Como Implementar Automação de Marketing Na Sua Empresa

A automação de marketing é extremamente importante no marketing digital, pois ajuda as empresas a atingirem potenciais clientes em grande escala e com personalização.

 

Isso é fundamental, porque a internet concentra um público imenso, que pode ser alcançado com uma grande diversidade de tipos de estratégias, desde que todas elas sejam realizadas adequadamente.

 

A automação de marketing é a ferramenta perfeita para esse desafio, auxiliando tanto os pequenos empreendedores quanto os grandes empresários, em diversos segmentos de atuação.

 

Como Implementar Automação de Marketing Na Sua Empresa

 

O Que é a Automação De Marketing?

O termo automação de marketing se refere à prática de usar softwares e outras tecnologias para ações em larga escala, possibilitando melhores resultados para as campanhas.

 

As ferramentas identificam, acompanham e facilitam ações personalizadas com o público dos empreendimentos, contribuindo para o relacionamento e, consequentemente, gerando mais vendas.

 

Para entender a importância da automação, basta pensar na rotina dos profissionais de marketing e nas tarefas que eles precisam realizar frequentemente para promover serviços como a locação de caçamba de entulho, por exemplo. Dentre elas, destacam-se:

  • Publicar conteúdos nos blogs das empresas, para atrair visitantes;
  • Divulgar as postagens nas redes sociais, gerenciando o engajamento;
  • Gerar contatos para vendas, com formulários em campanhas por email;
  • Produzir postagens, e-books, planilhas, webinars, formulários, entre outros;
  • Avaliar as respostas de formulários, qualificando potenciais clientes;
  • Produzir conteúdos para nutrição dos contatos para as compras;
  • Mensurar resultados das campanhas de marketing, focando em melhorias.

 

Portanto, são muitas atividades importantes para uma campanha de Marketing Digital de sucesso e, quanto mais a empresa crescer e se desenvolver em seu mercado de atuação, mais contatos são gerados e precisam se trabalhados.

 

Por isso, as equipes de marketing contam com ferramentas de automação, que reduzem o trabalho manual e ajudam a aumentar a eficiência no dia a dia.

 

Diminuindo o tempo gasto com as tarefas sem prejudicar a qualidade do atendimento aos clientes e potenciais clientes.

 

Na prática, pode-se dizer que as ferramentas de automação de marketing ajudam na:

  • Administração das redes sociais das empresas;
  • Estratégias de e-mail marketing;
  • Geração e gerenciamento de leads (potenciais clientes, contatos de e-mail);
  • Análise e acompanhamento das métricas geradas nos processos.

 

Quais Os Benefícios da Automação de Marketing?

A automação de marketing é essencial para as empresas maiores e mais consolidadas, que lidam com uma grande quantidade de contatos e utilizam as ferramentas para facilitar o dia a dia dos profissionais e ainda melhorar o gerenciamento das atividades.

 

É normal que os empreendedores de negócios menores tenham dúvidas sobre as vantagens de implementar a automação de marketing, relutantes em automatizar as tarefas com listas de contatos menores.

 

Entretanto, é válido considerar as possibilidades que a tecnologia oferece, como:

 

Maior Geração de Leads

O lead é um contato que demonstra interesse em comprar um produto ou serviço oferecido pela empresa.

 

Ele é identificado no momento de fornecimento de informações pessoais, como e-mail, nome, idade, endereço, entre outros. Em troca do acesso a materiais ricos, como e-books, planilhas, webinars.

 

O preenchimento de formulários e download de conteúdos acontece nos sites das empresas.

 

Quando uma especializada na produção de compactador de solo elétrico, para exemplificar, já conhece bem a jornada dos seus clientes, encontra mais facilidade para produzir os materiais ricos que servem de iscas.

 

A automação de marketing ajuda as empresas a conhecerem melhor o seu público, o que é primordial na produção de conteúdos para atraí-lo e capturar mais leads.

 

Mais Oportunidades De Vendas

Um contato pode não ter interesse em adquirir itens para a manutenção de piscinas no futuro mas, se a empresa mantém o contato, quando ele precisar de dispositivo de retorno para piscina de alvenaria, ou outros equipamentos, se lembrará da marca.

 

Por isso, o ideal é que as empresas se mantenham presentes na vida dos seus contatos, nutrindo o relacionamento com materiais relevantes e educativos, que certamente serão úteis no momento da compra de um produto ou contratação de um serviço.

 

A automação de marketing possibilita o acompanhamento dos leads uma maneira personalizada, aumentando as oportunidades de negócios para as equipes de vendas.

 

Redução Do Ciclo De Vendas

Com essa ferramenta de automação, um empreendimento especializado no georreferenciamento com drone, por exemplo.

 

Assim como outros tipos de serviços, pode acompanhar, gerir e nutrir contatos mais facilmente, deixando o processo de vendas mais simples e fluido.

 

Em outras palavras, a companhia pode aproveitar o fato de que futuros clientes gastarão menos tempo na decisão até a compra, com argumentos menos resistentes, já que estarão mais bem informados.

 

Redução Do CAC

O CAC (Cost to Acquire Customers, ou custo de aquisição do cliente) é uma métrica que indica o recurso gasto para a conquista de um novo consumidor.

