aos produtos/serviços e ter a certeza de que o que for dito naquele campo, por escrito, será de melhor qualidade que comentários feitos durante a correria do dia a dia.

 

3) Sobre o Fluxo Da Comunicação

Outro ponto importante é o fluxo de mensagens e de comunicação.

 

Não é raro ver empresas que vão de um extremo ao outro, e passam a disparar muitos questionários, quiz, desafios e até promoções para o funcionário que responder.

 

Tudo isso é válido, tal como as palestras motivacionais, os cursos de especialização, os eventos profissionais ou de férias, e tudo o mais que citamos acima. Tudo isso se inclui nas estratégias de endomarketing. O problema, porém, não está no formato ou no que está sendo prometido, mas justamente na quantidade de e-mails disparados.

 

Uma loja virtual que venda equipamentos e dispositivos tecnológicos, como notebooks, calculadoras científicas, contadora e classificadora de moedas entre outros, certamente enfrentaria desafios quanto à otimização de tempo.

 

Afinal, é comum esses setores serem amparados por departamentos de venda de tipo call center ativo, cujo ambiente não permite muitas dispersões sem trazer sérios riscos para o setor como um todo.

 

4) Questões Mais Técnicas

Finalmente, existem algumas questões técnicas e até de TI (Tecnologia da Informação) que o RH também precisa levar em conta, tal como a da responsividade das páginas.

 

Como é sabido, o termo “responsivo” remete ao layout das páginas digitais. Quando essa programação não está incluída na página, ela não abrirá corretamente em dispositivos móveis, como celulares e tablets.

 

Sendo que, evidentemente, hoje grande parte do público acessa sua caixa de e-mail por esses dispositivos. E isso ocorre tanto em setores de cultura tecnológica, tal como escritórios de marketing, publicidade e design virtual, quanto em áreas de serviços como a de Locação de gerador de energia.

 

Se isso não for levado em conta, pode ocorrer de o funcionário abrir o e-mail, não conseguir acessar o campo de pesquisa na hora, deixar para depois e então o material sumir na lista da caixa de entrada dele.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Motivos Para Utilizar o E-mail Marketing Como Estratégia De Comunicação Interna

O e-mail marketing é uma estratégia que utiliza os endereços de e-mail de uma determinada lista de contatos em campanhas de marketing digital. O objetivo desta estratégia é criar e manter um relacionamento com clientes, colaboradores e setores envolvidos direta ou indiretamente.

 

Deste modo, é possível melhorar os resultados de vendas e na retenção do público, devido à segmentação de contatos, automação de campanhas e direcionamento de conteúdos.

 

Diferentemente do spam, que são e-mails comerciais enviados a um grande número de pessoas, o e-mail marketing chega somente aos interessados na informação, no serviço ou no produto. Por esse motivo, exige-se, normalmente, o cadastramento na lista de contatos.

 

Motivos Para Utilizar o E-mail Marketing Como Estratégia De Comunicação Interna

 

Além disso, outra característica do e-mail marketing é a possibilidade de cancelamento. Quer dizer que, caso algum contato não queira mais receber informações, a opção do cancelamento está disponível, o que demonstra respeito e credibilidade com o público.

 

Em geral, o procedimento de cancelamento está atrelado em conjunto com uma pesquisa de opinião. Dessa forma, a empresa pode analisar e avaliar quais são os fatores que influenciam na decisão de cancelar o recebimento de e-mails marketing e, assim, elaborar estratégias mais eficientes para cativar os clientes e conduzir as campanhas.

 

O investimento em e-mail marketing tornou-se uma das estratégias de comunicação e propaganda mais populares do mercado.

 

Muito se deve ao crescimento e expansão da internet – há uma previsão de que 2,9 bilhões de pessoas serão usuários de e-mail até o final de 2019. Ou seja, é uma forma de alcançar diretamente milhares de clientes em potencial.

 

Outra vantagem do e-mail marketing está no baixo custo, especialmente, em comparação com outras estratégias de divulgação, como banners, sites e anúncios patrocinados em redes sociais.

 

Ademais, no e-mail marketing toda a atenção do usuário está voltada para o conteúdo, já que a estratégia é direcionada e não compartilha a atenção dos clientes com demais peças publicitárias.

 

O e-mail marketing também é conhecido por ter um ROI (Retorno sobre Investimento) elevado. Isso quer dizer que as empresas que investem na estratégia apresentam ótimos desempenhos em termos financeiros.

