O que você precisa saber para começar a vender online hoje?

Vender online por meio de uma plataforma e-commerce se tornou um objetivo para muitas pessoas que desejam ter o próprio negócio.

 

Mas, isso está acontecendo porque cada vez mais pessoas estão comprando dessa forma na internet.

 

As vendas online cresceram muito nos últimos anos, e o que era apenas uma tendência se tornou realidade no mundo todo.

 

O consumidor brasileiro passou a confiar mais nesse tipo de compra, e percebeu que ela é muito vantajosa por diversas razões.

 

O que você precisa saber para começar a vender online hoje?

 

Uma delas é que você compra tudo o que precisa por um valor mais acessível.

 

Além disso, as formas de pagamento são facilitadas e as lojas passaram a aceitar novas modalidades, além do cartão de crédito.

 

Por exemplo, você pode pagar com boleto, transferência e o pix, que já caiu nas graças do consumidor.

 

Mas, as vendas pela internet não são vantajosas apenas para quem compra, mas também para quem vende.

 

Os empreendedores podem ter seu próprio negócio, sem arcar com despesas de espaço físico e vendendo para o mundo todo.

 

Por isso, vamos falar sobre o crescimento do e-commerce, como você pode começar a vender e dar dicas para sua loja se desenvolver.

 

Crescimento do e-commerce

A tendência é que o e-commerce continue em alta pelos próximos anos, mas um dos estudos mais recentes desse mercado aponta que o e-commerce cresceu 49% a mais em 2020 se comparado à taxa de crescimento de 2019.

 

Entre 2020 e 2024 a estimativa é que o comércio eletrônico cresça mais 17,3% ao ano, chegando a faturar centenas de bilhões de reais.

 

Sendo assim, o faturamento de uma loja virtual de convites personalizados tende a crescer muito.

 

O crescimento da compra e venda pela internet está muito mais acelerado do que o previsto tempo atrás, e o Brasil já consegue passar muitos países em termos de uso dessas plataformas.

 

O consumidor brasileiro está cada vez mais íntimo desse meio de consumo, principalmente, para aquisição de produtos, como:

  • Eletrônicos;
  • Vestuários;
  • Calçados;
  • Perfumaria.

 

De acordo com uma pesquisa realizada pelo Instituto Ipsos, os brasileiros estão mais confortáveis com as compras online.

 

No final de março de 2020, apenas 28% das pessoas usam aplicativos de entrega de supermercado.

 

Mas, em junho de 2020, esse percentual subiu para 42%. A mesma pesquisa também mostra que esse comportamento tende a se consolidar, visto que, de todas as pessoas que usam esses aplicativos, 56% pretendem continuar.

 

Sendo assim, 35% afirmam que vão continuar comprando assim, mas com menos frequência.

 

Portanto, se você pretende vender pela internet, qualquer tipo de produto ou serviço, como impressão digital camiseta, precisa agilizar o quanto antes.

 

Como começar a vender online?

Mesmo que o e-commerce seja um modelo de negócio mais prático, ele demanda organização e planejamento para começar com o pé direito.

 

Sendo assim, para começar a vender hoje mesmo, algumas dicas são:

 

Usar links de pagamentos

O link de pagamento é um serviço oferecido por algumas plataformas, que facilitam o recebimento de valores.

 

Você só precisa gerar um URL, com todas as informações sobre os produtos e enviar para o cliente via WhatsApp.

 

As informações são:

  • Descrição do produto;
  • Quantidade;
  • Valor;
  • Número de parcelas;
  • Forma de pagamento.

 

E esse link também pode ser enviado por e-mail, mensagem ou até mesmo pelo Instagram e Facebook.

 

O link pode ser divulgado em grupos e até nas postagens que você fizer em suas páginas, limitando a quantidade disponível. Isso evita que você venda além do estoque disponível.

 

E-commerce e Marketplace

Esta é a modalidade de venda mais comum pela internet. No e-commerce, ao invés do espaço físico, o cliente acessa seu site, visualiza e escolhe os produtos e faz a compra.

 

Também temos a opção de vender pelo marketplace, e o seu cliente recebe o produto em casa, por meio de um motoboy entrega.

 

Podemos comparar o marketplace a um grande shopping virtual onde várias pessoas e lojas vendem seus produtos, e os consumidores pesquisam o que desejam por ali e compram sem sair da plataforma.

 

Isso significa que você vai dividir o espaço com seus concorrentes, ao contrário da plataforma e-commerce, onde você tem um site exclusivo para a sua marca.

 

Porém, se a sua ideia é começar a vender hoje mesmo, criar um site do zero não é o mais recomendável.

