Como vender os seus serviços online?

Expertise e presença constante são duas exigências fundamentais para quem deseja vender os seus serviços online nos tempos atuais.

 

O primeiro, que sempre foi fundamental em todas as áreas da vida profissional, trata-se da competência que um indivíduo tem para realizar determinado trabalho ou serviço. Mas no meio digital, não basta saber, é preciso demonstrar o tamanho da experiência.

 

É justamente por isso que a presença constante nas redes sociais adorna a experiência de um profissional, independente da sua área, desde técnicos de informática até operários que trabalham com limpeza garagem condomínio.

 

Afinal de contas, a internet é um grande shopping, as redes são as novas lojas e as telas são pequenas vitrines. Não adianta ser o melhor profissional do mercado do lado de fora da web, sem ter método para trabalhar do lado de dentro.

 

Como vender os seus serviços online?

 

Dessa forma, se o ambiente muda, a técnica de negócio deve mudar também, principalmente ao considerar que a internet veio para transformar o mundo.

 

Se a expansão da indústria já possibilitou grandes produções e lucro rápido, muito mais vantajoso será trabalhar no novo mundo, onde é possível pedir um serviço de mecânica a domicílio direto do celular.

 

Portanto, o presente artigo tem como objetivo ensinar a importância de possuir uma boa presença digital, através das redes sociais, para que prestadores de serviços possam escalar os seus resultados através de uma boa comunicação com os clientes.

 

Além disso, o texto contará com sugestões úteis de como tirar a estratégia de venda de serviços online do papel. Através de dicas práticas, o prestador de serviços poderá planejar a promoção do seu trabalho, por mais simples que ele seja

 

Ao final da leitura, será possível comprovar que qualquer profissional pode atuar no digital, desde professores particulares até técnicos de manutenção de motor de portão com corrente.

 

A importância de uma boa presença online

As estatísticas que ilustram os números alcançados por negócios posicionados na internet, digitais ou físicos, falam por si só como investir na presença digital é importante, e o crescimento desse mercado está apenas começando.

 

Dois setores de destaque para exemplificar são o SaaS, cuja sigla significa Software As A Service, ou Software como Serviço, e o e-commerce, que é o bom e velho comércio eletrônico.

 

O SaaS é um setor que está estimado para valer aproximadamente 60 bilhões de dólares no futuro próximo, e o seu mercado voltado para dispositivos móveis está na casa dos sete bilhões de dólares.

 

Além disso, 73% das organizações indicam que quase todas as suas ferramentas serão SaaS muito em breve.

 

Dessa forma, é possível ver que esse mercado é global e enorme, mesmo sendo ainda recente. É uma área que começou agora a ganhar visibilidade e a tendência é crescer cada vez mais.

 

Já o e-commerce ultrapassou a marca de um lucro de bilhões de reais no ano de 2020, só no território brasileiro. Além disso, houve um crescimento de 17% das compras em lojas virtuais por parte dos brasileiros.

 

No Brasil de hoje, as pessoas compram desde equipamentos eletrônicos até materiais de construção ou cortina sacada de vidro para casa.

 

Entre um pedido e outro, já se pôde registrar a marca de 194 milhões de pedidos com tickets médios de 452 reais. Com isso, a venda de dispositivos móveis alcança faturamentos de até quarenta e cinco bilhões de reais.

 

Portanto, acompanhar a onda de bons resultados do mercado digital é de suma importância, visto que em nosso país, ele é uma potência em amplo crescimento.

 

É indispensável estar na internet, independente de ser alguém que venda alimentos ou que instale chapa galvanizada para portão. É aí que entram as plataformas online.

 

Ter uma boa presença online significa atuar nas redes sociais de maneira ativa, e não meramente ocasional, apática e indiferente.

 

Não é muito raro ver pessoas que trabalham prestando serviços que divulgam pelo Instagram passar uma semana sem postar stories, e em seguida fazer dois breves posts na praia ou em um almoço de fim de semana. É evidente que isso não gera engajamento.

 

As pessoas que anunciam seus serviços na internet precisam ter em mente que, mesmo o negócio se tratando de resolução de problemas, o trabalhador precisa se vender como um produto nos seus anúncios, principalmente ao se tratar de serviços.

 

Até mesmo um pedreiro que deseje se promover pelo Instagram precisará investir na sua autoimagem. Pois o cliente que quiser fazer a instalação de uma janela integrada alumínio, por exemplo, não comprará um conceito abstrato, mas sim a imagem visualizada.

 

Dessa forma, o profissional que se promove online transforma a experiência do cliente com os seus serviços em uma espécie de produto. A boa imagem passada nas redes sociais será a embalagem deste produto.

