Aprenda como escolher boas palavras-chave no conteúdo de um texto!

Existem muitas formas de engajar as buscas do site ou blog de uma empresa e seus produtos ou serviços, e uma das principais é a forma como as palavras-chave são inseridas em um conteúdo.

 

Afinal, da mesma forma em que a estrutura de um texto deve ser pensada no papel, no meio digital não é diferente.

 

Isso porque existem estratégias que fazem os algoritmos dos mecanismos de pesquisa, como Google, Bing e Yahoo recomendarem o texto, vídeo ou quaisquer outros tipos de conteúdos, dependendo da forma como as palavras-chave foram destacadas.

 

Infográfico vetor criado por roserodionova – br.freepik.com

 

Neste artigo, vamos apresentar dicas de como escolher as melhores palavras-chave para as suas criações no mundo digital, além de sua importância e benefícios que trazem para um melhor engajamento. Acompanhe!

 

Afinal, o que são palavras-chave?

As estratégias de marketing digital entenderam que mais de dois terços de todas as pesquisas feitas no mundo são realizadas por meio de sites de mecanismos de pesquisa como o Google e o Bing.

 

Então, se uma pessoa tem interesse em aula de dança sertanejo, as chances de procurar em algum desses mecanismos de pesquisa são bens expressivos.

 

Com isso, essas estratégias pensaram em formas de serem bem vistos pelos algoritmos de pesquisa desses sites e foram criadas as palavras-chave.

 

Estas são, por natureza, palavras estrategicamente colocadas ao longo do texto para que o Google entenda o que aquela página está tentando expor e ser bem ranqueada em uma pesquisa. Assim, será possível recomendá-la com maior facilidade.

 

O uso das palavras-chave faz parte do chamado Inbound Marketing, uma estratégia de marketing focada em aumentar o tráfego orgânico por meio de ações de SEO e captação de novos leads para a empresa.

 

Levando em consideração o SEO

O Search Engine Optimization (SEO) e as palavras-chave estarão sempre “andando de mãos dadas”, pois para uma boa aplicação das ações de SEO, é necessário que exista uma estratégia de colocação das palavras-chave e boa estruturação do texto.

 

As palavras-chave são importantes nesse sentido para exporem o site nos mecanismos conhecidos como SEO on page e SEO off page, que trazem mais visitas para o site.

 

O SEO on page trata-se de todas as formas que trazem engajamento orgânico realizados dentro de uma página na internet.

 

Desta forma, toda a estrutura de um site de estúdio para ensaio, desde as cores, arquitetura, caixas interativas e texto devem ser estruturados de maneira a fazer com que a página seja melhor ranqueada nos buscadores, ficando entre as primeiras posições.

 

Já o SEO off page são as formas de trazer pessoas de fora da página para o site. Isso pode ocorrer por meio das redes sociais e links de referência vindos de outros sites, por exemplo.

 

Da mesma forma como o SEO on page, essa estratégia deve ser pensada para cumprir o objetivo.

 

Portanto, o Inbound Marketing tem como objetivo aumentar o tráfego orgânico de um site. A seguir, entenda do que se trata o tráfego orgânico.

 

Entendendo o tráfego orgânico

O tráfego orgânico são todos os acessos obtidos de forma natural, ou seja, sem a necessidade de disparar e-mails ou fazer anúncios pagos.

 

Não há como aumentar o tráfego orgânico de um site sem a criação constante de um conteúdo de qualidade em diversas frentes como o próprio site, blogs, redes sociais como o YouTube, além de aplicativos de mensagens.

 

Assim como todos esses conteúdos não devem ser simplesmente jogados no meio digital sem uma estratégia. Se o objetivo for abrir um projeto de aula de bateria para iniciante, o conteúdo criado para a página deverá ser ligado a esse instrumento musical.

 

Portanto, os conteúdos devem ser elaborados para falar sobre aulas de bateria, onde adquirir essas aulas, entre outros assuntos. Algumas perguntas que podem constar nos textos são:

  • O que eu devo conseguir?;
  • Como conseguir?;
  • Por que devo conseguir?;
  • Em que local eu consigo?;
  • Quando posso conseguir?;
  • Quem pode conseguir ?

 

O conteúdo que responde todas essas perguntas referenciando para o tema principal é considerado um texto completo em questão de conteúdo. Resta estruturá-lo de forma correta com as palavras-chave que remeterão ao seu assunto principal.

 

Como fazer a escolha de palavras-chave?

A primeira lição é não utilizar as palavras-chave apenas para ganhar dinheiro, mas também para dar a solução para aquilo que as pessoas estão buscando. A referência principal para todas as palavras-chave é cumprir o objetivo de pensar como o consumidor fará a busca.