 

Para se ter uma ideia, uma empresa pode até fazer uma ação com ótimos resultados em vendas, mas se for necessário muito tempo para a gestão, gasto com atividades manuais, fica difícil aumentar o impacto ou a quantidade de campanhas de marketing.

 

As ferramentas de automação otimizam tarefas fatigantes e processuais, fazendo com que as informações geradas sejam processadas com mais qualidade.

 

Com um CAC menor, os profissionais de marketing podem ampliar os esforços, atingir mais pessoas e atrair mais clientes com o mesmo investimento.

 

3 Etapas Para a Implantação De Um Sistema de Automação de Marketing

Tendo em mente a jornada que os clientes percorrem desde o momento em que conhecem as empresas até a contratação de serviços como a manutenção fogão industrial.

 

Os sistemas de automação de marketing permitem a análise das ações mais eficazes para a conversão dos consumidores.

 

A interação inteligente e personalizada reflete na conquista e fidelização, com a entrega das mensagens mais adequadas para o momento de cada contato.

 

Contudo, isso depende principalmente de 3 etapas na implantação de um sistema de automação de marketing nas empresas. São elas:

 

1. Definição Da Estratégia Do Sistema De Automação

Assim como toda ação de marketing, a implementação de um sistema de automação deve ser feita com muito planejamento, com etapas pré-estabelecidas.

 

De uma maneira geral, não é recomendada automatização de uma tarefa que não é dominada pela equipe de marketing em seu modo manual.

 

Entretanto, é muito importante conhecer bem o público, suas principais dúvidas e necessidades e as principais fases que ele percorre até a compra de bateria selada para nobreak ou outros produtos.

 

As campanhas devem ser definidas sempre com o objetivo de educar o lead. Elas devem ser testadas e ajustadas, instigando a atuação do público.

 

2. Compreensão Do Público e Ações Personalizadas

Para o sucesso das ações de marketing, a empresa deve saber responder quem é o seu público-alvo, como ele se comporta, quais os seus hábitos e as principais dúvidas no funcionamento de fonte de alimentação estabilizada, por exemplo.

 

As informações ajudarão a empresa a investir na linguagem e ações mais adequadas para se aproximar do público.

 

A atenção deve ser dada ao oferecimento de ações que mostrem ao cliente que ele não é apenas mais um, com as customizações de mensagens.

 

3. Produção De Conteúdo Relevante e Atraente

Atualmente as pessoas encontram uma infinidade de materiais disponíveis na internet, mas podem ter dificuldades em tirar uma dúvida ou buscar uma empresa confiável para a produção de porta de aço automatizada, por exemplo.

 

Nesse sentido, o conteúdo relevante e atraente é de extrema importância, porque ajuda a estabelecer uma relação de confiança com o público.

 

Em conjunto com as ferramentas de automação de marketing, é possível oferecer um material capaz de traduzir as respostas desejadas pela audiência.

 

Mais Dicas Para a Implementação da Automação de Marketing

Outras dicas que podem ajudar a garantir o sucesso da automação são:

  • Ter processos e objetivos bem claros, com planejamento estratégico;
  • Manter um acompanhamento próximo das ações automatizadas;
  • Não generalizar, evitando ações em massa, investindo em segmentação;
  • Cuidar do relacionamento com os clientes atuais;
  • Fazer revisões e contínuas melhorias nas estratégias de marketing;
  • Manter a organização, definindo padrões para as ações.

 

Já com relação à escolha da ferramenta de automação, é válido destacar a importância de pesquisar muito e testar as opções que pareçam mais adequadas, em busca da melhor escolha para a empresa.

 

A avaliação deve levar em conta as funcionalidades, facilidade para o uso, possibilidades de customização e personalização, integração com outras ferramentas e a qualidade dos relatórios gerados para análise.

 

Além disso, recomenda-se a escolha de uma ferramenta que ofereça suporte especializado e treinamentos. Eles podem não parecer muito relevantes no início, mas são essenciais para o aproveitamento de todos as funções do software.

 

Ao final, a automação de marketing possibilita às empresas a atuação de maneira personalizada em grande escala.

 

Uma empresa que domina os próprios processos de marketing pode se beneficiar do investimento nessa ferramenta, com ações planejadas, aumentando a frequência, alcance e intensidade das ações de divulgação.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

O E-mail Como Ferramenta Estratégica Para Endomarketing

Hoje em dia um empreendedor, gestor ou líder de equipes já não pode ignorar a importância do endomarketing.

 

De fato, a tendência universal das empresas e marcas é a de gerar experiências cada vez melhores para os seus clientes, na certeza de que se isso não for feito a concorrência certamente acabará com o seu negócio.

 

É nesse cenário que surge o termo “cliente interno”. Ou seja, não faz sentido e nem seria sustentável tentar fazer o público comprar um produto/solução, se as próprias pessoas envolvidas naquele processo corporativo desprezam a proposta.

 

 

Imagine uma pessoa que trabalha em uma empresa de telefonia, mas indica outra marca para todo mundo que conhece; ou uma que vende vestuário, porém jamais utiliza as roupas daquela marca fora do horário de trabalho.

