Entenda os motivos dos seus conteúdos não conseguirem atingir o público-alvo

A produção de conteúdo é muito importante para ter resultados e retornos positivos com as estratégias de marketing. Uma maneira de ter sucesso com os conteúdos é por meio das estratégias de Marketing de Conteúdo que ajudam a ganhar autoridade no assunto e a fortalecer a imagem do seu negócio.

 

Ao elaborar as estratégias de marketing, os empreendedores se preocupam muito em produzir sempre o melhor conteúdo para agradar o público-alvo.

 

Entenda os motivos dos seus conteúdos não conseguirem atingir o público-alvo

 

Um ponto importante que os empreendedores devem se atentar é aos resultados que a produção de conteúdos pode gerar, pois há negócios que ficam sem bons resultados, mesmo depois dos investimentos em desenvolvimento de conteúdo.

 

Isso porque os materiais não chegam ao público-alvo, afinal não são produzidos de forma estratégica, compreendendo realmente quem são os potenciais clientes e quais são suas curiosidades, necessidades e dores.

 

Este é um erro que pode passar despercebido pelo planejamento de marketing e se estende por todo o trabalho, fazendo com que haja investimento e não ocorra o retorno esperado.

 

Muito mais do que produzir conteúdos de qualidade é essencial saber para quem produzir. Entender este detalhe pode fazer toda a diferença no planejamento e na produtividade da empresa de Assessoria contábil.

 

Saber os principais erros e o porquê de alguns conteúdos não cumprirem o seu papel de gerar excelentes resultados, como corrigir os erros, a importância do marketing digital e como construir o seu público-alvo são maneiras de desenvolver conteúdos de qualidade e ter mais visibilidade para o seu negócio.

 

O que é público-alvo?

O público-alvo consiste em um grupo de consumidores com características em comum e que a empresa consegue identificar no mercado, de modo a direcionar suas campanhas e estratégias de marketing para essa audiência e suas necessidades.

 

Definir o público-alvo do seu negócio, ou seja, quem são as pessoas que se interessam pelo seu conteúdo e consideram a compra do produto ou serviço é crucial para ter estratégias mais adequadas e efetivas.

 

Afinal, com essa identificação consegue-se entender as necessidades da audiência e, assim, é possível produzir conteúdos que atendam as expectativas do público.

 

Bases da segmentação do público-alvo

A segmentação de mercado é baseada em muitas variáveis. Se você pensar, por exemplo, em vender para mulheres na faixa de 50 anos, apesar de específica, essa é uma definição muito ampla e se aproxima muito mais da comunicação de massa do que da segmentada.

 

Considerando este fator, é importante que os empreendedores façam alguns recortes no mercado e identifiquem os segmentos que mais se relacionam com a sua marca, porque, esse detalhe ajuda na segmentação.

 

Para isso, conforme o nicho, para além do público-alvo é possível definir a persona, personagem semi-ficticio mais detalhado, considerando aspectos mais amplos desse público e permitindo nichos mais detalhados para a atuação da marca.

 

Para o conceito de público-alvo, as principais variáveis de segmentação que podem ser utilizadas para definição são:

  • Aspectos comportamentais;
  • Demográficos;
  • Geográficos;
  • Psicográficos.

 

Para as empresas B2B (Business to Business), as variáveis são diferentes, ou seja, estão relacionadas às características empresariais, por exemplo o faturamento, maturidade no mercado, número de funcionários, localização, segmento de atuação e porte da empresa.

 

A importância em definir o público-alvo do negócio

Definir um público-alvo para o negócio é um processo muito comum nas estratégias de marketing, mas este ato tão comum hoje, antes era bem difícil de acontecer.

 

O marketing era pensando em massa, ou seja, as marcas pensavam em um produto ou serviço e achavam que isso bastava para despertar interesse dos consumidores, criando campanhas para atingir o maior número possível de pessoas.

 

Contudo, todos os esforços para pensar nas campanhas poderiam ser em vão, visto que os grandes investimentos feitos para publicidade em veículos de comunicação em massa poderiam resultar na conversão de poucos consumidores.

 

Deste modo, a definição de público-alvo e segmentação transformou positivamente o mercado, pois o marketing agora é feito considerando o comportamento dos consumidores, assim a criação das estratégias pode ser mais específica para o público, ainda que feita, de certo modo, em massa.

 

Neste caso, contudo, com boa especificação e possibilidade de mensuração, aperfeiçoando cada vez mais as estratégias.

 

Os principais benefícios que essas mudanças proporcionaram para as marcas são:

  • Permite aproveitar melhor as oportunidades;
  • Possibilita criar campanhas e conteúdos mais eficientes;
  • Melhora a comunicação com o público;
  • Diferencia a marca perante os concorrentes;
  • Ajuda a definir um posicionamento relevante e único.

 

Essas novidades ajudam tanto uma empresa de grandes marcas atuantes, quanto nas lojas de varejo que vendem cortinas blackout, por exemplo.

 

Para construir um público-alvo para o seu negócio é necessário fazer algumas pesquisas de mercado e conhecer bem o seu produto/serviço e o negócio.

 

Mesmo com todo o conhecimento sobre o público-alvo, alguns negócios não conseguem atingir o público, por conta de erros que prejudicam os conteúdos, ou mesmo por não considerar adequadamente as necessidades desse público, visto que podem existir gargalos nos processos.

