4 Dicas para desenvolver conteúdos para e-commerces

Desenvolver conteúdos se tornou uma necessidade para qualquer empresa que além de um bom posicionamento na internet, queira se destacar no mercado.

 

Antes de se aprofundar nessa questão, precisamos falar um pouco sobre o Marketing Digital. Desde que surgiu, a internet vem mudando o dia a dia das pessoas, o comportamento da sociedade, a maneira como nos comunicamos, dentre outros aspectos.

 

Com isso, surgiram novas maneiras de fazer com que uma marca chegue até os ouvidos de seu público-alvo. Esses caminhos foram lapidados pelo Marketing Digital, que se tornou a principal maneira de fazer marketing.

 

Só que o meio digital inseriu a humanidade na era da informação. Hoje em dia, as pessoas estão ávidas por informações e têm acesso a elas de uma maneira muito mais rápida e em grandes quantidades.

 

Isso mudou o comportamento do consumidor, que sente a necessidade de buscar muitas informações antes de comprar qualquer tipo de produto ou serviço. Tudo isso fez dele muito mais exigente e bem informado.

 

De modo geral, uma marca que não investe em conteúdo para levar informação ao seu público-alvo acaba perdendo toda a sua credibilidade.

 

Por isso, neste artigo, vamos explicar a importância de criar bons conteúdos, dar dicas para trabalhá-los por um e-commerce e mostrar a por que desenvolver conteúdos é fundamental.

 

Acompanhe a leitura!

 

Importância de criar bons conteúdos

A criação de conteúdo valioso pertence a uma estratégia conhecida como Marketing de Conteúdo. Seu objetivo é atrair, encantar e envolver pessoas, por meio de materiais valiosos que geram oportunidades.

 

O Marketing de Conteúdo, por sua vez, pertence a uma estratégia conhecida como Inbound Marketing, ou Marketing de Atração, e que tem o objetivo de atrair pessoas.

 

Com ele, uma empresa de motoboy expresso faz com que o cliente vá até ela, no seu tempo, para com isso transmitir uma mensagem. No entanto, essa estratégia se baseia em quatro pilares, que são:

  • Atrair;
  • Converter;
  • Vender;
  • Encantar.

 

A atração se dá por meio de conteúdos valiosos que atraem visitantes interessados. A conversão transforma esses visitantes em leads, até que chega o momento da venda.

 

Por fim, o Inbound garante um relacionamento duradouro, com ações pós-venda que encantam os clientes.

 

A partir disso, começamos a entender a importância da criação de conteúdos para uma plataforma e-commerce no que diz respeito ao seu posicionamento no Google.

 

Isso porque vender pela internet demanda ter um bom posicionamento nesse buscador. Os conteúdos conseguem aumentar o tráfego do site, visto que quase 90% dos usuários do Google usam a plataforma para se informar.

 

Os conteúdos relevantes ajudam a posicionar o site de uma companhia de motoboy para delivery na primeira página do buscador. Assim, ela ou uma loja virtual poderão ser mais facilmente encontradas pelo público, facilitando o contato.

 

Uma prova disso é que as marcas que investem nessa estratégia têm quase 3 vezes mais visitas, o que é uma grande vantagem competitiva.

 

Esses materiais também fazem com que mais pessoas conheçam o seu e-commerce e os produtos que ele oferece. Isso é importante uma vez que os consumidores tendem a comprar de empresas que lhes são mais familiares.

 

Em outras palavras, eles melhoram o brand awareness, que faz com que mais pessoas tenham uma percepção positiva da companhia.

 

Isso aumenta o engajamento, construindo um relacionamento próximo com uma audiência mais seletiva.

 

Ao produzir conteúdo de qualidade, seja uma loja de cosméticos online ou uma empresa de motoboy são capazes de interagir com mais pessoas, criando engajamento. É assim que ela conquista defensores da marca e pessoas que recomendam seus serviços para outras.

 

Por fim, os conteúdos de valor geram vendas, educam o mercado, impulsionam a geração de leads e, de quebra, reduzem o custo de aquisição de clientes (CAC).

 

No entanto, o seu negócio só terá acesso a todas essas vantagens se souber como produzir conteúdos relevantes.

 

Dicas para criar conteúdos de valor

As plataformas e-commerce dependem exclusivamente da internet para vender seus produtos e serviços. Sendo assim, precisam investir nas melhores estratégias para se destacar.
Uma delas é a criação de conteúdo mas, para obter resultados, é necessário trabalhar algumas práticas importantes, como:

 

1. Monte um calendário de publicações

Um cronograma ou calendário de publicações é fundamental, uma vez que contém o tipo de conteúdo que será criado e quando será publicado, e que pode assumir diferentes formatos, como:

  • Texto;
  • Vídeo;
  • Áudio;
  • Infográfico.