 

Esse tipo de situação já serviu até de mote para a guerra publicitária, quando a segunda maior empresa de refrigerantes do mundo fotografou o motorista de um caminhão da principal concorrente bebendo o seu refrigerante ao volante.

 

Você deve estar se pergunta: mas será que há como evitar esse tipo de situação? Obviamente, situações como a descrita acima são incontroláveis. Porém, a verdade é que é possível, sim, não apenas mensurar a satisfação dos colaboradores de uma empresa, como aumentá-la e transformá-la em engajamento.

 

Neste artigo descreveremos como isso pode ser feito. E, o que é melhor, por meio de uma das ferramentas mais simples do universo da comunicação, que já está ao alcance de qualquer empresa ou líder de equipe: os e-mails.

 

Quais Setores Incluir Na Estratégia?

O primeiro ponto a destacar aqui é que o endomarketing não é importante apenas para as grandes indústrias ou empresas internacionais, mas para qualquer formato de negócio. Especialmente se o seu foco é o crescimento, ainda que você tenha começado pequeno.

 

Afinal, imagine se seu funcionário trabalha contigo na sua empresa de festas e eventos, e depois você descobre que ele contratou outra empresa para locação de tenda transparente casamento para a celebração da filha dele. Seria péssimo, com certeza.

 

A parte difícil de aceitar é que em 99% dos casos em que esse tipo de coisa ocorre a culpa é da empresa, e não dos funcionários ou colaboradores. Este, aliás, é o primeiro passo para o empresário ou gestor aceitar a realidade e importância desse tema.

 

O próximo passo é entender que união se faz por meio de união: ou seja, não é pensando sozinho na sua própria sala que o líder conseguirá ter boas ideias e soluções de como engajar a equipe, e como levar um time da situação de desânimo e desunião para a de motivação e harmonia que a empresa merece/precisa.

 

Isso é ainda mais urgente no caso de grandes indústrias. Uma fábrica que atue na frente de produtos complexos como um Secador de ar comprimido por refrigeração, por exemplo, precisa de um alinhamento que vai desde a diretoria e os engenheiros, até os trabalhadores braçais.

 

Por isso mesmo, alinhar toda a comunicação interna, indo desde o RH (Recursos Humanos), passando pelo DP (Departamento Pessoal) até o próprio Marketing é a primeira iniciativa acertada que um bom líder pode cometer.

 

O Papel Atual Das Tecnologias Digitais

Mais do que o bom e velho “Missão, Visão e Valores”, que hoje em dia qualquer site ostenta com muito orgulho, nós vivemos a época das culturas corporativas/organizacionais. Ou seja, a época em que é preciso ir muito além de teorias e palavras vazias.

 

Naturalmente, a comunicação interna das empresas sempre existiu. Porém, no início elas eram feitas de modo físico, por meio de murais, revistas, boletins ou mesmo caixas de sugestões. E raramente as empresas promoviam palestras, cursos e eventos.

 

Então, eram poucos os modos que os funcionários tinham de expressar qual a sensação deles a respeito da rotina, da liderança, da comunicação entre os setores, das políticas da empresa, etc.

 

Aliás, as companhias que contavam com esse tipo de recurso estavam adiantadas: algumas não tinham nem mesmo isso, e dependiam do feedback pessoal, mesmo sendo evidente que esse tipo de recurso costuma inibir a maioria das pessoas.

 

Uma clínica estética, por exemplo, que presta serviços como Abdominoplastia masculina, lipoaspiração, mastopexia e demais serviços afins, é um bom exemplo para ilustrar como várias questões de hierarquia podem tornar a comunicação complicada.

 

Certamente, em um ambiente assim, uma enfermeira poderia encontrar grande barreira em trazer à tona algum feedback negativo sobre o médico cirurgião, por exemplo. A notícia boa é que nas últimas décadas os recursos digitais evoluíram e muito, sobretudo no sentido de auxiliar as iniciativas de pesquisa organizacional.

 

Afinal de contas, é entre aqueles que vivem a rotina de trabalho, seja a de uma clínica que faz tratamento para flacidez na barriga ou a de uma indústria de compressores de ar, que está a matéria-prima do endomarketing.

 

As 4 Regras De Ouro De Uma Campanha Infalível

Como vimos, uma das principais vantagens do e-mail é, justamente, o sigilo que a mensagem pode ter. Hoje existem ferramentas que permitem aos colaboradores tratarem de detalhes do seu setor sem precisarem se identificar.
Para que esse objetivo se realize, no entanto, é preciso cumprir alguns requisitos e não deixar de praticar algumas dicas que são tão simples quanto essenciais.

 

As principais delas dizem respeito aos seguintes pontos:

  1. A linguagem do texto;
  2. O poder da interação;
  3. A quantidade de e-mails;
  4. Conteúdos responsivos, etc.

 

1) Abordando Questões Delicadas

Como todo mundo costuma checar e-mails diariamente, não há grandes motivos para esse tipo de comunicação ser difícil. Porém, a linguagem que será empregada na mensagem é o primeiro grande cuidado a ser tomado.

Não pense, porém, que isso tem a ver apenas com uma linguagem acessível, sem muitos termos técnicos ou perguntas complexas. É evidente que o RH não pode utilizar-se de termos nichados do seu setor, que outros departamentos não iriam entender.

