Saiba quais são os líderes de compra online no Brasil

O comércio eletrônico vem ganhando cada vez mais espaço no Brasil, impulsionado especialmente durante a pandemia de covid-19. De acordo com o Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC), nos últimos sete anos, o comércio eletrônico movimentou impressionantes R$ 628 bilhões.

 

Neste artigo, vamos explorar os líderes de compra online no país, com base nos dados fornecidos pelo recém-lançado painel Comércio Eletrônico Nacional, que disponibiliza informações oficiais sobre o e-commerce brasileiro.

 

Para adiantar, saiba que o top 10 do ranking de negócios online começa com os celulares, um item indispensável, e termina com pneus, como exemplo do pneu 175/70 r13, tamanho utilizado nos carros populares e mais presentes entre os motoristas de aplicativos.

 

Saiba quais são os líderes de compra online no Brasil

 

Painel de Comércio Eletrônico Nacional

O painel Comércio Eletrônico Nacional é uma ferramenta que disponibiliza informações oficiais sobre o e-commerce no Brasil, baseadas em dados fornecidos pela Receita Federal.

 

Lançado em 11 de maio de 2023, ele oferece acesso público às informações do mercado, permitindo que empresas e empreendedores se preparem para a transformação digital, mapeiem a dinâmica do comércio eletrônico, identifiquem tendências de crescimento e tomem decisões informadas.

 

Ou seja, com o painel Comércio Eletrônico Nacional é possível ter acesso a informações oficiais sobre o e-commerce brasileiro, o que possibilita um mapeamento da dinâmica desse setor e das tendências de crescimento.

 

Essa iniciativa traz transparência e insights valiosos para o setor, impulsionando a economia digital do país.

 

Top 10 de produtos no ranking de negócios online no Brasil

 

1º Smartphones

No topo da lista de produtos mais vendidos estão os smartphones, que respondem por 11,5% (R$ 72,1 bilhões) do total observado no período analisado. Só em 2022 chegou a R$ 16,9 bilhões de faturamento nas compras online.

 

2º Televisores

Os televisores também têm um lugar de destaque no comércio eletrônico brasileiro, com um faturamento na ordem de R$ 28 bilhões (4,5% do total). Com a demanda por entretenimento em casa, impulsionada pelo crescimento de serviços de streaming, as vendas de TVs online tiveram um grande aumento nos últimos anos.

 

3º Livros

Mesmo em um mundo cada vez mais digital, os livros ainda são populares entre os consumidores online. As vendas de livros atingiram a marca de R$ 5,8 bilhões, demonstrando que a leitura continua sendo uma paixão dos brasileiros, agora também impulsionada pelo comércio eletrônico.

 

4º Computadores (menos de 10kg)

Com um faturamento de R$ 5,5 bilhões (3,3% do total), os computadores também estão entre os líderes de compra online no país. Com a crescente necessidade de trabalho e estudo em casa, os computadores se tornaram itens indispensáveis para muitas pessoas.

 

5º Refrigeradores e congeladores

No mercado de eletrodomésticos, os refrigeradores e congeladores se destacam, com um faturamento de R$ 5,0 bilhões. A conveniência de adquirir esses itens pela internet, aliada à variedade de opções disponíveis, tem impulsionado as vendas online desse segmento.

 

6º Outros aparelhos de telefonia celular

Além dos smartphones, outros aparelhos de telefonia celular também têm sido bastante procurados pelos consumidores online. O faturamento desse segmento atingiu R$ 4,3 bilhões, demonstrando a diversidade de opções disponíveis no mercado.

 

7º Máquinas de lavar roupa

Com um faturamento de R$ 3,3 bilhões, as máquinas de lavar roupa também ocupam uma posição de destaque no comércio eletrônico brasileiro. A praticidade de adquirir esses produtos online tem sido uma vantagem para os consumidores, que podem comparar modelos e preços sem sair de casa.

 

8º Aparelhos de ar-condicionado

Com o clima tropical do Brasil, os aparelhos de ar-condicionado têm alta demanda, principalmente em períodos de calor intenso. O faturamento nesse segmento atingiu R$ 2,6 bilhões, refletindo a preferência dos consumidores por adquirir esses produtos pela internet.

 

9º Complementos alimentares

A preocupação com a saúde e o bem-estar tem impulsionado as vendas de complementos alimentares no comércio eletrônico. Esse segmento registrou um faturamento de R$ 2,6 bilhões, demonstrando a busca por produtos que auxiliam na nutrição e no cuidado com o corpo.

 

10° Pneus

O ranking dos líderes de compra online no Brasil é encerrado pelos pneus, com um faturamento de R$ 2,1 bilhões. Os pneus 175/70 r13, em particular, são maioria entre os carros populares utilizados por motoristas de aplicativos, representando uma parcela significativa das vendas nesse mercado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quinze + oito =