 

Por esse motivo, muitos empreendimentos iniciam a divulgação e o marketing somente com o e-mail, para depois ampliar para outras estratégias (como redes sociais e promoções em site).

 

Importante ressaltar que o e-mail marketing pode ser usado em todos os segmentos, não somente em estratégias comerciais. Quer dizer que se uma empresa especializada em coleta seletiva construção civil desejar informar seus serviços para o público, a ferramenta de e-mail marketing pode ser usada.

 

Assim, como exemplo de conteúdo divulgado, temos a publicação das legislações referentes à coleta seletiva e os benefícios do desenvolvimento sustentável.

 

Como o E-mail Marketing Pode Ajudar Na Comunicação Interna

Tão importante quanto captar a atenção de potenciais clientes e manter a fidelidade do público, as empresas também precisam manter o foco na comunicação corporativa (ou interna).

 

Quer dizer que o fluxo de comunicação dos negócios precisam ser bidirecionais, atendendo as necessidades de divulgação para o público e relacionamento com os clientes, bem como manter os colaboradores atualizados sobre as novidades do empreendimento.

 

Dessa maneira, o e-mail marketing aparece como uma alternativa eficiente, pois possibilita que os trabalhadores recebam a informação em primeira mão.

 

Além disso, divulgações sobre os objetivos de vendas, gráficos e conteúdos importantes para o setor são disponibilizados no e-mail marketing de comunicação interna.

 

Por exemplo, em um setor especializado em serviços de terraplanagem terreno, que é um procedimento essencial para a grande maioria dos projetos de construção civil, os colaboradores podem receber informações sobre as melhores formas de executar o planejamento, bem como os equipamentos lançados no mercado que facilitam a terraplanagem.

 

As possibilidades de divulgação de informações são inúmeras, por isso, é necessário ter um controle de quais conteúdos são mais relevantes aos trabalhadores.

 

Além disso, o e-mail marketing também pode oferecer informações sobre parceiros da empresa.

 

No caso do exemplo anterior, um empreendimento de construção civil especializado em terraplanagem pode ser parceiro de um negócio voltado para locação de caçamba de entulho, que é um equipamento indispensável para os trabalhos de modificação de terrenos e estruturas.

 

Desse modo, os trabalhadores têm à disposição o contato de todos os parceiros, podendo, inclusive, fazer indicações aos clientes.

 

Como Manter a Qualidade De Um E-mail Marketing

Apesar de todas as vantagens e os diferenciais do e-mail marketing para comunicação interna e externa, é preciso ter um bom planejamento, para que a estratégia de divulgação seja realmente eficaz e traga resultados positivos.

 

Sendo assim, pode-se seguir as recomendações:

  • Escreva textos atrativos, com curiosidades;
  • Mantenha o bom português e evite erros gramaticais;
  • Evite textos muito longos, com conteúdo excessivo;
  • Invista em um design inovador, com imagens destacadas.

 

Importante dizer que um dos maiores problemas dos e-mails de comunicação interna é o excesso de informação.

 

Quem trabalha cotidianamente na frente do computador sabe o quanto é cansativo receber muitos e-mails o tempo todo e, por isso, a divulgação das informações deve ser equilibrada. O ideal é até dois e-mails por dia.

 

Quando há divulgação excessiva, os colaboradores passam a desconsiderar os e-mails marketing, o que pode trazer resultados negativos.

 

Imagine que é preciso avisar sobre as condições de operação de um queimador industrial, que é algo extremamente importante para o segmento, mas as informações passam despercebidas pela grande quantidade de e-mails já enviados em um mesmo dia.

 

Por isso, é importante ter um controle, como forma de evitar o envio de muitos e-mails. Caso a empresa tenha bastante conteúdo para os colaboradores, o ideal é diminuir o número de envios ou criar um resumo diário, em documento específico.

 

Outra recomendação é segmentar o conteúdo do e-mail marketing, mesmo para a comunicação interna. Por exemplo, em uma empresa com sala comercial compartilhada, o melhor é enviar e-mails pontuais para cada colaborador (ou grupo de colaboradores), de acordo com as funções que desempenham.

 

Assim, é possível diminuir o número de mensagens para cada usuário e, ao mesmo tempo, aumentar a relevância do conteúdo.