 

O fato é que o texto precisa ser capaz de se mostrar relevante e gerar uma interação ao mesmo tempo descontraída e comprometida, sob risco de o colaborador ficar na dúvida das reais intenções do e-mail, e não responder às perguntas.

 

Se uma empresa de viação rodoviária que faz traslado para viracopos e demais aeroportos quiser saber sobre questões técnicas a respeito dos ônibus que circulam dia e noite, algumas das quais costumam envolver legislação vigente e assuntos federais, é bem possível que um motorista se sinta, a princípio, desconfortável em “falar”.

 

A linguagem empregada é o que o colocará em situação relaxada e positiva.

 

2) Como Interagir De Modo Assertivo

Além da própria linguagem empregada, é preciso que o RH saiba explorar a interação com os funcionários que forem selecionados para participar da rodada de pesquisa.

 

Por exemplo, se uma oficina trabalha com central multimídia android auto e demais artigos típicos, é bem provável que a maioria dos seus funcionários seja composta de jovens e adolescentes.

 

Ora, não é segredo para ninguém como essa geração é inteirada com assuntos de redes sociais e internet em geral. Portanto, um quiz mais dinâmico e que interaja com cada funcionário como se ele fosse único, certamente trará melhores resultados.

 

Mais do que falar da rotina de trabalho: é possível pedir a opinião deles em relação aos produtos/serviços e ter a certeza de que o que for dito naquele campo, por escrito, será de melhor qualidade que comentários feitos durante a correria do dia a dia.

 

3) Sobre o Fluxo Da Comunicação

Outro ponto importante é o fluxo de mensagens e de comunicação.

 

Não é raro ver empresas que vão de um extremo ao outro, e passam a disparar muitos questionários, quiz, desafios e até promoções para o funcionário que responder.

 

Tudo isso é válido, tal como as palestras motivacionais, os cursos de especialização, os eventos profissionais ou de férias, e tudo o mais que citamos acima. Tudo isso se inclui nas estratégias de endomarketing. O problema, porém, não está no formato ou no que está sendo prometido, mas justamente na quantidade de e-mails disparados.

 

Uma loja virtual que venda equipamentos e dispositivos tecnológicos, como notebooks, calculadoras científicas, contadora e classificadora de moedas entre outros, certamente enfrentaria desafios quanto à otimização de tempo.

 

Afinal, é comum esses setores serem amparados por departamentos de venda de tipo call center ativo, cujo ambiente não permite muitas dispersões sem trazer sérios riscos para o setor como um todo.

 

4) Questões Mais Técnicas

Finalmente, existem algumas questões técnicas e até de TI (Tecnologia da Informação) que o RH também precisa levar em conta, tal como a da responsividade das páginas.

 

Como é sabido, o termo “responsivo” remete ao layout das páginas digitais. Quando essa programação não está incluída na página, ela não abrirá corretamente em dispositivos móveis, como celulares e tablets.

 

Sendo que, evidentemente, hoje grande parte do público acessa sua caixa de e-mail por esses dispositivos. E isso ocorre tanto em setores de cultura tecnológica, tal como escritórios de marketing, publicidade e design virtual, quanto em áreas de serviços como a de Locação de gerador de energia.

 

Se isso não for levado em conta, pode ocorrer de o funcionário abrir o e-mail, não conseguir acessar o campo de pesquisa na hora, deixar para depois e então o material sumir na lista da caixa de entrada dele.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

A Importância do Marketing de Relacionamento Para E-Commerce

O Marketing de Relacionamento é um conjunto de ações que visam promover a satisfação e a fidelização dos clientes, com aproximação pelo oferecimento de benefícios. Trata-se de uma estratégia importante em qualquer empresa, independente do segmento ou tamanho, e que também se aplica aos E-Commerces.

 

O Marketing Digital ajuda as empresas a conquistarem mais espaço no mercado, com a promoção da marca por meio de canais como site, blog, redes sociais ou e-mail.

 

Nesse sentido, a produção de conteúdo ajuda a destacar as empresas, agregando autoridade às marcas, fazendo com que elas se tornem referências em seus segmentos de atuação, e promovendo produtos ou serviços.

 

A Importância do Marketing de Relacionamento Para E-Commerce

 

Contudo, com a concorrência cada vez maior, torna-se necessário voltar a atenção também para a necessidade de cativar os clientes, de forma que eles se tornem consumidores fiéis.

 

Dependendo do nível de satisfação, além de repetir as compras, eles podem até recomendar a marca para outras pessoas, o que em larga escala é bastante positivo para o crescimento de qualquer negócio.

 

Portanto, é fundamental que os empreendedores de E-Commerces de qualquer setor invistam não só em estratégias de Marketing Digital, mas também em Marketing de Relacionamento.

 

O Que é Marketing de Relacionamento?

O Marketing de Relacionamento está baseado na construção de relações duradouras com os consumidores.

 

Atualmente, os ambientes digitais possibilitam que as pessoas encontrem uma infinidade de opções de marcas, produtos e serviços, muitas vezes do mesmo segmento, competindo pela sua atenção.

 

Por isso, é bastante comum que o público pule de uma marca para outra. E assim, competir no mercado para adquirir clientes pode se tornar mais difícil do que reter alguém que já conhece a empresa.