 

A transição de um negócio para o meio digital requer que o empreendedor adquira o desenvolvimento do marketing pessoal. Para tal, o profissional não deve poupar o bom uso das ferramentas disponíveis.

 

O objetivo final é a prosperidade do negócio. Então, fazer com que o empreendedor pense na forma como quer ser visto pelo mercado é uma boa sugestão.

 

O que acontecerá em seguida será uma grande valorização desse profissional, afinal, o que mais torna importante a presença do profissional liberal nas redes sociais é que o mundo inteiro está indo para lá.

 

Desde o torcedor que gosta de apostar em jogos até uma pessoa que deseja comprar um tapete grande para sala, todos hoje fazem isso por meio de alguns cliques no celular.

 

Cada tipo de consumidor prefere uma plataforma diferente. Ou seja, quem quer conteúdos mais informativos, busca as suas respostas no YouTube. Os que preferem interação, procuram no Facebook e Instagram.

 

Já quem quer receber a resposta na mão, pede pelo e-mail ou WhatsApp. Dessa forma, o profissional inteligente é aquele que produz conteúdo para todas as plataformas que o seu negócio pode tirar algum benefício.

 

Uma tela de proteção para pombos pode muito bem ser pedida pelo WhatsApp e entregue à domicílio. Mas o profissional verdadeiramente dedicado certamente é aquele que produz artigos de blogs, argumentando sobre a importância da proteção para o local.

 

De sites a vídeos, de posts à mensagens de chat, todos os meios são válidos.

 

Dicas práticas para a promoção de serviços

Até aqui, já foi possível identificar a importância da internet para a venda de serviços, entendendo inclusive a diferença do objetivo de cada plataforma. Agora, o próximo passo é colocar em prática.

 

Por isso, existem algumas dicas bem práticas para quem deseja começar esse projeto com o pé direito, que envolve a elaboração de uma estratégia e a produção de conteúdos, bem como o conhecimento do público, o que leva à relevância de criar proximidade com ele.

 

Além disso, valorizar a experiência de uso do site, investir no uso de email marketing, além de utilizar formulários para cadastro e fazer a diversificação das formas de pagamento são pontos que auxiliam na venda de serviços online.

 

Para começar um planejamento de promoção de serviços online, não é possível negligenciar o conhecimento do público.

 

Quem se lança na internet sem ter a noção de que tipo de pessoa procura pelos seus serviços, está fadado ao fracasso.

 

Dessa forma, é bastante recomendado produzir um bom conteúdo sobre os serviços oferecidos e, ao receber uma quantidade suficiente de visualizações, encaminhar ao público uma pesquisa na qual deverão estar contidas perguntas sobre o perfil desses usuários.

 

É aqui que o marketing de conteúdo entra, que deverá ser feito de maneira concisa e direta, com o intuito estratégico de informar e vender.

 

Para vender através da informação fornecida, o conteúdo não pode estar à toa nas redes, mas alinhados à estratégia e sem perder o foco no objetivo almejado.

 

Para agregar a esse conteúdo, o profissional deverá dominar a estratégia de e-mail marketing, por se tratar de uma forma eficaz de fazer publicidade nessa plataforma, que vem sendo visualizada com cada vez mais pressa.

 

Para que o e-mail seja eficaz na promoção de um serviço, ele deverá:

  • Ter de 50 a 60 caracteres;
  • Não conter palavras que remetam à propaganda no assunto;
  • Utilizar imagens com o menor tamanho de arquivo possível;
  • Ter um call to action no topo.

 

Nada disso pode estar de fora da estratégia de marketing. Além desses pontos, essa estratégia deve favorecer a experiência do usuário também. De nada adianta uma comunicação completa com uma experiência estética ruim.

 

O formulário para as inscrições também deve favorecer a praticidade. De preferência, pedindo apenas o nome, número e e-mail das pessoas.

 

Para fechar o pacote, o profissional deve procurar estreitar o relacionamento com os seus clientes através da internet. Isso deve estar refletido na produção de conteúdo, na qualidade do atendimento e na entrega. Até a variedade de formas de pagamento conta nesse ponto.

 

Considerações finais

Os negócios feitos no mercado digital enchem os olhos de qualquer empreendedor em início de carreira, e se engana quem pensa que as vantagens estão apenas nas mãos dos donos de empresas.

 

O número de prestadores de serviços online de todos os tipos neste novo mundo está crescendo. É preciso se atualizar o quanto antes para garantir o futuro das carreiras que estão começando agora.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

dois × quatro =