 

Como Elaborar Um E-mail Marketing De Qualidade

Elaborar um e-mail marketing de qualidade é uma tarefa desafiadora, mas não impossível. Uma estratégia viável é utilizar a Metodologia 5w2h, que utiliza 7 perguntas para nortear a criação e a implantação do e-mail marketing nos negócios. Assim, são elas:

 

Quem é Seu Público?

Conhecer os contatos é o primeiro passo para aumentar o engajamento no e-mail marketing.

 

Vamos a um exemplo: uma oficina mecânica completa tem como principal público os proprietários de automóveis, mas, é importante conhecer a faixa etária, o gênero e o poder aquisitivo para direcionar melhor os conteúdos.

 

O Que Devo Enviar?

Planejar corretamente o conteúdo é outro ponto essencial para um bom e-mail marketing. Por exemplo, se o desejo é apresentar um novo serviço e/ou produto, o mais indicado é mandar um convite aos clientes e colaboradores.

 

No entanto, se o objetivo é informar sobre alguma curiosidade, bem como sobre obrigatoriedades dos clientes (como é o caso de serviços relacionados ao cumprimento de legislações, como o uso de placa de sinalização de extintor e medidas de prevenção contra incêndio) pode ser interessante enviar trechos de leis e conteúdos explicativos.

 

Por Que Usar o E-mail Marketing?

Após conhecer o público e ter uma definição sobre o que é necessário aprimorar na empresas, é preciso pensar no porquê investir no e-mail marketing. Basicamente, a estratégica visa três principais objetivos:

  • Prospecção e fidelização de clientes;
  • Lançamento de produtos, serviços e promoções;
  • Conhecer o perfil dos consumidores.

 

Quando Enviar o E-mail Marketing?

Conforme dito anteriormente, é necessário evitar o excesso de e-mails. Por isso, faça um cronograma de quando enviar os conteúdos aos clientes e colaboradores. Essa estratégia também evita o envio de e-mails repetidos.

 

Onde Enviar Os E-mails Marketing?

O objetivo do e-mail marketing é chegar a um destinatário e ser visualizado. Hoje em dia, os usuários têm a opção de bloquear conteúdos, por isso, é importante manter a configuração de envio sempre atualizada, para que o e-mail não seja definido como spam.

 

Como Enviar Um Bom E-mail Marketing?

Para responder essa pergunta, é necessário seguir as recomendações sobre a produção de conteúdo. Não esqueça de manter uma linguagem formal, atrativa e dentro das normas gramaticais, além de utilizar imagens, ilustrações e elementos visuais. Você pode utilizar programas de envio de email marketing como o Leadlovers, Mailchimp, Benchmark, E-Goi, KlickPages, Infusionsoft e ActiveCampaign.

 

Quanto Investir No E-mail Marketing?

O e-mail marketing tem um ROI de excelência, porém, é preciso saber o quanto realmente investir na estratégia. Para isso, vale analisar os gráficos, métricas e outros instrumentos de medição.

 

Se necessário, faça a digitalização de documentos financeiros e compare o crescimento da empresa após a implantação do e-mail marketing.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Saiba Como Usar o E-Mail Marketing Na Gestão De Relacionamento Com o Cliente

O E-Mail Marketing é uma estratégia excelente para o relacionamento com os clientes, independente do segmento de atuação ou do tamanho das empresas, principalmente quando utilizado adequadamente e com o auxílio de softwares de automação.

 

O envio de mensagens das marcas para os consumidores pelo e-mail já foi sinônimo de spam, já que antigamente as ações de comunicação eram mais intrusivas.

 

Hoje sabe-se que o e-mail marketing pode ser útil para estabelecer uma relação de confiança e proximidade com os clientes, entregando as mensagens certas, para as pessoas interessadas e nos momentos mais adequados para isso.

 

Saiba Como Usar o E-Mail Marketing Na Gestão De Relacionamento Com o Cliente

 

O E-mail é um canal de comunicação extremamente democrático, utilizado por pelo menos 92% dos adultos online, de acordo com pesquisas. Por isso, trata-se de um meio com ótimo potencial para ajudar os empreendimentos a crescerem no mercado. Ele possibilita aproximação com os consumidores e potenciais consumidores

 

O Que é E-Mail Marketing?

E-Mail Marketing é uma estratégia de Marketing Digital que estabelece a comunicação entre empresas e seus clientes ou clientes em potencial por e-mail.

