3 Vantagens do e-commerce para seu negócio.

Que a internet pode trazer diversas vantagens e benefícios já não é exatamente uma novidade para muitos. O que muitos empresários e gestores ainda não sabem é que o e-commerce está entre as estratégias que merecem mais atenção.

 

De fato, já se foi o tempo em que era possível ignorar a esfera digital como se ela fosse apenas um diferencial, quando na verdade se tornou uma questão de sobrevivência. Ou então, a época em que bastava ter um website institucional.

 

Na verdade, utilizar o site da empresa como se fosse apenas um cartão de visitas, ou ainda um panfleto com preços e prazos, tal como um cardápio, também é um erro. Cada vez mais o público exige várias frentes digitais, como plataformas integradas.

 

Na prática, uma firma que instala divisória de vidro com porta de correr precisa marcar presença em várias frentes ao mesmo tempo. Primeiro, nos grandes motores de busca, para ser encontrada assim que alguém buscar por essa palavra-chave.

 

3 Vantagens do e-commerce para seu negócio.

 

Lembrando que o buscador pode ser conquistado por meio de propagandas, que dão destaque ao website em poucas horas, para ele já começar a receber visitas e chamados. Mas também por meio de um blog, com crescimento orgânico gratuito.

 

Depois, é imprescindível aparecer nas grandes redes sociais, que hoje são um veículo incrível de comunicação e de geração de leads e oportunidades. Engana-se muito quem pensa que essas mídias são restritas ao uso pessoal.

 

Podemos dizer que os motores de busca e as mídias sociais são, atualmente, as duas maiores vitrines do mundo. Com a ajuda de um blog, ambos podem ser canais ainda mais marcantes, fortalecendo a marca e aumentando consideravelmente as vendas.

 

Aí é que surge o e-commerce, como outra frente possível e que também vai colaborar para o crescimento de uma marca e para o aumento dos seus resultados. Lembrando que o Brasil já teve medo do comércio eletrônico, mas não atualmente.

 

Nos últimos anos, após a pandemia e a crise de 2020, a esfera digital cresceu muito. Produtos como regador infantil de plástico passaram a ter uma busca muito maior, então o que ainda era tabu passou a ser normal.

 

Segundo pesquisas da Ebit/Nielsen, mais de 45% de pessoas que nunca haviam comprado pela internet passaram a fazer isso. Na prática, são mais de 20 milhões de novos consumidores, aquecendo esse mercado de modo novo e incomparável.

 

Ou seja, se antes algumas gerações ainda tinham receio de comprar pela internet, fosse por causa de fraudes de cartão de crédito ou por receio de acabar não recebendo o produto, nos últimos anos isso foi quase que totalmente superado.

 

Lembrando que no Brasil temos uma confusão com o termo e-commerce, que literalmente pode significar “comércio eletrônico”. Mas entre nós acabou se tornando sinônimo de loja virtual própria, quando uma firma abre essa opção de venda em seu próprio site.

 

Ao passo em que o oposto seriam os marketplaces, que são plataformas multimarcas, nas quais uma firma vai competir com várias outras. Inclusive, podem ser outras do mesmo segmento ou área de atuação, sem problemas.

 

Por exemplo, uma empresa que vende tinta epóxi para madeira pode acabar anunciando na mesma página que suas maiores concorrentes. O que também demonstra como o mercado digital está aquecido, trazendo oportunidade para todos.

 

Portanto, é tão importante detalhar questões como esta, das melhores vantagens e benefícios do e-commerce para o seu próprio negócio. A ideia é que ainda mais empresas migrem para essa realidade, que é o futuro que já chegou.

 

De fato, quanto mais tempo passar, mais difícil vai ficar alguém começar a digitalização do absoluto zero. O mais aconselhável é que as empresas que ainda não conseguiram fazer isso, priorizem essa implementação o mais rápido possível.

 

Aqueles que não têm nem site, podem começar criando um domínio e logo fundando um blog, no qual é possível escrever matérias sobre o próprio ramo. Isso gera uma autoridade incrível e já começa a chamar a atenção do seu público-alvo.

 

O que também cria um tráfego maior de visitantes, leitores e pessoas interessadas. Isso já basta para na sequência investir no e-commerce, com uma experiência um pouco maior do meio online e uma definição clara sobre crescimento.

 

É deste modo que uma fundição de metais que atuou durante décadas apenas no offline, faz um passo a passo de sua própria digitalização. Inclusive, damos esse tipo de exemplo porque hoje os e-commerces servem para qualquer segmento ou nicho.

