TikTok é a melhor rede para influenciar os consumidores mais jovens?

O TikTok, rede social de vídeos curtos, é a mais nova febre entre o público formado por crianças, adolescentes e jovens adultos. A aposta chinesa na tecnologia digital se mostra bem-sucedida e concorre com nomes já estabelecidos no mercado.

 

Seja o TikTok alvo de críticas ou elogios, a relevância desta rede social se mostra inegável diante de seus mais de dois bilhões de usuários. Inicialmente favorito entre as crianças, o aplicativo atrai a atenção de um público mais velho, suscitando debates.

 

Seu sucesso pode ser rastreado a partir da capacidade aumentada em captar a atenção de um público, própria dos vídeos, aliada à rápida dinâmica de conteúdo que pode ser consumido em questão de poucos segundos.

 

O diferencial deste aplicativo, em comparação a outros lançados sobre o mesmo formato e proposta, é a promessa de amplo alcance da plataforma. Um vídeo lançado por uma conta de médio porte pode ganhar centenas de milhões de visualizações em um dia.

 

TikTok é a melhor rede para influenciar os consumidores mais jovens?

 

A opção de monetização rápida dos acessos, realizada através da vinculação de uma carteira virtual ou conta bancária ao aplicativo, favorece seu apelo diante do mercado consumidor, sendo possível ganhar dinheiro com visualizações e cliques em cupons.

 

Forte o bastante para se estabelecer no mercado das redes sociais junto a plataformas consolidadas, mas não abrangente o bastante para ameaçar a sobrevivência de concorrentes, o TikTok cresce junto às especulações sobre seu futuro.

 

Crescimento na era do cansaço das telas

A rede social enfrentou barreiras comportamentais entre o público no início de sua instalação, lançada no período onde se discute o chamado “cansaço das telas”, fenômeno que gera alertas quanto à dependência excessiva das redes sociais e ferramentas digitais.

 

O TikTok surgiu no mercado internacional quando o público-alvo entendia que haviam redes sociais demais em seu cotidiano, como o estabelecimento do internet banking, modalidades remotas de trabalho e estudo e facilidade da comunicação acentuou o mal-estar.

 

Associadas ao aumento da deterioração do estado mental na população jovem, demonstrado pelos casos de depressão, ansiedade e outros transtornos, as redes sociais ganharam contornos de vilão diante do olhar do público.

 

Neste cenário pouco convidativo, o TikTok quebrou barreiras em uma população que estava pouco disposta a experimentá-lo. Sua popularização se deu com a publicação orgânica de vídeos da rede social em outras plataformas, despertando a curiosidade dos usuários.

 

Ou seja, é um exemplo do potencial máximo obtido com a campanha orgânica, o tipo de publicidade realizada por clientes fidelizados à marca. Sua alta taxa de retenção foi fundamental para o desenvolvimento do aplicativo em um mercado hostil.

 

Criando um valor

O apelo do TikTok sobre a população mais jovem está entrelaçado aos tempos de isolamento social. O aplicativo supriu uma necessidade ainda não conhecida pelo público: o entretenimento de rápida digestão.

 

O conceito de entretenimento costumava se materializar em um catálogo de programas de humor, peças de cinema ou vídeos de longa duração em um folder de apresentação com resumos sobre o conteúdo de cada material. A escolha era uma busca exaustiva.

 

Analisar catálogos depois de um dia de trabalho ou longas horas de estudo diante das telas se provou um intermediário desagradável entre trabalho e lazer, eliminado através das plataformas de vídeo de curta duração.

 

O TikTok oferece entretenimento em fácil alcance, onde o usuário só precisa abrir a página principal do aplicativo. Os vídeos são produzidos imediatamente e seu conteúdo é direto, captando a atenção no primeiro instante.

 

Logo, a rede social permite consumo e avaliação do conteúdo em curto espaço de tempo, e o usuário pode descartar o que lhe desagrada com um toque, consumindo outro material no segundo posterior. É uma fachada com led que anuncia e entrega ao mesmo tempo.

 

Criando tendências

A rede social é amplamente utilizada por crianças e adolescentes que, ao consumir o conteúdo de seus influenciadores digitais favoritos, adotam comportamentos e preferências que refletem as tendências do momento.

 

Desta forma, o TikTok exerce influência sobre a repercussão de músicas e a adesão a novos costumes da moda, cosmética e objetos do cenário infantil. Muitas músicas se transformaram em hit ou foram resgatadas à memória através da plataforma.

 

A viralização de vídeos que compartilham a mesma temática e plano de fundo, como desafios e danças exercem um papel importante no ecossistema de preferências das redes sociais, atraindo ou repelindo muitos elementos dos holofotes.