 

As mensagens são enviadas de acordo com listas segmentadas, por meio de ferramentas de automação que facilitam o processo de personalização das mensagens. Alguns exemplos comuns de e-mail marketing são:

  • Divulgação de promoções e ofertas especiais;
  • Distribuição de conteúdos informativos, blog posts, e-books;
  • Confirmações de compras online;
  • Envio de newsletters mensais ou semanais.

 

O E-Mail Marketing já foi visto como uma versão digital das propagandas, geralmente enviadas por correspondência antes da popularização da internet. Na época, o e-mail era usado como um canal de comunicação em massa, e as mensagens enviadas quase nunca eram relevantes para os seus destinatários.

 

Por essa razão, o E-Mail Marketing já foi visto como uma forma de comunicação invasiva com os clientes. Entretanto, essas estratégias se mostram hoje uma forma eficiente de se comunicar com consumidores e estabelecer um relacionamento direto.

 

Por Que Utilizar o E-Mail Marketing?

A coleta de endereços de e-mail, planejamento de ações e disparo segmentado de mensagens são excelentes formas de estreitar o relacionamento com o público-alvo das empresas pelos seguintes motivos:

  • Grande alcance, em um canal que concentra ações online;
  • Alcance mais previsível, em comparação com redes sociais;
  • Formato flexível, que permite textos, imagens e até GIFs;
  • Possibilidade de alto retorno financeiro, com pouco investimento inicial.

 

Qual é o Papel Do E-Mail Marketing No Relacionamento Com Os Clientes?

O E-Mail Marketing vai muito além da simples divulgação de promoções e é bastante relevante para aproximar as empresas dos seus consumidores e potenciais consumidores.

 

Isso porque quando uma pessoa dá permissão para a empresa enviar e-mails para a sua caixa de entrada pessoal, significa também uma abertura para uma relação, com diálogo entre as partes. É como se a pessoa quisesse saber mais sobre a empresa.

 

Afinal, o e-mail é um canal de comunicação bastante pessoal, utilizada para o contato com familiares, amigos, além de ser uma ferramenta de trabalho e centralizar outros serviços online.

 

O E-Mail Marketing é uma estratégia que permite uma comunicação mais pessoal, com mais proximidade, e tem as seguintes funções:

  • Engajar potenciais clientes, com relacionamento constante, aumentando chances de compras;
  • Promover conteúdos do blog da empresa, aumentando acessos e visibilidade;
  • Nutrição e educação de leads (potenciais clientes) sobre o negócio;
  • Vender produtos ou serviços, divulgando promoções;
  • Manter contato em todas as etapas de relacionamento com os clientes;
  • Contribuir para a satisfação e experiência dos consumidores.

 

Que Tipos De E-mail As estratégias de E-Mail Marketing Precisam Conter?

O planejamento e execução de uma campanha de E-Mail Marketing de sucesso, que de fato desenvolva a gestão de relacionamento com os clientes, depende da compreensão sobre os principais tipos de e-mail que podem ser enviados pelas empresas, que podem ser de praticamente todos os setores de atuação. São eles:

 

Atualizações De Blog

Esse tipo de mensagem é enviada aos contatos informando a existência de novos conteúdos no blog ou site da empresa. É uma boa maneira de interagir mais com os leitores e conhecê-los melhor, usada bastante quando o contato acaba de se inscrever na lista de contatos do empreendimento.

 

Uma empresa especializada pode divulgar as postagens sobre forro de gesso acartonado, por exemplo, como uma forma de manter a lista ativa e o envio de e-mails frequente. Assim os interessados ficam informados sobre os conteúdos produzidos pela empresa, e aumentam as chances de eles realizarem compras ou contratações.

 

Newsletter

A Newsletter é bastante utilizada por E-Commerces (comércios eletrônicos) e blogs, com o envio de atualizações semanais ou mensais aos contatos. As mensagens costumam conter os principais posts dos blogs, além de notícias sobre a empresa e o mercado em que ela atua.

 

Para ser efetivo, o envio de Newsletter deve contar com uma identidade visual própria e conteúdos relevantes para as pessoas interessadas no contato com uma empresa que instala forro de PVC imitando madeira, por exemplo. Também é fundamental a inclusão de links para os leitores acessarem mais informações sobre os assuntos.

 

Convites Para Eventos

O E-Mail Marketing pode ser utilizado para a promoção de eventos que as empresas estejam organizando. Uma fabricante pode utilizam o E-Mail Marketing para a divulgação do lançamento de um novo modelo de secador de ar comprimido por refrigeração, por exemplo.