 

Entendendo isso, podemos fragmentar as palavras-chave em diferentes objetivos. Vejamos alguns:

 

1 – Volume x concorrência

Na medida em que é necessário saber quais palavras serão certamente pesquisadas pelos usuários, também é preciso levar em conta que os concorrentes poderão estar utilizando as mesmas palavras-chave. Por isso, deve-se analisar.

 

Suponha-se que o objetivo de um comércio é a locação de som para eventos. Em seu site palavras como “locação” ou “som” são óbvias, mais gerais e podem não resultar em uma resposta precisa.

Então, pode ser interessante utilizar uma palavra-chave long tail (cauda longa), como “locação de som para eventos em cidade x”.

 

Assim, ambas as palavras cumprem a mesma função, porém, a segunda pode ser menor utilizada pela concorrência, o que ajuda a ranquear melhor o seu site.

 

2 – Conhecimento do público

Como em diversos processos do marketing, conhecer quem consome o conteúdo de um determinado negócio é essencial para o aumento e manutenção das vendas. Isto porque conhecer o cliente faz com que o empreendimento seja mais assertivo nos investimentos.

 

Portanto, as palavras-chave devem ser pensadas para atender as necessidades do seu público, assim como as postagens que estarão dispostas. Os mecanismos de busca precisam saber que aquele site fala de um determinado assunto.

 

Logo, se o objetivo é conseguir alunos para uma autoescola, as postagens e palavras-chave devem remeter a assuntos do gênero, como a primeira aula de direção que uma pessoa realiza. Lembre-se que todo conteúdo deve ser pensado e programado.

 

3 – Acompanhe o ranking

É importante saber como o seu site está sendo ranqueado e se as pesquisas da área estão sofrendo alterações. Existem sites das próprias plataformas que mostram as buscas mais realizadas, como o Google Trends.

 

É possível ver nesses recursos quantas pessoas realizam buscas de determinados assuntos. Uma forma interessante é ver se a concorrência está acima de você, quais as palavras-chave que estão sendo mais utilizadas e passar a implementar em seu SEO.

 

Ficar atento às notícias também é fundamental, uma vez que as buscas sofrem uma alteração gigantesca, dependendo do que ocorrer no dia, e as pessoas passam a pesquisar sobre o assunto.

 

Ter uma equipe engajada, que aproveite essas palavras para criar conteúdos para seu negócio é uma excelente estratégia.

 

Por exemplo, cresce o número de pesquisas da palavra “infantil” devido algum acontecimento divulgado pela mídia. Se seu negócio conseguir absorver a palavra, você pode criar um conteúdo sobre aula de inglês infantil.

 

Assim, é possível aproveitar o crescimento da busca, mostrar um pouco do trabalho e ainda alavancar seu tráfego orgânico.

 

O impacto positivo das palavras-chave

Vimos que palavras-chave bem organizadas são capazes de alavancar o tráfego do seu site, mas os benefícios vão além.

 

O aumento do tráfego orgânico fará com que outras ações do Inbound Marketing sejam favorecidas.

 

Logo, um usuário que acessa um site organizado passa automaticamente pelas páginas de captura, assim, serão seduzidas a deixarem dados importantíssimos para a conquista de vendas.

 

Até mesmo uma auto escola com carros adaptados conseguirá atrair uma quantidade de leads interessante aplicando essas estratégias. O investimento fará com que o lucro aconteça.

 

Outro fator é o ranqueamento positivo. Quanto mais tempo uma pessoa passa em um determinado site, maior será seu grau de relevância, mas isso não significa que o site não deva carregar rápido.

 

Um SEO bem estruturado, após um tempo de engajamento, passa a funcionar sozinho, diferente de estratégias com anúncios, por exemplo, em que o tempo é ilimitado.

 

Portanto, uma estratégia focada em palavras-chave terá um menor custo do que ficar investindo em campanhas que perdem consideravelmente o alcance após o tempo se esgotar. A longo prazo, o tráfego orgânico é melhor que o tráfego pago.

 

Considerações finais

Ao longo deste o artigo, vimos o que são palavras-chave e sua importância para a geração do tráfego orgânico. Também mostramos formas de como organizar estratégias que possibilitem uma escolha coesa e eficiente das palavras-chave em diversas situações.

 

Com isso, podemos finalizar o texto mostrando que o início de toda estratégia pode ser demorado e não tão simples, além de exigir uma adaptação.

 

É como colocar um filho em uma escola particular infantil: levará algum tempo até que ele se adapte, mas basta persistência e cuidado.

 

Estude as formas e as oportunidades que o seu negócio fornece, já que agora você sabe dos pontos positivos de investir nesta estratégia.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 + 19 =