 

Isso porque ele demanda tempo para ser desenvolvido e o investimento financeiro é um pouco maior.

 

Se você vender no marketplace, é como se estivesse alugando uma loja no shopping, com tudo pronto para começar a vender.

 

Vender pelas redes sociais

Outra opção para quem tem pressa de lucrar é vender pelas redes sociais. Tanto o Facebook quanto o Instagram têm um recurso que funciona como uma loja virtual.

 

Também é possível fazer isso pelo WhatsApp Business, com recursos que otimizam o contato com os clientes e profissionalizam as vendas do seu negócio.

 

Se você vende itens de papelaria, como bloco de pedido personalizado, basta acessar a opção “Marketplace” no menu, para catalogar e vender seus produtos e serviços no Facebook.

 

É uma plataforma bastante intuitiva e o cadastramento dos produtos é rápido e as vendas são simplificadas.

 

No Instagram, por sua vez, é necessário que a conta usada cumpra alguns requisitos. O primeiro passo é criar um perfil comercial, estando a conta vinculada ao Facebook.

 

Verifique os outros requisitos da plataforma para integrar o seu perfil do Instagram ao catálogo de produtos gerados no Facebook.

 

O aplicativo WhatsApp, além de ser ótimo para uma acao de marketing promocional, também te ajuda a vender.

 

Basta criar uma conta comercial para ter acesso aos recursos, como catálogo de produtos, envio automático e categorização de contatos.

 

Inclusive, é ótimo para quem já tem uma boa lista de clientes, já que você pode criar uma lista de transmissão, sugerir produtos e anotar novos pedidos.

 

As redes sociais oferecem recursos para que você venda os mais variados produtos, sem precisar criar uma loja virtual.

 

Sendo assim, basta ter uma conta nesses sites e catalogar suas mercadorias e oferecer os seus serviços.

 

Para agilizar e finalizar a venda pelas redes sociais, você não precisa receber o pagamento na entrega do produto ou solicitar transferência bancária.

 

Uma das formas de resolver essa questão é por meio do link de pagamento que mostramos acima. É muito simples e tudo chegar para o cliente via mensagem.

 

Aplicativos de delivery

Você também pode vender caixa de madeira para transporte e outros produtos por meio de aplicativos de entrega.

 

Para se ter uma ideia, empresas dos mais variados segmentos vendem nessa modalidade, como:

  • Bancas de jornal;
  • Sex shop;
  • Farmácias;
  • Lojas de suplementos.

 

Se você cadastrar o seu negócio nessas plataformas, ele terá muito mais visibilidade e ainda vai impulsionar suas vendas.

 

Independentemente de qual seja o seu setor, vale a pena trabalhar com essa modalidade.

 

Como desenvolver a sua loja

Se você, assim como um fabricante de caixa maleta papelão, deseja criar sua loja virtual, precisa investir em ações para que ela continue se desenvolvendo na web. Dentre elas:

 

Site responsivo

Hoje em dia, as pessoas acessam a internet, principalmente, pelo celular. E isso tem mudado a forma como as pessoas compram.

 

E se as compras pelo smartphone têm crescido tanto, você precisa garantir que as pessoas acessem sua loja virtual por meio desses aparelhos.

 

O site responsivo se ajusta perfeitamente a qualquer tamanho de tela. Ele vai acomodar todos os elementos da página, para que o usuário possa acessá-la sem nenhum problema.

 

A página carrega rápido, a pessoa encontra tudo o que precisa e as vendas são facilitadas, portanto, mais chances de fazer bons negócios.

 

Descrever bem os itens

Não importa se você vende roupa ou impressão banner, em uma plataforma de vendas online, é essencial que você descreva bem o que está vendendo.

 

Capriche nos detalhes, descreva bem as características do produto, como funciona, como é usado, textura, cor, tamanho, enfim, tudo o que estiver relacionado à mercadoria.

 

Lembre-se de que a descrição funciona como o seu argumento de vendas, por isso, ela deve ser bem pensada, bem planejada e ser fiel àquilo que você está ofertando no site.

 

Conclusão

As vendas pela internet estão crescendo muito mais rápido do que um dia já foi previsto.

 

Por isso, você, como empreendedor, pode começar a vender hoje mesmo e não perder mais tempo esperando o momento.

 

Com as dicas que demos aqui, você começa a vender agora e vai conquistar um bom número de clientes, fazendo do seu negócio um investimento muito lucrativo.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

 

1 comentário em “O que você precisa saber para começar a vender online hoje?”

  1. Pingback: Aprenda a melhorar a sua gestão da carteira de clientes e traga mais benefícios a sua empresa! - Agência7 Soluções WEB

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

5 × dois =