 

Nesses casos, é essencial que as empresas convençam os leitores da relevância dos eventos, apresentando os motivos para o comparecimento, que pode ser presencial ou online, com transmissões ao vivo.

 

Além disso, todas as informações relevantes necessárias devem estar incluídas, tanto para o comparecimento dos convidados (com data, hora, local, limite de participantes, e outras) quanto para promover o secador de ar comprimido.

 

E-mails De Nutrição De Leads

Ao monitorar as ações que a persona (personagem fictício que representa o perfil do comportamental do cliente ideal) realiza dentro do blog ou site, as empresas conseguem inseri-las em um fluxo de nutrição.

 

Isso se baseia no oferecimento de conteúdos relevantes e segmentados, que auxiliem o cliente a caminhar pelos estágios da jornada de compras, construindo uma posição clara sobre a importância dos investimentos no aluguel de tenda cristal 10×10 para eventos ao ar livre, por exemplo.

 

Ao identificar um grupo de contatos que se interessa pelo tema, a empresa consegue dar andamento no relacionamento de uma maneira mais direcionada, aumentando as probabilidades de que eles continuem em contato com a empresa.

 

Como Começar As Ações De E-Mail Marketing?

As empresas que estão começando a investir em ações de E-Mail Marketing para melhorar o relacionamento com os clientes precisam investir em uma ferramenta, um software que realize os disparos em massa.

 

Há uma ampla variedade de plataformas no mercado, desde as mais simples até as mais completas ferramentas de automação de E-Mail Marketing, mas quanto mais fácil e intuitiva foi a utilização, melhor para o desenvolvimento da estratégia.

 

A escolha do template ideal para as mensagens de uma empresa de locação de retroescavadeira, por exemplo, deve levar em consideração a importância do design responsivo (de fácil adaptação a qualquer resolução e tamanho de dispositivo), o uso de imagens e textos em harmonia e a simplicidade na disposição de conteúdos, visando deixá-los mais leves e fáceis de ler.

 

É de suma importância destacar que as empresas precisam construir uma lista de contatos própria, evitando o envio de mensagens em massa, o que pode resultar em penalização e até prejudicar a imagem da empresa.

 

Ao invés de contribuir para divulgar a disponibilidade de uma sala comercial compartilhada, por exemplo, quando compra uma lista de e-mails a empresa diminui a eficiência de suas estratégias.

 

Construir uma lista de e-mails de qualidade é fundamental. Para isso, uma ótima estratégia, e também uma das mais comuns, é incluir no blog da empresa um campo específico de cadastro para as pessoas interessadas em receber os conteúdos. Quanto mais simples for o processo de cadastro, menores as chances de o visitante desistir da assinatura.

 

Já com relação à segmentação dos contatos interessados em saber mais sobre para que serve um certificado de tacógrafo, para citar um exemplo de produto, pode ser feita de acordo com fatores como a localização, idade, ocupação, compras anteriores ou estágio na jornada de compra.

 

Por fim, para o sucesso das ações de E-Mail Marketing, com aproximação e melhoria no relacionamento entre empresas, consumidores e potenciais consumidores, é preciso conhecimentos técnicos e experiência na área.

 

Por isso é extremamente recomendável a contratação de uma equipe de marketing especializada, para o planejamento e execução das atividades garantindo mais qualidade e profissionalismo, que com certeza são percebidos pelo público.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

A Importância do Marketing de Relacionamento Para E-Commerce

O Marketing de Relacionamento é um conjunto de ações que visam promover a satisfação e a fidelização dos clientes, com aproximação pelo oferecimento de benefícios. Trata-se de uma estratégia importante em qualquer empresa, independente do segmento ou tamanho, e que também se aplica aos E-Commerces.

 

O Marketing Digital ajuda as empresas a conquistarem mais espaço no mercado, com a promoção da marca por meio de canais como site, blog, redes sociais ou e-mail.

 

Nesse sentido, a produção de conteúdo ajuda a destacar as empresas, agregando autoridade às marcas, fazendo com que elas se tornem referências em seus segmentos de atuação, e promovendo produtos ou serviços.

 

A Importância do Marketing de Relacionamento Para E-Commerce

 

Contudo, com a concorrência cada vez maior, torna-se necessário voltar a atenção também para a necessidade de cativar os clientes, de forma que eles se tornem consumidores fiéis.

