Quais estratégias que fazem um e-commerce se destacar dos seus concorrentes?

Nos últimos tempos, houve o constante crescimento nas alternativas de e-commerce, como os de roupas infantis, ração para animais e remédios, a variedade é imensa de negócios que se dispuseram a entrar no mundo virtual.

 

Hoje em dia, com ferramentas que tornam o comércio virtual mais seguro para ambos os lados, como plataformas de marketplace e selos que garantem a segurança do portal, é possível adquirir qualquer produto de forma rápida e simples.

 

Isso, contudo, gera um desafio a mais para os donos de lojas virtuais, que devem buscar inovar e se reinventar para garantir que possam sair na frente.

 

Neste texto, traremos algumas dicas e estratégias sobre como você pode fazer com que seu e-commerce tenha mais destaque, tornando-se a melhor escolha para seus clientes e ampliando suas vendas.

 

Um mundo em expansão

Há uma certeza entre os que atuam no mercado virtual, tanto em lojas puramente presentes na internet quanto entre lojistas que têm seu estabelecimento físico e também o e-commerce: o mercado está em plena expansão no Brasil e no mundo.

 

Por aqui, o fenômeno ainda está em estágio de pleno crescimento, com praticamente todos os anos batendo recordes e as compras online sendo cada vez mais presentes no faturamento das companhias.

 

Em 2020, principalmente por causa dos efeitos da pandemia, o e-commerce se consolidou, com as pessoas confinadas em suas casas.

 

Sendo assim, a alternativa mais viável para continuar a consumir, tanto os produtos ou serviços essenciais quanto os supérfluos, bolo de chocolate fofinho.

 

Os números, que já eram bons nos anos anteriores, cresceram muito e tornaram o consumo feito pela internet um fenômeno que veio para ficar no Brasil.

 

Segundo dados dos estudos da parceria entre a Ebit e a Nielsen, aproximadamente 7 milhões de pessoas compraram pela primeira vez, de forma online, no primeiro semestre de 2020, coincidentemente no auge da pandemia.

 

Isso ocasionou em um faturamento recorde, chegando a ser 47% maior do que o ano anterior, de acordo com os dados oficiais da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABCOMM).

 

Antes, o e-commerce ficava um pouco restrito apenas às datas mais procuradas, como Dia das Mães e Natal. Mas, isso deixou de ter caráter sazonal para virar um costume dos brasileiros, que encontraram no e-commerce uma forma de facilitar suas vidas.

 

Sendo assim, quem costumava ficar horas fazendo a compra do mês no supermercado, viu que é possível fazer a mesma compra escolhendo os produtos usados no dia a dia do próprio conforto do sofá.

 

Até mesmo alimentos perecíveis, que antes relutavam em fazer parte da lista de compras online dos brasileiros, passaram a ser vistos com bons olhos.

 

E esse é um movimento de evolução que partiu também das empresas, que ofereceram mais segurança no processo logístico, trazendo produtos de qualidade, como uma camisa gola polo personalizada, da mesma forma que uma pessoa iria fazer de forma presencial.

 

O relatório feito pela Ebit e a Nielsen verificou que houve crescimento de quatro vezes na intenção de compra em alguns segmentos.

 

Os marketplaces, modelo de e-commerce muito popular atualmente, respondeu por 78% de participação no faturamento total do e-commerce durante o isolamento na pandemia, em 2020.

 

O crescimento é evidente em outros números, como o de 30 bilhões de reais, de lucro no primeiro semestre de 2020, sendo as lojas que venderam por meio de marketplaces.

 

Esse aumento foi de 56% sobre o mesmo período de 2019, segundo os dados da pesquisa replicada pela ABCOMM.

 

Os marketplaces são as plataformas em que se tem uma empresa por trás, caso de Mercado Livre e Amazon, e dentro do ambiente há diversos sellers, que são as lojas menores aprovadas para estarem no marketplace.

 

Portanto, não são produtos vendidos pelo Mercado Livre e Amazon, por exemplo. Essas empresas só dão o ambiente necessário para a negociação entre as lojas e os clientes ocorrer. Atuam como intermediários.

 

E isso abriu um leque gigantesco de possibilidades para os lojistas, que conseguiram, em grande parte, colocar de pé os seus produtos de forma online, como lojas de camisa com logo bordado, aumentando suas chances de vendas.

 

Esse movimento de crescimento dos marketplaces também foi importante, do lado dos clientes, porque os preços ficaram mais competitivos e as opções de compra, mais extensas, tornando possível a aquisição pela internet.

 

Os dados mostram isso. Atualmente, 95% das pessoas que compram online fazem em grande parte suas compras em marketplaces.

 

Estratégias para o seu e-commerce se destacar

Embora o e-commerce seja algo simples, literalmente comprar produtos online, não é algo tão trivial assim ter sucesso nesse mercado.