 

Pesquisas apontam para o fato de que pode ser até 14 vezes mais caro conquistar um novo consumidor do que manter um atual na base da empresa.

 

Nesse sentido, é essencial aumentar o “tempo de vida” dos clientes atuais das empresas, possibilitando um aumento gradual da rentabilidade. A retenção do cliente pode ser considerada mais importante do que a atração de novos.

 

Para manter um relacionamento positivo e contínuo, é preciso investir em formas de mantê-lo engajado, com proximidade e um bom atendimento.

 

É preciso ter em mente que o foco deve estar completamente na satisfação dos consumidores. Para isso, é preciso cuidar da qualidade do atendimento e da forma como as relações entre ambas as partes serão estabelecidas.

 

Quais As Diferenças Entre Marketing de Relacionamento e Marketing Tradicional?

O Marketing de Relacionamento está focado na relação entre empresa e cliente. As estratégias estão preocupadas nos valores que a empresa transmite aos clientes, por meio da qualidade do atendimento. Quanto mais longas as relações que são estabelecidas, mais valor é agregado à marca.

 

Para isso, é importante que os E-Commerces contem com informações sobre cada consumidor. Isso possibilita o oferecimento de benefícios e experiências personalizadas a cada um.

 

Já o Marketing Tradicional, nos meios online ou offline, tem o objetivo de influenciar o público na aprovação da marca, resultando em compras. Ele não tem como objetivo a conquista de uma relação com o consumidor, está voltado para a apresentação de produtos e serviços, de uma forma que convença o público a realizar o investimento.

 

Como Aplicar o Marketing De Relacionamento No E-Commerce?

O Marketing de Relacionamento pode trazer mudanças para toda a estrutura do E-Commerce e, por isso, é preciso que mudanças ou implementações de estratégias sejam acompanhadas por profissionais qualificados e com experiência no assunto.

 

Também é importante que seja feito um planejamento, definindo metas e métricas para a análise posterior dos resultados.

 

Dentre as principais formas de aplicar o Marketing de Relacionamento, é válido ressaltar:

  1. A criação de uma base de dados sólida;
  2. Uso do Email Marketing;
  3. Elaboração de programas de fidelidade;
  4. Invista em “Customer Success”;
  5. Relacionamento pelas redes sociais.

 

1. A Criação De Uma Base De Dados Sólida

Qualquer boa oferta sempre está baseada no público e nas suas necessidades. Para criar uma base de dados sólida, uma das principais soluções é a criação de uma persona, que irá guiar a elaboração da melhor forma de abordar o público.

 

A persona é como uma representação do cliente ideal de uma transportadora de mudanças, por exemplo. O conceito envolve características dos potenciais clientes, como faixa etária, cidade em que mora e até profissão ou hobbies.

 

O estudo da persona potencializa as estratégias de Marketing Digital, ao passo que as ferramentas permitem a coleta de dados, criando listas de possíveis clientes, de acordo com as ações que eles realizam nos E-Commerces.

 

É importante manter uma base de dados sólida e constantemente atualizada. Isso permite que a empresa adote ações distintas de acordo com a proximidade que tem com o cliente.

 

Um empreendimento focado no aluguel de tenda para casamento, para exemplificar, pode realizar campanhas mais massivas com os clientes que geram maior receita, com a contratação mais frequente de serviços.

 

O acompanhamento personalizado é um dos pilares do Marketing de Relacionamento, e depende de uma boa administração das bases de dados das empresas.

 

2. Uso do Email Marketing

Eficiente para aproximar empresas e clientes, criando laços íntimos e duradouros, o Email Marketing pode ser adotado de diversas formas para melhorar o Marketing de Relacionamento.

 

Mesmo após a realização de festa de bodas de prata, para seguir no exemplo dado anteriormente, a empresa pode investir em diversas abordagens para continuar presente no cotidiano dos seus consumidores e, até mesmo, organizar outras festas para esses clientes.

 

É bastante comum que as marcas entrem em contato em datas festivas, ou mandem emails para oferecer ofertas ou promoções, divulgar conteúdos informativos ou relevantes, compartilhar novidades da empresa ou do segmento de atuação, entre outras mensagens.

 

Para melhorar tanto os serviços prestados, como o aluguel de tenda cristal, quanto a própria relação com o consumidor, também podem ser aplicadas pesquisas de satisfação.

 

3. Elaboração De Programas De Fidelidade

Os programas de fidelidade costumam fazer sucesso entre o público. Eles são uma forma de recompensar os consumidores, por escolher a marca sistematicamente, mesmo em meio a tantas opções disponíveis no mercado.

 

Ao mesmo tempo, os programas de fidelidade fazem com que os clientes tenham a sensação de que, além de resolverem os seus problemas pessoais, a marca dá direito a um bônus, uma vantagem, por meio da fidelização.

 

Uma dica é fazer uma análise da persona da empresa, buscando entender o tipo de oferta que mais a atrai, para investir na ação mais eficiente para alavancar as vendas de serviços ou produtos, como whey protein para emagrecer, por exemplo.

 

Nesse caso, uma das alternativas é o cliente ganhar amostras grátis ao completar determinada quantidade de compras. Contudo, é preciso atenção para que os bônus continuem gerando lucro para as empresas, e não representem um prejuízo.