 

Dependendo do nível de satisfação, além de repetir as compras, eles podem até recomendar a marca para outras pessoas, o que em larga escala é bastante positivo para o crescimento de qualquer negócio.

 

Portanto, é fundamental que os empreendedores de E-Commerces de qualquer setor invistam não só em estratégias de Marketing Digital, mas também em Marketing de Relacionamento.

 

O Que é Marketing de Relacionamento?

O Marketing de Relacionamento está baseado na construção de relações duradouras com os consumidores.

 

Atualmente, os ambientes digitais possibilitam que as pessoas encontrem uma infinidade de opções de marcas, produtos e serviços, muitas vezes do mesmo segmento, competindo pela sua atenção.

 

Por isso, é bastante comum que o público pule de uma marca para outra. E assim, competir no mercado para adquirir clientes pode se tornar mais difícil do que reter alguém que já conhece a empresa.

 

Pesquisas apontam para o fato de que pode ser até 14 vezes mais caro conquistar um novo consumidor do que manter um atual na base da empresa.

 

Nesse sentido, é essencial aumentar o “tempo de vida” dos clientes atuais das empresas, possibilitando um aumento gradual da rentabilidade. A retenção do cliente pode ser considerada mais importante do que a atração de novos.

 

Para manter um relacionamento positivo e contínuo, é preciso investir em formas de mantê-lo engajado, com proximidade e um bom atendimento.

 

É preciso ter em mente que o foco deve estar completamente na satisfação dos consumidores. Para isso, é preciso cuidar da qualidade do atendimento e da forma como as relações entre ambas as partes serão estabelecidas.

 

Quais As Diferenças Entre Marketing de Relacionamento e Marketing Tradicional?

O Marketing de Relacionamento está focado na relação entre empresa e cliente. As estratégias estão preocupadas nos valores que a empresa transmite aos clientes, por meio da qualidade do atendimento. Quanto mais longas as relações que são estabelecidas, mais valor é agregado à marca.

 

Para isso, é importante que os E-Commerces contem com informações sobre cada consumidor. Isso possibilita o oferecimento de benefícios e experiências personalizadas a cada um.

 

Já o Marketing Tradicional, nos meios online ou offline, tem o objetivo de influenciar o público na aprovação da marca, resultando em compras. Ele não tem como objetivo a conquista de uma relação com o consumidor, está voltado para a apresentação de produtos e serviços, de uma forma que convença o público a realizar o investimento.

 

Como Aplicar o Marketing De Relacionamento No E-Commerce?

O Marketing de Relacionamento pode trazer mudanças para toda a estrutura do E-Commerce e, por isso, é preciso que mudanças ou implementações de estratégias sejam acompanhadas por profissionais qualificados e com experiência no assunto.

 

Também é importante que seja feito um planejamento, definindo metas e métricas para a análise posterior dos resultados.

 

Dentre as principais formas de aplicar o Marketing de Relacionamento, é válido ressaltar:

  1. A criação de uma base de dados sólida;
  2. Uso do Email Marketing;
  3. Elaboração de programas de fidelidade;
  4. Invista em “Customer Success”;
  5. Relacionamento pelas redes sociais.

 

1. A Criação De Uma Base De Dados Sólida

Qualquer boa oferta sempre está baseada no público e nas suas necessidades. Para criar uma base de dados sólida, uma das principais soluções é a criação de uma persona, que irá guiar a elaboração da melhor forma de abordar o público.

 

A persona é como uma representação do cliente ideal de uma transportadora de mudanças, por exemplo. O conceito envolve características dos potenciais clientes, como faixa etária, cidade em que mora e até profissão ou hobbies.

 

O estudo da persona potencializa as estratégias de Marketing Digital, ao passo que as ferramentas permitem a coleta de dados, criando listas de possíveis clientes, de acordo com as ações que eles realizam nos E-Commerces.

 

É importante manter uma base de dados sólida e constantemente atualizada. Isso permite que a empresa adote ações distintas de acordo com a proximidade que tem com o cliente.

 

Um empreendimento focado no aluguel de tenda para casamento, para exemplificar, pode realizar campanhas mais massivas com os clientes que geram maior receita, com a contratação mais frequente de serviços.

 

O acompanhamento personalizado é um dos pilares do Marketing de Relacionamento, e depende de uma boa administração das bases de dados das empresas.