 

Sendo assim, para entender os erros e pensar em formas de melhorar as questões relacionadas aos conteúdos da sua Empresa de engenharia civil, continue a leitura dos tópicos a seguir:

 

Erros que impactam nos resultados das estratégias de conteúdos

 

Antes de pensar em soluções para alavancar o conteúdo, é importante entender os principais erros e porque estes acontecem, de modo a evitá-los e otimizar as campanhas. Os problemas mais comuns nesse sentido são:

 

1.   Falta de investimentos em marketing de conteúdo

O marketing de conteúdo é uma estratégia muito eficiente, sendo uma das mais utilizadas nas ações de marketing de diversas empresas para alcançar novos potenciais consumidores.

 

Este conceito se baseia no desenvolvimento de conteúdos valiosos e informativos que ajudam os clientes, oferecendo soluções e esclarecendo dúvidas sobre o ramo de atuação.

 

O grande foco desta estratégia não é fazer a divulgação de um produto ou serviço, mas mostrar que você tem propriedade no assunto a ponto de ajudar as pessoas, conquistando a confiança desses usuários.

 

Com o marketing de conteúdo, os consumidores podem conhecer mais sobre o seu trabalho, seja para empréstimo ou para um serviço de Manutenção de elevadores.

 

As pessoas, ao verem que você tem domínio do assunto, se sentem mais seguras e isso aumenta as chances de recorrerem a marca e seus serviços quando demandarem esse tipo de serviço.

 

2.   Falta de definição do público-alvo

É muito importante estudar e definir o público-alvo do negócio de forma adequada. Ou seja, é preciso identificar o grupo de pessoas que se interessam pelos produtos/serviços da sua empresa.

 

Quando há um público definido e há um mapeamento a partir de pesquisas de mercado, a produção de conteúdo se torna mais prática e a divulgação eficiente, pois o empreendedor sabe que os materiais serão destinados ao público correto, e os leitores identificam suas dúvidas nos conteúdos.

 

Deste modo, é fundamental saber quem tem interesse no seu trabalho e o acompanha de perto, assim a criação de conteúdos relacionados ao Cirurgia de catarata preço ou de outros produtos e serviços pode acontecer com qualidade.

 

Essas informações sobre o público são muito úteis, já que ajudam e guiam na construção de um público fiel.

 

3.   Conteúdos irrelevantes ou que não sanam as dores dos usuários

Este é um erro grave. Quando uma pessoa passa minutos do seu dia lendo um artigo ou post nas redes sociais, ela espera que o material ajude a solucionar dúvidas e problemas comuns em relação ao tópico abordado.

 

Ao perceber que o conteúdo não agrega informação para sua dúvida, a pessoa não interage, tende a abandonar e dificilmente retornará ao site para esclarecer dúvidas ou até mesmo fazer contato.

 

Esse erro pode acontecer sem que o empreendedor perceba, por isso é necessário ter cuidado para que os conteúdos desenvolvidos ajudem as pessoas que os leem.

 

Os consumidores interessados, por exemplo, em proteção residencial, estão sempre pesquisando informações sobre as instalações elétricas prediais, onde contratar este serviço e quais profissionais podem fazer o procedimento.

 

Isto posto, apresentar informações equivocadas não é a melhor maneira de ajudar o público a ter uma solução para o problema, pelo contrário, só gera mais confusão e prejudica o contato desses usuários com a marca, visto que ela não demonstra relevância para o mercado.

 

4.   Impaciência para a maturação da estratégia

Os resultados não aparecem rapidamente. Pensar que tudo é muito rápido pode atrapalhar a sua jornada rumo ao sucesso com a produção de conteúdo, não permitindo identificar realmente quais as melhorias precisam ser feitas e o que está trazendo resultado.

 

O imediatismo pode atrapalhar os profissionais no processo de criação de materiais de excelência e valor para o público.

 

Ter a ideia de que em poucas horas muitas pessoas terão interesse no seu serviço de digitalização de documentos ou outro produto/serviço é uma expectativa não adequada com a sua equipe e consigo mesmo.

 

Afinal, até mesmo os buscadores demandam tempo para posicionar o material para os usuários.

 

Deste modo, é importante utilizar as estratégias corretas e fazer um bom uso delas para obter os resultados desejados, identificando aquelas que apresentam resultado a curto, médio e longo prazo, mesclando as ações. Isso permitirá que os objetivos e metas sejam alcançados com qualidade.

 

Ao entender os erros e o que não deve ser feito, os empreendedores podem se questionar sobre como utilizar o marketing de conteúdo de modo eficiente para ter ganhos promissores. Confira mais sobre o tema no tópico a seguir.

 

Como fazer um bom marketing de conteúdo?

Pesquisar algumas dicas para criar materiais de valor e que geram ótimos resultados são maneiras de conquistar o público e ter sucesso.

 

O modo de fazer um excelente uso das estratégias de marketing de conteúdo consiste em:

  • Criar um blog;
  • Investir em tráfego pago;
  • Ter perfis nas redes sociais (alimentá-los com os conteúdos);
  • Desenvolver materiais em diferentes formatos e considerando os diferentes estágios de compra.

 

Seguindo essas dicas, os profissionais podem melhorar a credibilidade do negócio, se tornando uma referência no segmento de atuação e alcançando um público, em maior ou menor grau, mais qualificado para a conversão na venda de Cordoalha de aço, além de conquistar novas oportunidades no mercado.

 

Portanto, entender os erros e motivos que prejudicam a distribuição de conteúdo e pensar em soluções e caminhos que ajudam a evitar os problemas são maneiras de ter bons resultados na sua empresa.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove − 4 =