 

4. Invista Em “Customer Success”

“Customer Success”, ou Sucesso do Cliente, do inglês, é uma expressão que vem sendo utilizada para campanhas que têm como objetivo ajudar os clientes no processo de utilização da marca.

 

O Marketing de Relacionamento e o Sucesso do Cliente acabam se interligando, porque o primeiro preza pela proximidade, enquanto que o segundo visa a produção de conteúdos adequados, pelos canais mais efetivos. Os principais pontos que resultam dessa relação são:

 

Definição De Conteúdos

É preciso transmitir informações e possíveis resoluções de dúvidas aos clientes. As questões podem envolver tanto o aluguel de caçamba entulho, por exemplo, quanto a própria empresa especializada. Os conteúdos são utilizados para ajudar os consumidores, atraindo-os e facilitando os processos de compra.

 

Ajuda Com Materiais

Geralmente a equipe de Marketing de Relacionamento fornece informações para os profissionais focados no Sucesso do Cliente. Desta forma, é possível definir com mais assertividade as principais dúvidas e respostas sobre os produtos, serviços ou marca.

 

Automação De Marketing

Ambas as equipes podem auxiliar na definição das ações que trarão o melhor resultado para o Marketing da empresa. A automação de marketing é um ponto de encontro e também contribui para melhores resultados, com processos mais produtivos.

 

5. Relacionamento Pelas Redes Sociais

Manter as empresas ativas nas redes sociais já é uma iniciativa básica de empresas de qualquer setor que pretendem continuar relevantes e mantendo um relacionamento com seu público, mesmo após a realização das compras.

 

Um clínica de estética, por exemplo, pode investir em postagens divulgando resultados de procedimentos como a aplicação de silicone nos seios. As redes sociais permitem que as empresas alcancem um número crescente de pessoas e a repercussão das postagens costuma ser quase imediata, principalmente se o conteúdo for de qualidade.

 

Também é possível trabalhar com diversos tipos de conteúdos, como promoções, divulgação de informações relevantes, conteúdo para gerar engajamento ou interação, e até memes. Contudo, é importante que as postagens sejam condizentes com a imagem da instituição, como no caso de um hospital veterinário do câncer, para exemplificar.

 

Os conteúdos interessantes e atrativos para o público, aliados às possibilidades de interagir, comentar ou compartilhar, contribuem para que empresa e clientes continuem próximos.

 

Conclusão

É preciso que a importância do Marketing de Relacionamento seja reconhecida pelos empreendedores de E-Commerces, com investimento e emprego das ações mais adequadas para cada caso.

 

Desta forma, a empresa pode esperar crescimento pautado na valorização dos clientes mais antigos e atuais.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

3 Maneiras Rápidas e Fáceis De Construir Uma Lista De Emails

Depois de ler inúmeros post e procurar dicas preciosas de especialistas e ter lido muitas histórias de sucesso de pessoas criando uma pequena fortuna com lista de emails, você finalmente decide ter a sua própria lista de emails. De acordo com tudo que você leu e escutou, então acha que sabe tudo sobre o assunto mas depois de um tempo aplicando o conhecimento adquirido, você ainda não conseguiu obter o lucro esperado e fica decepcionado.

 

3 Maneiras Rápidas e Fáceis De Construir Uma Lista De Emails

 

Na verdade, você pode estar perdendo dinheiro ao invés de estar ganhando. Mesmo que você tenha uma lista de emails bem grande, apenas uma porcentagem muito pequena desta lista realmente compra de você, e com isto o seu lucro ainda não apareceu. Você perceberá que, depois de alguns meses, suas estatísticas e números de vendas são desanimadores.

 

Então, o que está acontecendo de errado? Por que outros alcançam a meta financeira desejada fazendo a mesma coisa e você não?

 

Provavelmente o seu erro é que você escolheu o nicho mais popular para atuar e não levou em conta o tamanho da concorrência. Se o nicho é popular, já tem muitas pessoas ofertando e vendendo lá, um verdadeiro oceano vermelho. Não é só porque você tem uma lista de emails grande, significa que elas vão comprar instantaneamente de você.

 

Neste post vou oferecer 3 maneiras rápidas e fáceis de montar uma lista de emails lucrativa, pode ser que você ressuscite aquela sua ideia milionária. Para aqueles que estão começando, aproveite para começar da forma certa.

 

1) Faça Com Que Seus Clientes Confiem Primeiro Em Você e Em Seus Produtos

Apenas o enviar email para a sua lista de emails não fará de você um especialista e um vendedor confiável. Escreva muitos artigos em seu blog antes de iniciar uma lista de emails. Inicialmente visite e participe de fóruns para obter conhecimento sobre seus clientes e seus desejos e necessidades, assim fica mais fácil sobre o que escrever em seu blog.

 

3 Maneiras Rápidas e Fáceis De Construir Uma Lista De Emails

 

Participe de grupos das redes sociais e forneça dicas e recomendações de especialistas. Quando você sentir que as pessoas já confiam em você, ai sim poderá iniciar sua própria lista de emails. Você pode fazer parcerias com outros participantes dos grupos para a construção de uma lista de emails compartilhada. Duas ou três pessoas confiáveis solicitando inscrições em uma lista de emails torna a construção mais rápida.