 

2. Uso do Email Marketing

Eficiente para aproximar empresas e clientes, criando laços íntimos e duradouros, o Email Marketing pode ser adotado de diversas formas para melhorar o Marketing de Relacionamento.

 

Mesmo após a realização de festa de bodas de prata, para seguir no exemplo dado anteriormente, a empresa pode investir em diversas abordagens para continuar presente no cotidiano dos seus consumidores e, até mesmo, organizar outras festas para esses clientes.

 

É bastante comum que as marcas entrem em contato em datas festivas, ou mandem emails para oferecer ofertas ou promoções, divulgar conteúdos informativos ou relevantes, compartilhar novidades da empresa ou do segmento de atuação, entre outras mensagens.

 

Para melhorar tanto os serviços prestados, como o aluguel de tenda cristal, quanto a própria relação com o consumidor, também podem ser aplicadas pesquisas de satisfação.

 

3. Elaboração De Programas De Fidelidade

Os programas de fidelidade costumam fazer sucesso entre o público. Eles são uma forma de recompensar os consumidores, por escolher a marca sistematicamente, mesmo em meio a tantas opções disponíveis no mercado.

 

Ao mesmo tempo, os programas de fidelidade fazem com que os clientes tenham a sensação de que, além de resolverem os seus problemas pessoais, a marca dá direito a um bônus, uma vantagem, por meio da fidelização.

 

Uma dica é fazer uma análise da persona da empresa, buscando entender o tipo de oferta que mais a atrai, para investir na ação mais eficiente para alavancar as vendas de serviços ou produtos, como whey protein para emagrecer, por exemplo.

 

Nesse caso, uma das alternativas é o cliente ganhar amostras grátis ao completar determinada quantidade de compras. Contudo, é preciso atenção para que os bônus continuem gerando lucro para as empresas, e não representem um prejuízo.

 

4. Invista Em “Customer Success”

“Customer Success”, ou Sucesso do Cliente, do inglês, é uma expressão que vem sendo utilizada para campanhas que têm como objetivo ajudar os clientes no processo de utilização da marca.

 

O Marketing de Relacionamento e o Sucesso do Cliente acabam se interligando, porque o primeiro preza pela proximidade, enquanto que o segundo visa a produção de conteúdos adequados, pelos canais mais efetivos. Os principais pontos que resultam dessa relação são:

 

Definição De Conteúdos

É preciso transmitir informações e possíveis resoluções de dúvidas aos clientes. As questões podem envolver tanto o aluguel de caçamba entulho, por exemplo, quanto a própria empresa especializada. Os conteúdos são utilizados para ajudar os consumidores, atraindo-os e facilitando os processos de compra.

 

Ajuda Com Materiais

Geralmente a equipe de Marketing de Relacionamento fornece informações para os profissionais focados no Sucesso do Cliente. Desta forma, é possível definir com mais assertividade as principais dúvidas e respostas sobre os produtos, serviços ou marca.

 

Automação De Marketing

Ambas as equipes podem auxiliar na definição das ações que trarão o melhor resultado para o Marketing da empresa. A automação de marketing é um ponto de encontro e também contribui para melhores resultados, com processos mais produtivos.

 

5. Relacionamento Pelas Redes Sociais

Manter as empresas ativas nas redes sociais já é uma iniciativa básica de empresas de qualquer setor que pretendem continuar relevantes e mantendo um relacionamento com seu público, mesmo após a realização das compras.

 

Um clínica de estética, por exemplo, pode investir em postagens divulgando resultados de procedimentos como a aplicação de silicone nos seios. As redes sociais permitem que as empresas alcancem um número crescente de pessoas e a repercussão das postagens costuma ser quase imediata, principalmente se o conteúdo for de qualidade.

 

Também é possível trabalhar com diversos tipos de conteúdos, como promoções, divulgação de informações relevantes, conteúdo para gerar engajamento ou interação, e até memes. Contudo, é importante que as postagens sejam condizentes com a imagem da instituição, como no caso de um hospital veterinário do câncer, para exemplificar.

 

Os conteúdos interessantes e atrativos para o público, aliados às possibilidades de interagir, comentar ou compartilhar, contribuem para que empresa e clientes continuem próximos.

 

Conclusão

É preciso que a importância do Marketing de Relacionamento seja reconhecida pelos empreendedores de E-Commerces, com investimento e emprego das ações mais adequadas para cada caso.

 

Desta forma, a empresa pode esperar crescimento pautado na valorização dos clientes mais antigos e atuais.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.