 

Você pode criar um calendário mensal com o tipo de material, levando em conta períodos de sazonalidade para ajustar as pautas, como Natal, Dia das Mães, etc.

 

Faça uma pesquisa apurada das palavras-chave que deve usar, considerando as informações acima. Por exemplo, para uma confeitaria, o mês de maio pode ser mais corrido, pois é o mês das noivas.

 

Isso aumenta a quantidade de casamentos e a procura por doces finos para festa. Consequentemente, a busca por termos relacionados a esses doces aumenta no Google.

 

Pensando dessa forma, sua loja virtual vai conseguir desenvolver temas baseados nas palavras-chave que despertem o interesse dos usuários.

 

Essas palavras devem ser aplicadas ao longo de todo o conteúdo, incluindo seu título, subtítulo e nos nomes das imagens usadas (se houver).

 

2. Saiba para quem está escrevendo

Antes de produzir os materiais, é essencial conhecer o público ao qual ele se destina, onde ele está, quais são suas necessidades e que tipo de conteúdo prefere.

 

Uma forma de fazer isso é pesquisar na base de dados os tipos de compradores mais comuns da sua loja online. É claro que existem perfis distintos, mas é fundamental categorizá-los.

 

Veja os produtos que eles compram e quando compram, como em períodos sazonais, por exemplo. Assim, fica mais fácil criar um material que aborda pautas do interesse deles.

 

Também é importante fazer como uma empresa de serviço de moto entrega e integrar uma ferramenta de análise ao site de vendas.

 

A mais popular é o Google Analytics, que fornece detalhes sobre o que as pessoas procuraram, como chegaram até sua plataforma, quanto tempo ficaram em cada página e se preencheram algum formulário.

 

Dessa maneira, você vai entender as necessidades do seu público e o que faz as pessoas deixarem sua página sem realizar nenhuma ação.

 

3. Defina o tamanho dos conteúdos

Considere o tempo que o leitor levará para ler o seu conteúdo que, em média, é de 3 a 10 minutos. É desse modo que seu e-commerce saberá qual o comprimento ideal do texto para produção.

 

Geralmente, eles costumam ter 800 palavras, mas o próprio Google considera como mais relevantes aqueles que possuem, ao menos, 1.100 palavras.

 

Então, aquela confeitaria, ao escrever um artigo sobre os benefícios do bolo de leite ninho simples, deve se apegar a esse tamanho de material.

 

4. Invista em diversos canais, inclusive um blog

Nossa última dica é muito importante, uma vez que o blog é considerado o canal oficial de veiculação de conteúdo relevante na web pelas marcas.

 

Nada te impede de postar os vídeos, artigos e outros materiais diretamente na plataforma de vendas, no entanto, ela não é o canal mais apropriado.

 

O blog é uma página simples de ser criada e permite que você a organize como preferir. Além disso, ela pode estar atrelada ao site, permitindo que o visitante navegue entre ela e a loja virtual.

 

Como um e-commerce pode se beneficiar?

Uma loja online de doces, como uma que vende tradicional bolo caseiro, ou qualquer outra empresa, tem acesso a uma série de benefícios quando começa a investir na produção de conteúdos de valor.

 

Um deles é o aumento contínuo de informações importantes para o seu público-alvo. Ou seja, a marca cria seu próprio acervo de conteúdos que entregam aos seus potenciais clientes as informações que eles buscam.

 

Consequentemente, eles vão passar mais tempo navegando pelo site, o que ajuda a ranqueá-lo melhor no Google e potencializa as chances de vendas.

 

Além disso, quando o visitante do site de uma loja online de roupas que fabrica camiseta dry fit amarela e outras cores fica mais tempo navegando na plataforma, as chances de transformá-lo em lead aumentam consideravelmente.

 

Também é uma forma de aumentar as postagens nas redes sociais. Essas plataformas são essenciais para se relacionar com seu público-alvo, contudo, elas só vão funcionar se você publicar artigos relevantes para os seguidores.

 

Ao fazer isso, as pessoas podem compartilhar os conteúdos que lhe agradaram em seus perfis particulares, fazendo com que seus amigos também conheçam o seu e-commerce.

 

Em outras palavras, criar conteúdo e compartilhar nas redes sociais também é uma excelente estratégia para divulgar o seu negócio na web.

 

Conclusão

A era da informação está aí e não tem jeito de driblar a avidez por informação dos dias atuais. A relação de consumo mudou muito, e as marcas precisam acompanhar o novo comportamento do consumidor moderno, que anseia por conteúdo.

 

Então, investir em materiais ricos é entregar valor para o seu público-alvo, e para as plataformas e-commerce, que dependem exclusivamente do ambiente virtual, conteúdos ricos são a melhor forma de atrair novos clientes.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove + 17 =