 

A verdade certa é que o dinheiro só virá quando os participantes da sua lista de emails acreditarem e confiarem em você. Eles querem um produto ou serviço que foi recomendado por alguém confiável. As pessoas não compram produto ou contratam serviço de alguém que não conhecem.

 

2) Encontre Um Produto Ou Serviço Que As Pessoas Querem e Precisam

Embora possa não ser o seu forte, se você fornecer um serviço e/ou um produto que você pesquisou e aprendeu bem, você pode levar a sua ideia adiante. Invista seu tempo, esforço e dinheiro para que você venda mais para os assinantes da sua lista de emails.

 

3 Maneiras Rápidas e Fáceis De Construir Uma Lista De Emails

 

A verdade é que venda algo em que você tem interesse, que você realmente gosta. Há muitas pessoas que tentam vender algo que não são totalmente interessadas ou nem gostam, por isto acabam fracassando. Faça bem detalhada a sua pesquisa sobre o que você gosta e o que vender, então o dinheiro vai entrar feito uma enxurrada de água.

 

Também forneça para os assinantes da sua lista de emails materiais promocionais que eles podem usar e compartilhar nas redes sociais.

 

3) Conheça Outras Pessoas Que Usam Lista de Emails

Isso é basicamente uma regra de ouro, especialmente se for alguém que já tem uma lista de emails bem-sucedida. São pessoas que têm experiência nesse empreendimento e a experiência ainda é a melhor professora. Embora existam muitos artigos disponíveis para você na internet para ler, não há nada como obter uma consultoria em primeira mão de alguém que já obteve sucesso.

 

3 Maneiras Rápidas e Fáceis De Construir Uma Lista De Emails

 

As pessoas experientes que tem lista de emails poderá lhe dizer o que fazer e o que não fazer, porque eles já passaram por isso. Embora diferentes situações ocorram para pessoas diferentes, o conceito geral ainda pode ser muito útil. Há muitas coisas para evitar e essas pessoas serão capazes de lhe dizer quais.

 

Conclusão

Criar uma lista de emails lucrativa não acontece da noite para o dia. Existem muitas preparações e esforços para fazer.

 

A lista de emails são construídas a partir do zero, conforme sua lista cresce, você também deve manter a qualidade da sua lista de emails. Mantenha ela organizada, gerenciável e descadastre aquelas pessoas que não abrem seus emails, para não derrubar a reputação da sua lista.

 

E muito importante, certifique que os assinantes da sua lista de emails estão felizes e satisfeitos com suas ofertas, desta forma eles estarão dispostos a comprar de você.

Para Quem Serve o Leadlovers?

Para quem serve o leadlovers?

 

O leadlovers é a plataforma “Tudo em Um” para deixar você livre para pensar em negócios, não em ferramentas. Esta é a definição da própria empresa, que mostra para que veio.

 

para quem serve o leadlovers

 

Mas vamos além para que tudo fique claro:

 

Leadlovers é um software de automação muito útil a empreendedores que não dispõem de tempo e de habilidades para executar suas estratégias de marketing digital. Com ela você consegue configurar páginas para atrair, conquistar e manter a comunicação com clientes em potencial através do e-mail marketing.

 

A ideia é proporcionar um melhor relacionamento com a audiência a partir do momento em que eles conhecem sua empresa até quando se transformam em clientes. E claro, facilita as coisas para que a relação seja mantida após as vendas.

 

Automação de Emails

Crie sequências de e-mail marketing e envie mensagens personalizadas para toda a sua lista de contatos.

 

Criação de Páginas

Crie páginas sem precisar contratar um designer ou ter conhecimentos em HTML. Crie, divulgue e converta visitantes em leads.

 

EAD (Área de membros)

Crie o seu curso online e disponibilize para os seus clientes em um ambiente agradável personalizado.

 

Em resumo, é possí­vel criar:

  • Encurtador de URLs. Com o encurtador de URLs, use o próprio domínio para criar links amigáveis.
  • Contador de escassez. Explore o gatilho da escassez usando um recurso nativo em suas páginas e e-mails
  • Facebook messenger. Converse com os seus clientes e potenciais clientes de forma informal e efetiva através de uma Máquina Messenger.
  • SMS marketing. Se relacione com os seus leads através de SMS para converto-los em clientes.
  • Gatilho Condicional. Evite enviar vários e-mails sobre assuntos diversos para o mesmo lead.
  • Integrações. Integre o leadlovers com SendGrid, Pluga.co, Zapier, SugarCRM, Pipedrive, PayPal, Monetizze, pagSeguro, Hotmart, Eduzz e muito mais.
  • Teste de entregabilidade.
  • Relatórios de métricas.
  • Segmentação por tag.
  • Lead scoring.
  • Multi usuários.
  • Um blog com postagens.
  • Páginas de captura para entregar conteúdos.
  • Páginas de obrigado.
  • Funis de vendas.
  • Páginas de vendas.
  • Páginas adicionais como termo de uso e política de privacidade.
  • Sequências de e-mails.

