Black Friday e Festival 11/11: saiba um pouco mais sobre as datas promocionais

Aproveitar liquidações é uma das principais satisfações dos brasileiros. E quando o assunto são preços baixos, o Festival de Compras 11/11 e Black Friday se destacam. As duas datas já fazem parte do calendário mais esperado do ano e ajudam nas compras que antecedem o Natal, sempre com aquela economia. São datas promocionais muito aguardadas e que têm origem em dois extremos da tecnologia: China e Estados Unidos.

 

Descubra como surgiu o Festival de Compras 11/11

Criada na China, a data promocional é uma homenagem ao dia dos solteiros e também é conhecida como Single’s Day, considerado o maior festival de compras do mundo, principalmente de produtos importados.

 

Black Friday e Festival 11/11: saiba um pouco mais sobre as datas promocionais

 

As vendas acontecem online e englobam muitas mercadorias chinesas, com promoções que chegam a 60% de desconto, sendo um verdadeiro embate com a Black Friday, que acontece logo em seguida.

 

O Festival de Compras 11/11 começou na Universidade de Nanquim, em 1993, sendo inicialmente como um evento para socializar os solteiros, principalmente os homens. Assim, no dia 11 de novembro várias atividades e celebrações foram montadas para ajudar os rapazes a encontrar um amor.

 

E a data não foi escolhida em vão: o 1 foi escolhido pelo fato de representar uma pessoa sozinha e o outro 1 como o par perfeito, sempre com foco nos jovens. Com o passar dos anos, o evento foi ganhando força e o comércio percebeu um excelente aliado para vender mais.

 

Dessa maneira, com o crescimento da popularidade, as oportunidades de negócios também aumentaram, ou seja, era a data ideal para presentear a pessoa amada. O sucesso foi tanto que, atualmente, o 11 de novembro já é visto como o maior festival de compras do mundo, superando a Black Friday, Natal e Dia das Mães.

 

Inclusive, a data tem até um mascote: o Tígong, um urso panda muito carinhoso que significa ofertas e simboliza ainda boa sorte. No Brasil, as Americanas criaram iniciativas de importação de produtos para ajudar nas compras dos brasileiros.

 

Assim, é possível comprar produtos importados a preços baixíssimos, sem cobrança de taxas de entrega e outras vantagens. Tudo em milhões de produtos que certamente ajudarão você a economizar.

 

Black Friday: da sexta-feira negra ao auge nas vendas 

Mundialmente conhecida, especialmente nos Estados Unidos, a Black Friday começou para retratar calamidades no que era conhecido como sexta-feira negra, sendo usada primeiramente no dia 24 de setembro de 1869 quando dois especuladores tentaram tomar o mercado de ouro da Bolsa de Nova Iorque.

 

Como o governo teve que intervir para corrigir a distorção no preço da matéria-prima, elevando a oferta, houve queda nos preços e inúmeros investidores perderam dinheiro.

 

Com o passar dos anos, o costume iniciado pelo então presidente Abraham Lincoln, o Dia de Ação de Graças, caiu na última quinta-feira e no último dia de novembro, em 1939. Sabendo-se que haveria menos tempo para as compras de Natal, lojistas enviaram uma petição ao presidente Franklin Roosevelt para declarar o início das festas uma semana mais cedo, sendo autorizado.

 

Dessa maneira, o Congresso decidiu mudar o Dia de Ação de Graças para a quarta quinta-feira de novembro, abrindo espaço para uma semana a mais de compras até o Natal. Assim, surgiu a Black Friday, o dia de compras após o feriado nacional com duração de 24h.

 

São inúmeras ofertas e promoções que geram filas quilométricas na frente das lojas físicas e virtuais. Consumidores aguardam ansiosos pelo momento e chegam a correr atrás dos produtos antes que acabem.

 

No Brasil, a data já virou tradição e chegou a movimentar R$6 bilhões somente em 2019, com uma alta de 36% em relação a 2018. Os descontos chegam a 90% e algumas lojas até estendem a data semana adentro.

 

Portanto, há várias datas para os consumidores aproveitarem no calendário do comércio, especialmente o Festival 11/11 e a Black Friday. Como ambas acontecem em novembro, nada melhor do que fazer aquela economia ao longo do ano para aproveitar as promoções, sempre de olho no Natal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

seis − 3 =