 

Ou seja, já não faz diferença qual é o tipo de empresa ou modelo de negócio, posto que há internautas interessados em todo e qualquer tipo de solução comercial, tanto na parte de venda quanto de prestação de serviços mais específicos.

 

Portanto, se o seu interesse como leitor, empresário ou gestor é mergulhar de cabeça em um universo que pode revolucionar a história de uma marca em pouco tempo, de modo relativamente simples, então basta continuar por aqui até o fim do artigo.

 

O que é e importância

Basicamente, o e-commerce nada mais é do que uma venda que ocorre por meios totalmente online. Ou seja, desde a pesquisa e a tirada de dúvidas, até as formas de pagamento e de entrega, foram escolhidas digitalmente.

 

Em alguns casos, nem mesmo a entrega precisa ser presencial, haja vista que o segmento dos infoprodutos cresce cada vez mais. Um dos maiores exemplos é o próprio EaD (Ensino a Distância).

 

Em casos assim, todo o funil de vendas e toda a jornada da compra ocorrem de modo digital, sem que o comprador ou aluno chegue a ter qualquer contato com alguém, mesmo que seja um entregador em um curto prazo de entrega.

 

Basta dizer isso para demonstrar de modo claro como realmente o e-commerce é um futuro que já está aí. Quando falamos da venda de eletrônicos e de informática, como a de um fone de ouvido bose a20 comprar, isso faz ainda mais sentido.

 

De fato, parece que tecnologia atrai tecnologia, pois a venda de informática, celulares e afins está entre as maiores na esfera digital. Outro setores que também fazem sucesso entre os compradores são os seguintes:

  • Roupas e sapatos;
  • Joias e bijuterias;
  • Livros e presentes;
  • Brinquedos e perfumes.

 

Já a importância de marcar presença por meio do e-commerce aponta para vários fatores, sendo um dos principais o fato de que as novas gerações são as que mais buscam por esse tipo de solução.

 

Realmente, são pessoas que nasceram dos anos 2000 para cá, e que portanto já cresceram com celular e tablet nas mãos. Esse acesso constante à informática e à tecnologia é o que as torna tão exigentes.

 

1. Custo-benefício acessível

Não é possível falar sobre os benefícios e vantagens do e-commerce, e do universo digital como um todo, sem mencionar a questão do baixo custo de implementação.

 

Claro que uma loja virtual própria vai demandar alguns gastos e despesas, desde custos com servidores e hospedagem, até o serviço de programadores e de gente para manter a roda girando, como suporte técnico mesmo.

 

Porém, mesmo nesses casos, uma firma que vende fantasia de índio para bebê vai ter muito mais facilidade do que se tivesse que abrir um estabelecimento presencial.

 

Quando reportamos a comparação para os marketplaces, aí realmente o custo-benefício se torna incomparável. Afinal, basta você se inscrever na plataforma, fazer seu anúncio e pronto, as cotações e contatos comerciais já começam a entrar no mesmo dia.

 

Além do mais, o e-commerce atua 24h por dia, durante sete dias da semana. Ele não se cansa, não tira férias, não entra com processo trabalhista, nem nada disso. Ou seja, é a infraestrutura mais enxuta e mais perfeita da atualidade.

 

2. Alcance bem maior

Também não é possível desconsiderar o fato de que uma loja ou estabelecimento presencial, além de custar bem caro para ser construída, atinge um número restrito de pessoas.

 

Afinal, só quem estiver passando por ali vai entrar na loja, sendo que o marketing para trazer mais gente pode ser bem caro. Já no caso do digital, uma loja que vende vela de procissão pode impactar pessoas do Brasil todo e até do mundo.

 

Geograficamente seu alcance é bem maior, mesmo quando há economias consideráveis em termos de operação, e mesmo que o e-commerce já otimize vários gastos, o que é realmente incrível em termos de vantagens e benefícios.

 

3. Métricas e crescimento

Por fim, vale lembrar que o universo digital é o maior modelo de métricas, monitoramento e crescimento racionalizável de que já se ouviu falar.

 

De fato, com um e-commerce nas mãos uma loja de peruca preta longa ondulada que sempre quis crescer já não tem obstáculos para isso.

 

É possível fazer análises muito mais precisas, conhecendo melhor seu público, seu mercado e suas possibilidades. Com isso é possível crescer em escala, baseado em números precisos que ajudam a direcionar as melhores estratégias.

 

Considerações finais

Neste artigo, apresentamos a importância para empresas em terem uma presença online de destaque, especialmente na forma de e-commerce.

 

Com o crescimento e avanço que o setor teve nos últimos anos, ele já é fundamental para qualquer tipo de negócio, podendo gerar um crescimento incrível no curto, médio e longo prazo.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

dezenove − 9 =