 

Mas não ache que e muito, pois em minutos você ja consegue integrar tudo isso sem precisar entender nada sobre programação, pois tudo é integrado de maneira simples e profissional.  A ferramenta leadlovers foi mesmo elaborada para otimizar tarefas de quem quer ter resultados rápidos na internet.

 

Veja também Leadlovers Treinamentos e Bônus

 

Para quem serve o leadlovers?

  • Produtores de conteúdo.
  • Empreendedores digitais.
  • Profissionais liberais.
  • Pequenas e médias empresas.
  • Autores e escritores.
  • Afiliados profissionais.
  • Agências.
  • Coachs.
  • Consultores.
  • Especialistas em marketing digital.

 

A plataforma leadlovers foi criada pelo empreendedor Diego Carmona, que preparou diversos materiais para ajudar produtores e empresários a decolarem seus negócios na internet. Se você está iniciando no ramo de marketing digital, ou se já atua, mas busca o melhor custo-benefí­cio, o leadlovers é ideal para você.

 

A grande vantagem é que dento da plataforma estão as diversas ferramentas que você teria que comprar separadamente. Estão tudo no mesmo lugar.

 

No site da ferramenta você pode aprender como usá-la para atrair clientes para seus serviços ou produtos. Clique no botão abaixo e conheça.

 

Promoção Imperdível Para Você. Teste por 30 Dias o Leadlovers. Clique Aqui.

 

Depoimentos

Abaixo tem alguns ví­deos de depoimentos de usuários da ferramenta leadlovers.

 

Leadlovers Para Todo Tipo de Negocio

Abaixo tem um ví­deo do fundador Diego Carmona explicando mais sobre o leadlovers.

 

Conclusão

Agora é com você, clique no botão abaixo e descubra mais sobre esta maravilhosa ferramenta, o leadlovers.

 

Promoção Imperdível Para Você. Teste por 30 Dias o Leadlovers. Clique Aqui.

 

Ainda com dúvidas?

Então você deve clicar aqui para entrar no grupo exclusivo do leadlovers no facebook e tirar todas as suas dúvidas direto com o Diego Carmona antes de assinar a ferramenta leadlovers.

Estratégia correta de email marketing

Sempre que você usa uma estratégia de marketing da forma errada, você não perde apenas o dinheiro que investiu nessa estratégia, mas também tudo o que deixou de ganhar nesse perí­odo. Nesse ví­deo o consultor em marketing digital Olimpio Araujo Junior explica mais uma estratígia para se usar e-mail marketing da forma correta.

Marketing de Conteúdo: Entenda a sua importância

Atualmente, são pouca as empresas que não percebem que a presença nas mídias sociais ou a criação de um blog é um investimento obrigatório. O problema é que essa presença nem sempre se traduz em resultados reais. Um dos grandes fatores para isso é o tipo de conteúdo que as pequenas empresas publicam por lá.

 

Se você quer criar um conteúdo eficiente é necessário entender onde a empresa se diferencia, traçar a imagem que ela deseja transmitir para o seu potencial cliente e construir o posicionamento em cima disso. É um processo interno, mas que também ocorre na cabeça do cliente.

 

Uma das maiores armas de uma empresa é o conteúdo, que pode ser usado para construir um posicionamento e por isso é importante não “se distrair” com temas triviais, então mantenha uma linha editorial sempre muito ligada à imagem que a empresa quer construir.

content marketing

Tenha um conteúdo interessante, torne-se uma atração relevante por si só. Falar da própria empresa ou dos produtos não vai funcionar na maioria dos casos.

 

Uma estratégia que tem funcionado muito bem para boa parte dos negócios é a de educar o mercado, fornecendo todas as informações que o alvo precisa para entender o seu tema e para tomar as decisões de compra.

 

Dependendo do negócio e da criatividade, é possível extrapolar. A Blendtec, por exemplo, marca americana de liquidificadores, ensina em seu blog receitas feitas com o liquidificador.

 

Mas para ir além do conceito de “o liquidificador que tirtura tudo” e fazer algo diferente, eles criaram o programa “Will it blend?”, onde trituram iPhones, iPad, entre outros. Casamento perfeito entre o posicionamento e algo que desperta a curiosidade das pessoas.

 

Tenha um funcionário encarregado de produzir conteúdo. É uma garantia de que o conteúdo estará sempre alinhado com o que empresa precisa e, também, mantém a disciplina.

 

O contraponto é que isso consome muito tempo do funcionário e é difícil ele ter um conhecimento profundo de todas as áreas que empresa deve abordar.

 

Outra opção é distribuir o conteúdo entre vários colaboradores da empresa, mesmo que sejam de áreas diferentes, sem que o trabalho sobrecarregue alguém. Para este caso é essencial ter um editor, ele garantirá a disciplina e fará a coisa funcionar.

 

Ele também é fundamental para garantir qualidade na entrega e alinhar a estratégia da empresa, já que os outros funcionários nem sempre são bons comunicadores.

 

Uma opção super-prática, e que vem sendo muito utilizada hoje, é a contratação de empresas terceirizadas, especializadas em criação de conteúdo.

 

Mas até essa vantagem possuí um grande problema, normalmente estas empresas não têm o conhecimento de mercado que a sua empresa tem e, em alguns casos, pode faltar profundidade ou alinhamento, principalmente em negócios especializados.

Fonte: Blog Leadlovers