 

O sucesso de artigos do vestuário como bolsa transversal feminina esportiva aqueceu um mercado que recicla peças dos anos 1980 e 1990, seguindo uma demanda de estilo nascida de plataformas como o TikTok e outras redes que trabalham com o audiovisual.

 

O TikTok e o marketing de influência

Considerado um dos canais mais importantes para o marketing de influência, o TikTok dispõe de uma estrutura singular e gratuita para aqueles que desejam transformar a imagem pública em elemento rentável.

 

Visando o público mais jovem, a rede social se configura como um modelo de entretenimento visto por muitos responsáveis como um auxílio para o controle da rotina de crianças e adolescentes. A plataforma investe em segurança para atender este público.

 

O TikTok apresenta tendências de crescimento e consolidação como principal veículo de entretenimento para a população mais jovem, movimentando um importante mercado. Por sua alta capacidade de impulsionamento, tornou-se ferramenta de marketing digital.

 

Como uma fachada de loja, o TikTok é uma rede social intermediária entre marca e cliente, responsável pela aquisição de potenciais consumidores de um produto, seja este um item fornecido ou um serviço prestado.

 

Entre as principais características que consolidam a plataforma como um influenciador das gerações mais jovens, estão:

 

  • Alta segmentação de público;
  • Alta tolerância a novos conteúdos;
  • Relevância de longo prazo;
  • Baixo custo de criação.

 

Fatores estes que diferenciam a rede social de suas concorrentes, trazendo um maior dinamismo e frescor para usuários e produtores no aplicativo.

 

1 – Alta segmentação de público

A dinâmica do TikTok não funciona com base na quantidade de perfis seguidos ou no incentivo à publicação de conteúdo a qualquer momento. O impacto da plataforma se dá pelo tipo e quantidade de material recomendado pela mesma em sua página inicial.

 

Como uma espécie de convites personalizados, os algoritmos da plataforma segmentam o público com base em análises de conteúdos consumidos individualmente e médias de uso geral para recomendar vídeos que mais se adequem às preferências do usuário.

 

Sem que este siga ninguém, dezenas ou centenas de vídeos são visualizados e interações são feitas através de curtidas e comentários já no primeiro momento de uso da plataforma. Assim, aumenta-se as chances do conteúdo publicado encontrar sua audiência ideal.

 

A possibilidade de consumir material imediato também atrai a população mais jovem, uma geração habituada a internet em notebook novo e, portanto, pouco tolerante ao ritmo mais lento de redes sociais mais antigas.

 

2 – Alta tolerância a novos conteúdos

Um dos aspectos que torna o TikTok tão importante para o marketing de influência é a tolerância do público a consumir conteúdo de fora de seus principais produtores. Isto significa que muitas das viralizações surgem em pequenos perfis.

 

A expansão de público nesta rede social é mais rápida em comparação a outras plataformas, garantindo resultados significativos em pouco tempo. O TikTok tornou-se uma máquina de fomentação de novos influenciadores digitais.

 

Os benefícios desta dinâmica garantem a manutenção de sua relevância para um público mais jovem, oferecendo um novo fluxo de conteúdo inédito a cada uso. Este fluxo contínuo gera o efeito viciante da rede social, responsável pelo tempo médio de uso de até 12 horas.

 

3 – Relevância de longo prazo

A lógica de impressão cartões de visita aos usuários utilizada pelo TikTok não descarta conteúdo produzido há meses, mantendo-o em evidência sobre seus recomendados mesmo após o período onde um conteúdo online é considerado velho.

 

Grande parte dos usuários da rede social não são produtores de conteúdo, um aspecto da dinâmica do TikTok que elimina o elemento desconforto das interações com a plataforma, onde o indivíduo não se sente pressionado a publicar algo.

 

4 – Baixo custo de criação

O aspecto informal da rede desobriga criadores de conteúdo a investir em equipamentos caros como câmeras profissionais, cenários e figurinos. Apesar da necessidade de uma harmonia visual, a produção mantém o aspecto de baixo custo da gravação.

 

Usando pequenos elementos que favoreçam a cor e a silhueta da imagem, como um colar comprido feminino, é possível criar vídeos de alto impacto sobre o público, valorizando a estética da criação ao passo em que mantém a proposta informal da plataforma. 

 

Concluindo: ingressando no TikTok

Para ingressar no TikTok, o criador de conteúdo pode montar sua estratégia de impulsionamento através da adesão às tendências da plataforma, tais como:

 

  • Desafios populares;
  • Esquetes de humor;
  • Dublagem de diálogos;
  • Tutoriais.

 

Portanto, o TikTok é um ensaio bem estabelecido do potencial que o marketing de influência possui para captar a atenção da geração mais jovem que, ao aproximar-se da adolescência e vida adulta, descobre seus gostos e preferências distintas das gerações anteriores.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − 8 =