 

A concorrência é enorme e você precisa se destacar por meio de algumas estratégias básicas.

 

Ofereça algo único

A primeira dica para a sua empresa ter um e-commerce robusto e que chame atenção das pessoas é saber onde você está e o que você está oferecendo. Será que este mercado é para você mesmo? Antes de tudo, é fundamental se certificar disso.

 

Há mercados tão saturados que só preço competitivo não fará você se destacar. Sua empresa precisa combinar forte presença de marca, com bons preços e ofertas únicas, como embalagens delivery personalizadas, que nenhum concorrente bancará.

 

Mas, se o seu negócio é idêntico ou muito semelhante a diversos outros, talvez você queira mudar de área ou pensar em outra coisa para vender online, porque para se destacar, de fato, sua proposta de valor precisa ser exclusiva.

 

Há duas opções, na verdade: mudar de mercado ou achar aquele diferencial que fará sua empresa decolar frente às outras. Cabe a você verificar isso e entender o que fazer.

 

Você não precisa necessariamente reinventar a roda para o seu negócio vingar. É aquele olhar diferente que fará o consumidor achar que você tem algo que valha a pena ouvir e verificar em relação a outras empresas que oferecem o mesmo serviço.

 

Outra coisa importante: assim que você encontrar essa proposta de valor única que diferenciará sua empresa das outras dentro do seu mercado, saiba comunicar esse descolamento da concorrência.

 

Assim, além de você e de seus funcionários, as pessoas começarão a perceber isso por meio de suas comunicações.

 

Portanto, trate de deixar como destaque o que torna sua companhia e seus produtos diferentes e mais vantajosos, como suas caixa de madeira para transporte.

 

Você não quer, provavelmente, que isso fique escondido lá na parte debaixo do seu site. Tenha certeza de que quem passar por ele e por suas redes sociais, verá que comprar com você fará toda a diferença em vez de considerar outras lojas online semelhantes.

 

Preço ainda é muito importante

Uma proposta de valor única sem um preço competitivo não servirá de muita coisa dependendo do seu público.

 

Geralmente, um dos principais fatores de decisão é realmente o preço, e outros atributos ficam em segundo plano. Então, use isso ao seu favor.

 

Mas, a competição de preços, no entanto, acaba sendo algo complexo. Se você definir preços absurdos isso pode te deixar fora do mercado.

 

Para ter vantagem concorrencial em termos de preço, você precisa ter um conhecimento profundo de suas margens de lucro. Oferecer o preço mais baixo e realizar vendas nem sempre significa que será bom para o seu negócio.

 

Mesmo se você conseguir obter mais clientes, você ainda pode acabar no prejuízo por causa de outros custos que envolvem a estrutura da empresa.

 

Uma boa estratégia para conseguir aumentar sua margem de lucro, baixando os preços, é tentar vender pacotes de produtos.

 

Sendo assim, você baixa de forma geral os preços, mas acaba ganhando mais porque os clientes comprarão mais produtos em vez de apenas um.

 

A entrega é essencial

O frete e a rapidez na entrega de encomenda são dois fatores que muitos clientes acham decisivos na hora de comprar algum produto pela internet.

 

Antes de continuar, veja dicas rápidas para uma boa entrega:

  • Defina bem o prazo de entrega e cumpra-o;
  • Escolha uma embalagem adequada para o produto;
  • Facilite a troca e a devolução;
  • Ofereça várias opções de envio para o cliente.

 

Uma vez que a maioria das pessoas vê o frete como uma despesa desnecessária, aproveite isso para agradar os clientes. Claro que oferecer o frete grátis para todos os produtos em todas as circunstâncias seria um chamariz enorme.

 

Porém, qual seria o custo disso? Para isso, utilize a estratégia de atingir um mínimo de preço dos seus produtos para obter frete grátis.

 

Por exemplo, imagine que o frete de sua loja de doces finos para casamento seja inicialmente de 20 reais.

 

Para compras entre 50 e 100 reais, ofereça um desconto de 10 reais no frete, ou seja uma redução significativa. E para compras acima de 100 reais, ofereça frete grátis.

 

Assim, dependendo do quanto a pessoa pretende gastar e o que ela quer comprar, ela acaba achando vantajoso e escolhe essas opções, seja para um delivery de medicamentos ou qualquer outro negócio. É bom para todos.

 

Considerações finais

Para se destacar no e-commerce, recapitulando de forma breve, você precisa entender que ser único, ofertar preços de forma inteligente e focar na entrega são os fatores primordiais para prestar atenção e deixar a concorrência para trás. Tudo isso deve estar integrado.

 

Portanto, implementando esses pontos, certamente o seu negócio poderá alçar voos bem maiores no mundo online.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

nove + 16 =